Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Rua no Centro de Santo André exala mau cheiro


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

24/09/2012 | 07:00


Faz cerca de três meses que a lanchonete pertencente à família do manobrista David Lima dos Santos, 23 anos, está em baixa com a clientela. Isso porque, apesar de estar localizado na região mais movimentada de Santo André, na Rua Senador Fláquer, no Centro, o comércio fica próximo de vazamento na rua que exala mau cheiro dia e noite.

Além de estabelecimentos comérciais, a área concentra escritórios, pequenas indústrias e até mesmo residências. "O movimento já caiu pelo menos 10%. A gente percebe que o pessoal faz cara feia por causa do cheiro forte e acaba indo embora", destaca Santos.

Ficar em casa já se tornou insuportável, ainda mais com o calor observado na última semana, explica o aposentado Sebastião Antônio Serpa, 74. "A gente fecha a porta, mas sente o cheiro pela casa toda", diz.

Morador do bairro há cerca de 20 anos, ele revoltou-se com o descaso do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) por parte das diversas reclamações já realizadas sem resposta. "Ninguém esquece de aumentar o valor da cobrança, mas resolver o problema nem pensar", desabafa.

A área também é alvo de enchente em dias de chuva forte. Ao lembrar da proximidade das estações mais quentes do ano, Santos teme pelo problema que pode estar por vir. "Pode ser que esteja tudo entupido ai embaixo e, com a chuva, a água não tenha para onde escoar."

O Semasa informou que executou vistoria no local e constatou que o vazamento é causado pela infiltração de águas subterrâneas (água de mina) no interior de um poço de visita da Telefônica/ Vivo. Foi descartada a possibilidade de infiltração de esgoto ou água potável.

A autarquia disse ainda que notificará a Telefônica/Vivo sobre o problema.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;