Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ataques matam 11 soldados e um civil no Iraque


Da AFP

05/04/2007 | 10:44


Ataques mataram pelo menos 11 soldados no Iraque, sete locais na cidade de Zenazil, próximo a Mossul, e quatro britânicos, mais um intérprete, em Basra, nesta quinta-feira.

O último foi um atentado a bomba de fabricação caseira. “Outro soldado que estava no mesmo veículo ficou gravemente ferido e foi levado para o hospital", disse o tenente-coronel britânico Kevin Stratford-Wright.

A patrulha britânica havia sido atacada mais cedo por cinco homens em outra região. Nesta oportunidade, os britânicos reagiram e atingiram pelo menos um dos criminosos.

A explosão da bomba caseira aconteceu no momento em que o veículo deixava o perímetro urbano. Esta área foi posteriormente atacada com foguetes e armas leves.

As baixas elevam a 140 o número de militares britânicos mortos no Iraque desde a invasão de março de 2003.

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, anunciou em fevereiro a redução do número de militares do país no Iraque a 5 mil antes do fim do ano, contra 7, 2mil soldados mobilizados atualmente no país árabe.

Outro - Pelo menos sete soldados iraquianos foram mortos por homens armados na cidade de Zenazil, próximo a Mossul, no norte do Iraque.

Segundo uma autoridade de segurança, sete soldados foram mortos, enquanto uma outra fonte mencionou dez vítimas fatais.

Os criminosos fugiram após o ataque, ocorrido nesta cidade situada 20 km a oeste de Mossul. Mossul, situada 370 km ao norte de Bagdá, próxima ao Curdistão iraquiano, é uma cidade particularmente instável.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ataques matam 11 soldados e um civil no Iraque

Da AFP

05/04/2007 | 10:44


Ataques mataram pelo menos 11 soldados no Iraque, sete locais na cidade de Zenazil, próximo a Mossul, e quatro britânicos, mais um intérprete, em Basra, nesta quinta-feira.

O último foi um atentado a bomba de fabricação caseira. “Outro soldado que estava no mesmo veículo ficou gravemente ferido e foi levado para o hospital", disse o tenente-coronel britânico Kevin Stratford-Wright.

A patrulha britânica havia sido atacada mais cedo por cinco homens em outra região. Nesta oportunidade, os britânicos reagiram e atingiram pelo menos um dos criminosos.

A explosão da bomba caseira aconteceu no momento em que o veículo deixava o perímetro urbano. Esta área foi posteriormente atacada com foguetes e armas leves.

As baixas elevam a 140 o número de militares britânicos mortos no Iraque desde a invasão de março de 2003.

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, anunciou em fevereiro a redução do número de militares do país no Iraque a 5 mil antes do fim do ano, contra 7, 2mil soldados mobilizados atualmente no país árabe.

Outro - Pelo menos sete soldados iraquianos foram mortos por homens armados na cidade de Zenazil, próximo a Mossul, no norte do Iraque.

Segundo uma autoridade de segurança, sete soldados foram mortos, enquanto uma outra fonte mencionou dez vítimas fatais.

Os criminosos fugiram após o ataque, ocorrido nesta cidade situada 20 km a oeste de Mossul. Mossul, situada 370 km ao norte de Bagdá, próxima ao Curdistão iraquiano, é uma cidade particularmente instável.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;