Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

A energia de Machu Picchu


William Cardoso
Do Diário do Grande ABC

04/09/2008 | 07:09


Não é preciso estudar energia para perceber que lá é um lugar diferente. Não é necessário abraçar rochas e árvores para sentir as vibrações da mãe natureza. Sim,é fundamental conhecer Machu Picchu para ter idéia do que foi a civilização inca e sua grandeza até a chegada dos conquistadores espanhóis.

A ‘cidade perdida' foi descoberta pelo norte-americano Hiram Bingham em 1911. Estudos apontam que servia para supervisionar a economia entre diversos pontos do império além de servir de refúgio para os soberanos.

Hoje, restaram 30% da construção original - os demais 70% foram recompostos, e são identificáveis pelas pedras menores que os compõem. Encravada no topo da ‘Montanha Velha' (Machu Picchu, em quéchua), a cidadela é acessível a partir de Águas Calientes, que oferece completa infra-estrutura para turistas. São diversas formas de acesso até lá, seja por meio de trem, ônibus ou mesmo a pé, numa caminhada de quatro dias pelo Vale Sagrado do Rio Urubamba, outra grande atração nos arredores de Cusco.

O passeio por todas as ruínas pode levar um dia todo ou algumas horas, dependendo do interesse ou disposição do turista. Há inclusive a possibilidade de escalar o Wayna Picchu - a ‘Montanha Jovem', aquela que aparece atrás da cidade na clássica foto - e ter uma visão diferenciada. Quanto mais cedo se chega ao parque, mais turistas lotam as travessas. A visita fica mais ‘tranqüila' na parte da tarde.

De toda forma, o visitante pode contar sempre com a simpatia dos representantes da Polícia Nacional e demais funcionárias do parque, numa acolhida digna de um rei, como há mais de 500 anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;