Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Center Castilho inaugura loja e centro de distribuição no ABC


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

14/10/2004 | 09:41


A rede Center Castilho de materiais de construção vai inaugurar nesta quinta às 11h, na avenida Rotary, em São Bernardo, a 11ª loja da companhia, em prédio onde funcionava a antiga TRW Motores. Além da nova unidade, a segunda da rede na região, a empresa varejista vai abrigar no novo espaço um centro de distribuição de produtos e a sede administrativa da companhia, que antes se situava no bairro do Morumbi, em São Paulo. Com investimento estimado de R$ 10 milhões, todo o empreendimento, de 40 mil m² de área construída, deve gerar 800 empregos diretos e cerca de 600 indiretos.

Segundo o gerente de compras da rede, Márcio Tadeu de Angeles, a mudança para o bairro Ferrazópolis, em São Bernardo, deve-se a vantagens logísticas e ao fato de que as instalações em São Paulo já não contemplavam mais o crescimento da empresa. A sede anterior possuía mil m² de área administrativa. "A nova localização é estratégica, pois o prédio atenderá 80% das nossas lojas", disse. O imóvel fica situado próximo à rodovia Anchieta. Ele afirmou também que uma pesquisa realizada pela empresa detectou que há bom potencial de consumo no segmento no município e, por conseqüência, mercado para expansão.

Do total de 40 mil m², o centro de distribuição deverá ocupar em torno de 15 mil m². A partir do local, haverá o envio de produtos para abastecer outros estabelecimentos da empresa na Grande São Paulo, por meio de 120 caminhões terceirizados, pertencentes a transportadoras.

A nova loja terá cerca de 5 mil m² de área de exposição e deverá contar na área de vendas com 100 pessoas para o atendimento ao público (das 8h às 22h). A unidade que será aberta terá padrão semelhante às outras da companhia, ou seja, vai oferecer um leque de 35 mil itens, que compreendem toda a linha de material de construção (desde material básico a acabamento, hidráulica e elétrica). O empreendimento possui também uma galeria com 40 lojas, que serão locadas para outras empresas do ramo, de porte menor, e que devem iniciar atividades no empreendimento em novembro.

De Angeles afirmou ainda que não há previsão de prazo de retorno do investimento. Ele também não revelou qual é a meta de vendas no local, mas o público médio da rede é de 30 mil pessoas por mês em cada loja. A outra unidade da empresa no Grande ABC fica na avenida Rudge Ramos, também em São Bernardo. A companhia planeja a abertura de mais duas lojas dentro do prazo de seis meses, mas a localização não foi divulgada.

A abertura da nova unidade põe lenha na briga do varejo de material de construção no Grande ABC, que viu nos últimos anos a chegada de multinacionais, como Leroy Merlin e Castorama. Esta última recentemente vendeu os estabelecimentos no país para a C&C Casa & Construção. Houve ainda a expansão de redes como a Telha Norte (do grupo Saint Gobain), que montou unidade em Mauá em 2002, além da C&C e de outras, como a Center Líder, que chegou à região em 2000 com uma filial à avenida Pereira Barreto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Center Castilho inaugura loja e centro de distribuição no ABC

Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

14/10/2004 | 09:41


A rede Center Castilho de materiais de construção vai inaugurar nesta quinta às 11h, na avenida Rotary, em São Bernardo, a 11ª loja da companhia, em prédio onde funcionava a antiga TRW Motores. Além da nova unidade, a segunda da rede na região, a empresa varejista vai abrigar no novo espaço um centro de distribuição de produtos e a sede administrativa da companhia, que antes se situava no bairro do Morumbi, em São Paulo. Com investimento estimado de R$ 10 milhões, todo o empreendimento, de 40 mil m² de área construída, deve gerar 800 empregos diretos e cerca de 600 indiretos.

Segundo o gerente de compras da rede, Márcio Tadeu de Angeles, a mudança para o bairro Ferrazópolis, em São Bernardo, deve-se a vantagens logísticas e ao fato de que as instalações em São Paulo já não contemplavam mais o crescimento da empresa. A sede anterior possuía mil m² de área administrativa. "A nova localização é estratégica, pois o prédio atenderá 80% das nossas lojas", disse. O imóvel fica situado próximo à rodovia Anchieta. Ele afirmou também que uma pesquisa realizada pela empresa detectou que há bom potencial de consumo no segmento no município e, por conseqüência, mercado para expansão.

Do total de 40 mil m², o centro de distribuição deverá ocupar em torno de 15 mil m². A partir do local, haverá o envio de produtos para abastecer outros estabelecimentos da empresa na Grande São Paulo, por meio de 120 caminhões terceirizados, pertencentes a transportadoras.

A nova loja terá cerca de 5 mil m² de área de exposição e deverá contar na área de vendas com 100 pessoas para o atendimento ao público (das 8h às 22h). A unidade que será aberta terá padrão semelhante às outras da companhia, ou seja, vai oferecer um leque de 35 mil itens, que compreendem toda a linha de material de construção (desde material básico a acabamento, hidráulica e elétrica). O empreendimento possui também uma galeria com 40 lojas, que serão locadas para outras empresas do ramo, de porte menor, e que devem iniciar atividades no empreendimento em novembro.

De Angeles afirmou ainda que não há previsão de prazo de retorno do investimento. Ele também não revelou qual é a meta de vendas no local, mas o público médio da rede é de 30 mil pessoas por mês em cada loja. A outra unidade da empresa no Grande ABC fica na avenida Rudge Ramos, também em São Bernardo. A companhia planeja a abertura de mais duas lojas dentro do prazo de seis meses, mas a localização não foi divulgada.

A abertura da nova unidade põe lenha na briga do varejo de material de construção no Grande ABC, que viu nos últimos anos a chegada de multinacionais, como Leroy Merlin e Castorama. Esta última recentemente vendeu os estabelecimentos no país para a C&C Casa & Construção. Houve ainda a expansão de redes como a Telha Norte (do grupo Saint Gobain), que montou unidade em Mauá em 2002, além da C&C e de outras, como a Center Líder, que chegou à região em 2000 com uma filial à avenida Pereira Barreto.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;