Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Fim do horário de verão exige cuidados com a saúde

André Henriques/DGABC: Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Problemas como insônia e cansaço podem ser causados pela alteração no relógio


Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

20/02/2016 | 07:00


O horário de verão termina oficialmente à meia-noite hoje. Com isso, os relógios devem ser atrasados em uma hora e voltar às 23h. A mudança deve trazer também atenção à saúde.

Conforme a clínica geral do Hospital e Maternidade Brasil Ariadne Stacciarini, há tendência à insônia e o corpo pode ficar mais cansado durante o dia. “Com o relógio biológico, as nossas funções já estão acionadas. Além disso, liberamos o hormônio melatonina só quando escurece. Ele ajuda na regulação do sono e, com a mudança, é secretado mais tarde. Ou seja, a pessoa fica com falta de atenção, concentração e muito cansaço.”

Conforme a médica, o tempo médio para se readaptar é de 14 dias. Por isso, o ideal é que antes do fim do horário de verão a pessoa durma um pouco mais cedo. “O ideal é evitar o consumo de cafeína após as 18h e fazer atividades físicas mais cedo. A mudança costuma afetar mais as crianças e jovens adultos, porque é a faixa etária que necessita de mais horas de sono.”

Entre a população, há divisão entre quem gosta ou não da mudança. A depiladora de Santo André Cristina Aparecida dos Santos, 45 anos, comemora. “Nunca gostei do horário de verão. O dia parece que não acaba. Na minha opinião, não tem economia. Tomamos mais banho, acendemos a luz quando acordamos cedo, mais ou menos às 5h, e está tudo escuro.”

Já a assistente social Antônia Peralta, 53, discorda. “O dia rende mais, consigo fazer mais coisas. Gosto de sair à noite e ver que está claro ainda. Já economizei R$ 40 na luz.”

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fim do horário de verão exige cuidados com a saúde

Problemas como insônia e cansaço podem ser causados pela alteração no relógio

Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

20/02/2016 | 07:00


O horário de verão termina oficialmente à meia-noite hoje. Com isso, os relógios devem ser atrasados em uma hora e voltar às 23h. A mudança deve trazer também atenção à saúde.

Conforme a clínica geral do Hospital e Maternidade Brasil Ariadne Stacciarini, há tendência à insônia e o corpo pode ficar mais cansado durante o dia. “Com o relógio biológico, as nossas funções já estão acionadas. Além disso, liberamos o hormônio melatonina só quando escurece. Ele ajuda na regulação do sono e, com a mudança, é secretado mais tarde. Ou seja, a pessoa fica com falta de atenção, concentração e muito cansaço.”

Conforme a médica, o tempo médio para se readaptar é de 14 dias. Por isso, o ideal é que antes do fim do horário de verão a pessoa durma um pouco mais cedo. “O ideal é evitar o consumo de cafeína após as 18h e fazer atividades físicas mais cedo. A mudança costuma afetar mais as crianças e jovens adultos, porque é a faixa etária que necessita de mais horas de sono.”

Entre a população, há divisão entre quem gosta ou não da mudança. A depiladora de Santo André Cristina Aparecida dos Santos, 45 anos, comemora. “Nunca gostei do horário de verão. O dia parece que não acaba. Na minha opinião, não tem economia. Tomamos mais banho, acendemos a luz quando acordamos cedo, mais ou menos às 5h, e está tudo escuro.”

Já a assistente social Antônia Peralta, 53, discorda. “O dia rende mais, consigo fazer mais coisas. Gosto de sair à noite e ver que está claro ainda. Já economizei R$ 40 na luz.”

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;