Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 3 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Iraque apoiaria acordo para congelar produção de petróleo, diz delegado da Opep



22/09/2016 | 06:31


O Iraque apoiaria um eventual acordo de integrantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para limitar a produção da commodity e impulsionar seus preços, durante reunião prevista na Argélia na próxima semana, afirmou hoje um delegado do cartel.

"Todos têm de participar do acordo para congelar a produção, inclusive o Iraque. Todos estão sendo prejudicados e querem preços melhores", disse a autoridade da Opep.

A Opep e grandes produtores de fora do grupo terão conversas informais na próxima quarta-feira (28), último dia do Fórum Internacional de Energia em Argel. A expectativa é que seja discutido o congelamento da produção, de forma a favorecer os preços do petróleo.

O Iraque, que é o segundo maior produtor de petróleo da Opep, tem frequentemente sido visto como um possível impedimento a um acordo, uma vez que sua produção tem disparado e o país precisa desesperadamente de receita para continuar combatendo o Estado Islâmico.

Qualquer pacto em Argel exigiria também o apoio da Arábia Saudita e do Irã, rivais de longa data com interesses conflitantes no Oriente Médio e nos mercados de petróleo. Em abril, uma iniciativa semelhante de limitar a produção acabou fracassando após os sauditas desistirem do acordo, devido a uma recusa do Irã de também participar. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Iraque apoiaria acordo para congelar produção de petróleo, diz delegado da Opep


22/09/2016 | 06:31


O Iraque apoiaria um eventual acordo de integrantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para limitar a produção da commodity e impulsionar seus preços, durante reunião prevista na Argélia na próxima semana, afirmou hoje um delegado do cartel.

"Todos têm de participar do acordo para congelar a produção, inclusive o Iraque. Todos estão sendo prejudicados e querem preços melhores", disse a autoridade da Opep.

A Opep e grandes produtores de fora do grupo terão conversas informais na próxima quarta-feira (28), último dia do Fórum Internacional de Energia em Argel. A expectativa é que seja discutido o congelamento da produção, de forma a favorecer os preços do petróleo.

O Iraque, que é o segundo maior produtor de petróleo da Opep, tem frequentemente sido visto como um possível impedimento a um acordo, uma vez que sua produção tem disparado e o país precisa desesperadamente de receita para continuar combatendo o Estado Islâmico.

Qualquer pacto em Argel exigiria também o apoio da Arábia Saudita e do Irã, rivais de longa data com interesses conflitantes no Oriente Médio e nos mercados de petróleo. Em abril, uma iniciativa semelhante de limitar a produção acabou fracassando após os sauditas desistirem do acordo, devido a uma recusa do Irã de também participar. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;