Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Seci traz sucessos do passado para avenida

Anderson Silva/DGABC:  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Natália Scarabotto
especial para o Diário

02/02/2016 | 07:07


Discoteca vai invadir a avenida no desfile da Seci, em Santo André. O estilo das décadas de 1960, 1970 e 1980, misturado com toque carnavalesco, vai embalar os foliões em viagem por grandes sucessos das épocas. O enredo flashback relembra marcos como cinema drive-in, Cassino do Chacrinha, Elvis Presley, Michael Jackson e a black music.

O objetivo da agremiação é proporcionar momento nostálgico e apresentar ao público mais jovem aquilo que fez parte da juventude dos pais. “Queremos que as pessoas sintam a emoção de recordar”, afirmou o vice-presidente da escola, Davidson Ribeiro, conhecido como Professor.

Quatro carros alegóricos e 400 componentes, divididos em nove alas, contarão os momentos mais marcantes de cada fase. Alegoria inspirada no cine drive-in abre a festa com a década de 1960. A era do rock será lembrada em alas que homenageiam Elvis Presley e Marilyn Monroe.

Já os anos 1970 serão representados pela black music e pela fantasia da bateria, inspirada no filme norte-americano Os Embalos de Sábado à Noite (1977). Foliões também vão reviver outros sucessos da televisão, como o Cassino do Chacrinha, que tinha atrações musicais, show de calouros e era apresentado por José Abelardo Barbosa Medeiros, o Chacrinha. “Focamos no programa porque abrangeu toda uma geração. Foi um laboratório da época” disse o presidente, Ricardo Bastos Pereira, o Ricca.

A terceira alegoria vai transformar a avenida em discoteca, com dois andares, pista de dança, DJ e coreografia simulando festa dos anos 1980. O cenário também trará chão quadriculado e discos de vinil.

Componente da velha guarda da agremiação, Cláudio Franco Bueno, 50 anos, está confiante que o tema vai ser um sucesso. “Acredito que o público vai reviver todos aqueles anos.”

Todo o trabalho foi montado em menos de dois meses e custou entre R$ 80 e R$ 90 mil. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Seci traz sucessos do passado para avenida

Natália Scarabotto
especial para o Diário

02/02/2016 | 07:07


Discoteca vai invadir a avenida no desfile da Seci, em Santo André. O estilo das décadas de 1960, 1970 e 1980, misturado com toque carnavalesco, vai embalar os foliões em viagem por grandes sucessos das épocas. O enredo flashback relembra marcos como cinema drive-in, Cassino do Chacrinha, Elvis Presley, Michael Jackson e a black music.

O objetivo da agremiação é proporcionar momento nostálgico e apresentar ao público mais jovem aquilo que fez parte da juventude dos pais. “Queremos que as pessoas sintam a emoção de recordar”, afirmou o vice-presidente da escola, Davidson Ribeiro, conhecido como Professor.

Quatro carros alegóricos e 400 componentes, divididos em nove alas, contarão os momentos mais marcantes de cada fase. Alegoria inspirada no cine drive-in abre a festa com a década de 1960. A era do rock será lembrada em alas que homenageiam Elvis Presley e Marilyn Monroe.

Já os anos 1970 serão representados pela black music e pela fantasia da bateria, inspirada no filme norte-americano Os Embalos de Sábado à Noite (1977). Foliões também vão reviver outros sucessos da televisão, como o Cassino do Chacrinha, que tinha atrações musicais, show de calouros e era apresentado por José Abelardo Barbosa Medeiros, o Chacrinha. “Focamos no programa porque abrangeu toda uma geração. Foi um laboratório da época” disse o presidente, Ricardo Bastos Pereira, o Ricca.

A terceira alegoria vai transformar a avenida em discoteca, com dois andares, pista de dança, DJ e coreografia simulando festa dos anos 1980. O cenário também trará chão quadriculado e discos de vinil.

Componente da velha guarda da agremiação, Cláudio Franco Bueno, 50 anos, está confiante que o tema vai ser um sucesso. “Acredito que o público vai reviver todos aqueles anos.”

Todo o trabalho foi montado em menos de dois meses e custou entre R$ 80 e R$ 90 mil. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;