Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Grupo de motociclistas leva fã tetraplégico para passear em São Caetano

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Sérgio Russo, que foi baleado há 24 anos, vai acompanhar carreata a bordo de um triciclo


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

19/09/2020 | 00:01


O moto clube Insanos MC, divisão São Caetano, promoverá amanhã, a partir das 10h, ação social inclusiva pelas ruas e avenidas do município a fim de contemplar o desejo de Sérgio Russo, 49 anos, deficiente físico e admirador do grupo. Serão mais de 60 motos e dez carros passeando pelas avenidas principais, como Goiás e Presidente Kennedy, além do triciclo no qual Sérgio fará o passeio. A carreata vai passar também por Santo André e o ponto final será a casa do fã, na Vila Prudente.

Esta será a primeira vez que o Insanos fará ação desse tipo. A ideia é permitir que Sérgio, que é tetraplégico, realize o sonho de participar de um passeio do grupo. A ação tem previsão de terminar por volta das 13h.

“A filantropia é nosso carro-chefe, e eventos como esse fazem parte das nossas ações. Nosso grupo mostra que, ao contrário de uma ideia arcaica de que o motociclismo só tem bagunça e bebida, nosso clube é família”, comenta o produtor musical e integrante do grupo Marcos Wendell Jardim, 47.
A admiração por moto é antiga, e Sérgio não esconde a ansiedade em participar do passeio. “Meu sobrinho (Igor Marcnick) é integrante do moto clube Insanos MC, então ele contou minha história aos demais, que resolveram fazer esse passeio comigo. Vão me proporcionar uma experiência incrível e não tenho como agradecer. Com certeza, será insano”, comenta Russo.

Há 24 anos, no dia 2 de janeiro de 1996, Sérgio foi vítima de um assalto e, mesmo sem reagir, levou um tiro que o deixou tetraplégico. Ele estava em seu estabelecimento comercial quando o criminoso entrou e anunciou o assalto. “Ele (assaltante) entrou com duas crianças ao seu lado, para disfarçar o assalto, mas um funcionário do comércio acionou o alarme e ele se assustou com o barulho. Eu estava de costas e ele me deu um tiro”, lembra Sérgio.

Há pelo menos cinco anos o munícipe produz layout para sites e blogs e, desta forma,consegue sustento. “Um amigo me ensinou e eu comecei a trabalhar com isso, em casa. Do meu jeito e no meu tempo, mas consigo sempre ajudar alguém”, finaliza.

OUTRAS AÇÕES
O Insanos MC, de São Caetano, é formado por 31 integrantes, mas no grupo são, pelo menos, 4.000 pessoas espalhadas por 11 países. A companhia são-caetanense reúne histórias de doações, entre as quais, participação em ações para animais, colhendo ração e distribuindo para ONGs (organizações não governamentais), além de contemplar famílias em situação de vulnerabilidade social, como farão hoje, em São Caetano, em parceria com a empresa Adria e a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) do município.

“Mês passado fizemos essa mesma ação, quando foram distribuídas 60 caixas com mais de 2.000 bolachas e salgadinhos. A Adria já possui projetos sociais e nós executamos para eles”, destaca o barbeiro e subdiretor da divisão Fábio Restari, 36.

Para o próximo mês, o grupo está recolhendo doces e brinquedos para distribuição às crianças. A ideia é montar sacola com os itens e entregar para moradores de áreas periféricas. Quem deseja ajudar as ações ou fazer parte do Insanos deve entrar em contato pelo Instagram da divisão são-caetanense (@insanosmc.div.saocaetanosul).  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grupo de motociclistas leva fã tetraplégico para passear em São Caetano

Sérgio Russo, que foi baleado há 24 anos, vai acompanhar carreata a bordo de um triciclo

Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

19/09/2020 | 00:01


O moto clube Insanos MC, divisão São Caetano, promoverá amanhã, a partir das 10h, ação social inclusiva pelas ruas e avenidas do município a fim de contemplar o desejo de Sérgio Russo, 49 anos, deficiente físico e admirador do grupo. Serão mais de 60 motos e dez carros passeando pelas avenidas principais, como Goiás e Presidente Kennedy, além do triciclo no qual Sérgio fará o passeio. A carreata vai passar também por Santo André e o ponto final será a casa do fã, na Vila Prudente.

Esta será a primeira vez que o Insanos fará ação desse tipo. A ideia é permitir que Sérgio, que é tetraplégico, realize o sonho de participar de um passeio do grupo. A ação tem previsão de terminar por volta das 13h.

“A filantropia é nosso carro-chefe, e eventos como esse fazem parte das nossas ações. Nosso grupo mostra que, ao contrário de uma ideia arcaica de que o motociclismo só tem bagunça e bebida, nosso clube é família”, comenta o produtor musical e integrante do grupo Marcos Wendell Jardim, 47.
A admiração por moto é antiga, e Sérgio não esconde a ansiedade em participar do passeio. “Meu sobrinho (Igor Marcnick) é integrante do moto clube Insanos MC, então ele contou minha história aos demais, que resolveram fazer esse passeio comigo. Vão me proporcionar uma experiência incrível e não tenho como agradecer. Com certeza, será insano”, comenta Russo.

Há 24 anos, no dia 2 de janeiro de 1996, Sérgio foi vítima de um assalto e, mesmo sem reagir, levou um tiro que o deixou tetraplégico. Ele estava em seu estabelecimento comercial quando o criminoso entrou e anunciou o assalto. “Ele (assaltante) entrou com duas crianças ao seu lado, para disfarçar o assalto, mas um funcionário do comércio acionou o alarme e ele se assustou com o barulho. Eu estava de costas e ele me deu um tiro”, lembra Sérgio.

Há pelo menos cinco anos o munícipe produz layout para sites e blogs e, desta forma,consegue sustento. “Um amigo me ensinou e eu comecei a trabalhar com isso, em casa. Do meu jeito e no meu tempo, mas consigo sempre ajudar alguém”, finaliza.

OUTRAS AÇÕES
O Insanos MC, de São Caetano, é formado por 31 integrantes, mas no grupo são, pelo menos, 4.000 pessoas espalhadas por 11 países. A companhia são-caetanense reúne histórias de doações, entre as quais, participação em ações para animais, colhendo ração e distribuindo para ONGs (organizações não governamentais), além de contemplar famílias em situação de vulnerabilidade social, como farão hoje, em São Caetano, em parceria com a empresa Adria e a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) do município.

“Mês passado fizemos essa mesma ação, quando foram distribuídas 60 caixas com mais de 2.000 bolachas e salgadinhos. A Adria já possui projetos sociais e nós executamos para eles”, destaca o barbeiro e subdiretor da divisão Fábio Restari, 36.

Para o próximo mês, o grupo está recolhendo doces e brinquedos para distribuição às crianças. A ideia é montar sacola com os itens e entregar para moradores de áreas periféricas. Quem deseja ajudar as ações ou fazer parte do Insanos deve entrar em contato pelo Instagram da divisão são-caetanense (@insanosmc.div.saocaetanosul).  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;