Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Oswana frisa investimento para Brunão acolher Pastas

Prefeita em exercício incentiva recursos de parceiros para concluir espaço e evitar aluguéis


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

09/01/2016 | 07:00


Após vistorias em equipamentos públicos, a prefeita de Santo André em exercício, Oswana Fameli (PRP), destacou investimento externo aguardado pelo Paço na reforma do Estádio Bruno Daniel – visita efetivada na quinta-feira –, que acolherá secretarias municipais. Há estudo para implantar as Pastas de Obras e Educação. A número dois do governo incentiva aporte de parceiros para concluir espaços internos e diminuir o custeio com aluguel de imóveis. “A área estrutural do estádio, hoje em obras, está erguida. O deslocamento das secretarias, por exemplo, integra a segunda fase (das intervenções). Envolve mais dinheiro, que poderia entrar por meio de patrocinadores.”

A etapa final das obras no estádio não tem estimativa de finalização. São três fases no total. “Essa parte ainda requer mais detalhes”, citou ela. A Prefeitura paga cerca de R$ 200 mil por mês apenas com a locação de salas para abrigar as referidas secretarias, atualmente instaladas em prédio na Rua Catequese. A primeira parte das intervenções no equipamento, segundo Oswana, tende a ser entregue no início do mês que vem. “Existe nessa fase a liberação das arquibancadas e a nova entrada, bem encaminhadas para ficar pronta até dia 3 (data da primeira partida do Ramalhão na cidade). Se compararmos como pegamos e como hoje está, tivemos já muitos avanços.”

Oswana esteve no mesmo dia em visita ao PA (Pronto-Atendimento) Central, que será transformado em UPA (Unidade de Pronto-Atendimento 24 horas). A previsão de reinauguração foi esticada algumas vezes. Para a prefeita em exercício, as trocas de empreiteira responsável pelas obras (de ampliação e reforma) impactaram no atraso. “Há mudança de modelo e conceito. As empresas que venceram inicialmente a licitação não conseguiram fazer o serviço das alas internas. Mas agora está no acabamento final”, disse. A previsão é a de que em 45 dias o Paço comece a instalação dos maquinários de Saúde.

A vice iniciou série de agendas durante férias do prefeito Carlos Grana (PT), que retorna no dia 18 ao cargo. Ontem, Oswana acompanhou sistema de prevenção da Defesa Civil nesse período de chuvas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Oswana frisa investimento para Brunão acolher Pastas

Prefeita em exercício incentiva recursos de parceiros para concluir espaço e evitar aluguéis

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

09/01/2016 | 07:00


Após vistorias em equipamentos públicos, a prefeita de Santo André em exercício, Oswana Fameli (PRP), destacou investimento externo aguardado pelo Paço na reforma do Estádio Bruno Daniel – visita efetivada na quinta-feira –, que acolherá secretarias municipais. Há estudo para implantar as Pastas de Obras e Educação. A número dois do governo incentiva aporte de parceiros para concluir espaços internos e diminuir o custeio com aluguel de imóveis. “A área estrutural do estádio, hoje em obras, está erguida. O deslocamento das secretarias, por exemplo, integra a segunda fase (das intervenções). Envolve mais dinheiro, que poderia entrar por meio de patrocinadores.”

A etapa final das obras no estádio não tem estimativa de finalização. São três fases no total. “Essa parte ainda requer mais detalhes”, citou ela. A Prefeitura paga cerca de R$ 200 mil por mês apenas com a locação de salas para abrigar as referidas secretarias, atualmente instaladas em prédio na Rua Catequese. A primeira parte das intervenções no equipamento, segundo Oswana, tende a ser entregue no início do mês que vem. “Existe nessa fase a liberação das arquibancadas e a nova entrada, bem encaminhadas para ficar pronta até dia 3 (data da primeira partida do Ramalhão na cidade). Se compararmos como pegamos e como hoje está, tivemos já muitos avanços.”

Oswana esteve no mesmo dia em visita ao PA (Pronto-Atendimento) Central, que será transformado em UPA (Unidade de Pronto-Atendimento 24 horas). A previsão de reinauguração foi esticada algumas vezes. Para a prefeita em exercício, as trocas de empreiteira responsável pelas obras (de ampliação e reforma) impactaram no atraso. “Há mudança de modelo e conceito. As empresas que venceram inicialmente a licitação não conseguiram fazer o serviço das alas internas. Mas agora está no acabamento final”, disse. A previsão é a de que em 45 dias o Paço comece a instalação dos maquinários de Saúde.

A vice iniciou série de agendas durante férias do prefeito Carlos Grana (PT), que retorna no dia 18 ao cargo. Ontem, Oswana acompanhou sistema de prevenção da Defesa Civil nesse período de chuvas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;