Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ao menos cinco pessoas morrem em ataque a mesquita em Quebec, diz agência



30/01/2017 | 01:43


Pelo menos cinco pessoas morreram em um ataque a tiros no Centro Cultural Islâmico da Cidade de Quebec, na província de Quebec, no Canadá. De acordo com a agência de notícias Reuters, o presidente da mesquita de Sainte-Foy, Mohamed Yangui, disse que atiradores entraram no local durante as orações da noite. Pelo Twitter, a polícia da capital da Cidade de Quebec confirmou o ataque e disse que "os suspeitos foram presos".

Aos repórteres que estavam no local, Yangui disse não entender a motivação do ataque, o qual classificou de "bárbaro". Ele não estava dentro da mesquita quando os atiradores abriram fogo, mas começou a receber diversas ligações no fim da noite. Segundo a Reuters, Yangui não soube informar o número de mortos e feridos.

O primeiro-ministro de Quebec, Philippe Couillard, também chamou o ataque de "violência bárbara" e expressou solidariedade às famílias das vítimas. No Twitter, o ministro de Segurança Pública, Ralph Goodale, se disse profundamente entristecido pelas mortes e garantiu que o governo do Canadá está monitorando os desdobramentos do ataque. (Flavia Alemi, com agências internacionais - flavia.alemi@estadao.com)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ao menos cinco pessoas morrem em ataque a mesquita em Quebec, diz agência


30/01/2017 | 01:43


Pelo menos cinco pessoas morreram em um ataque a tiros no Centro Cultural Islâmico da Cidade de Quebec, na província de Quebec, no Canadá. De acordo com a agência de notícias Reuters, o presidente da mesquita de Sainte-Foy, Mohamed Yangui, disse que atiradores entraram no local durante as orações da noite. Pelo Twitter, a polícia da capital da Cidade de Quebec confirmou o ataque e disse que "os suspeitos foram presos".

Aos repórteres que estavam no local, Yangui disse não entender a motivação do ataque, o qual classificou de "bárbaro". Ele não estava dentro da mesquita quando os atiradores abriram fogo, mas começou a receber diversas ligações no fim da noite. Segundo a Reuters, Yangui não soube informar o número de mortos e feridos.

O primeiro-ministro de Quebec, Philippe Couillard, também chamou o ataque de "violência bárbara" e expressou solidariedade às famílias das vítimas. No Twitter, o ministro de Segurança Pública, Ralph Goodale, se disse profundamente entristecido pelas mortes e garantiu que o governo do Canadá está monitorando os desdobramentos do ataque. (Flavia Alemi, com agências internacionais - flavia.alemi@estadao.com)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;