Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Mito ou verdade?

Especialista esclarece crenças populares que envolvem o setor automotivo


Vagner Aquino

22/08/2012 | 07:00


Quando o assunto é carro, todo mundo quer dar seu pitaco. Uns afirmam entender de economia de combustível, outros da mecânica e tantos outros do que pode-se ou não fazer na hora da manutenção.

Para esclarecer estas e outras dúvidas, vale conferir as dicas dadas pelo consultor técnico da Oficina Brasil, Antonio Cesar Costa, que ajuda o motorista a identificar validade das crendices envolvendo o mundo das quatro rodas.

Logo de cara, a pergunta que não quer calar é: rodízio dos pneus ajuda a aumentar a durabilidade? De acordo com ele, sim! Com o rodízio periódico do componente, a vida útil pode ser aumentada, pois é sabido que no eixo de tração os pneus sofrem um desgaste maior, em razão de arranque e frenagem, assim como o esterçar do volante de um lado ao outro. Sendo assim, "a cada 5.000 quilômetros, substitua os pneus dianteiros pelos traseiros. Além disso, calibragem, alinhamento, balanceamento e forma de condução ajudam na conservação dos mesmos", indica Costa.

Outra verdade é que o ar-condicionado gasta mais combustível, uma vez que seu uso requer maior potência do motor e, consequentemente, registra maior consumo.

E por falar nisso, você sabia que desligar o carro em congestionamento economiza combustível? Além disso, contribui para a onda de sustentabilidade - visto que não há emissão de gases poluentes.

E se você não quer danificar o carro, tire o pé da embreagem! De acordo com o especialista, esta prática causa desgaste prematuro do componente, que deve ser acionado apenas na troca de marchas.

Outra dúvida muito comum entre os motoristas é, "completar o nível de água com o motor ainda quente estraga o radiador?". Positivo! Pois existe a possibilidade de um choque térmico, que pode causar sérios problemas ao propulsor. "Além de tudo, não é aconselhável abrir o reservatório de expansão - aquele onde completamos a água - quando o motor estiver quente, pois esse reservatório funciona com pressão e pode causar sérias queimaduras."

 

MITOS

Até agora você conferiu as maiores verdades que correm a praça. Mas também há muita lorota sendo contada por aí.

Uma delas é dizer que descer a ladeira com o carro engrenado queima a embreagem. Em resposta a essa questão, Costa afirma que é mito, pois o desgaste causado é o mesmo de quando se anda com o carro em ruas planas. "Na verdade, o correto é que o veículo esteja sempre engrenado nas ladeiras (dá-se o nome de freio motor) para que, junto com o sistema, segure o carro em declives", esclarece.

De acordo com ele, outra balela é afirmar que rodas de liga leve ajudam a economizar combustível. "Apesar de ajudar na aparência do veículo, seu peso equipara-se aos das rodas de aço, por isso, é mito!"

Os bicos injetores devem ser trocados e não limpos? "Mito. Assim como outros itens da injeção eletrônica, os bicos necessitam de uma manutenção periódica. A limpeza é necessária sim, em razão das impurezas que estão presentes no combustível e que nem sempre ficam retidas nos filtros", diz o especialista, enfatizando que é bem mais barato limpar os bicos injetores do que trocá-los, e que a substituição deve acontecer apenas quando apresentarem problemas e mau funcionamento.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;