Fechar
Publicidade

Sábado, 6 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Márcio Ribeiro vai retornar ao Água Santa em cargo diretivo

Celso Luiz/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Primeiro treinador da era profissional do time volta para assumir cargo de gerência


Marcelo Argachoy
Especial para o Diário

20/10/2017 | 07:00


Um rosto conhecido do torcedor do Água Santa deve retornar ao clube em breve. Técnico responsável por levar o Netuno da Segunda Divisão à Série A-1 do Paulista em quatro anos, Márcio Ribeiro está em negociação para a Série A-2 de 2018.

Diferentemente de sua primeira passagem, ele deve assumir cargo de gerente de futebol ou diretor executivo, o que ainda está sendo discutido pelas partes. Para a próxima temporada, Jorginho segue como treinador do Netuno.

“A ideia é servir de ligação entre a comissão técnica e a presidência”, comentou Márcio Ribeiro, que irá auxiliar Jorginho na montagem do elenco para a Série A-2. “Mas a palavra final é a do treinador”, concluiu.

Poucas pessoas conhecem o Netuno tão bem quanto Márcio Ribeiro, o primeiro treinador da fase profissional da agremiação. Em sua campanha de estreia, na Segunda Divisão de 2013, o treinador levou o time ao acesso, ficando com o vice-campeonato diante da Matonense.
Em 2014, novamente conquistou o acesso, desta vez da Série A-3 para a Série A-2.

No ano seguinte, levou o Netuno à elite do futebol paulista ao terminar a Série A-2 na quarta colocação geral.

Márcio Ribeiro comandou a equipe de Diadema até a 11ª rodada da Série A-1 de 2016. Na ocasião, foi demitido após sequência de seis jogos sem vitória, que acabou com a derrota por 4 a 0 para o Novorizontino.

No mesmo ano, Márcio comandou a Portuguesa na reta final da Série C do Brasileiro, substituindo Jorginho. Em quatro rodadas, somou três derrotas e uma vitória, e não conseguiu evitar o rebaixamento da Lusa. Disputou a Série A-2 neste ano pelo Barretos, mas se desligou da equipe após quatro partidas, acumulando três derrotas e uma vitória. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Márcio Ribeiro vai retornar ao Água Santa em cargo diretivo

Primeiro treinador da era profissional do time volta para assumir cargo de gerência

Marcelo Argachoy
Especial para o Diário

20/10/2017 | 07:00


Um rosto conhecido do torcedor do Água Santa deve retornar ao clube em breve. Técnico responsável por levar o Netuno da Segunda Divisão à Série A-1 do Paulista em quatro anos, Márcio Ribeiro está em negociação para a Série A-2 de 2018.

Diferentemente de sua primeira passagem, ele deve assumir cargo de gerente de futebol ou diretor executivo, o que ainda está sendo discutido pelas partes. Para a próxima temporada, Jorginho segue como treinador do Netuno.

“A ideia é servir de ligação entre a comissão técnica e a presidência”, comentou Márcio Ribeiro, que irá auxiliar Jorginho na montagem do elenco para a Série A-2. “Mas a palavra final é a do treinador”, concluiu.

Poucas pessoas conhecem o Netuno tão bem quanto Márcio Ribeiro, o primeiro treinador da fase profissional da agremiação. Em sua campanha de estreia, na Segunda Divisão de 2013, o treinador levou o time ao acesso, ficando com o vice-campeonato diante da Matonense.
Em 2014, novamente conquistou o acesso, desta vez da Série A-3 para a Série A-2.

No ano seguinte, levou o Netuno à elite do futebol paulista ao terminar a Série A-2 na quarta colocação geral.

Márcio Ribeiro comandou a equipe de Diadema até a 11ª rodada da Série A-1 de 2016. Na ocasião, foi demitido após sequência de seis jogos sem vitória, que acabou com a derrota por 4 a 0 para o Novorizontino.

No mesmo ano, Márcio comandou a Portuguesa na reta final da Série C do Brasileiro, substituindo Jorginho. Em quatro rodadas, somou três derrotas e uma vitória, e não conseguiu evitar o rebaixamento da Lusa. Disputou a Série A-2 neste ano pelo Barretos, mas se desligou da equipe após quatro partidas, acumulando três derrotas e uma vitória. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;