Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Estado prorroga campanha de vacinação contra a poliomielite

Tomaz Silva/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Crianças podem ser vacinadas até 13 de novembro; cobertura está em apenas 39,6%


Da Redação

29/10/2020 | 17:14


A secretaria de Saúde estadual prorrogou até o dia 13 de novembro a campanha de vacinação contra poliomielite e multivacinação em todo o Estado. Objetivo é aumentar a cobertura vacinal, que chegou apenas a 39,6% contra a pólio.Ainda é preciso vacinar mais de 1,3 milhão de crianças entre 1 ano e 4 anos e 11 meses. Meta é vacinar 95% das 2,2 milhões de crianças paulistas contra a doença até o fim da campanha.

A adesão à campanha de multivacinação também precisa aumentar. A finalidade é que pessoas de 5 a 14 anos recebam doses de vacinas importantes e que podem estar pendentes, garantindo assim a devida proteção contra vírus que circulam no território. Até dia 22, aproximadamente 427,3 mil crianças e adolescentes comparecerem nos pontos para atualização da carteira vacinal e destes, 188,2 mil tiveram vacinas aplicadas, representando 44,1%. O índice de comparecimento nesta faixa etária está em 6,8%.
Na faixa de crianças menores de 1ano, 198,1 mil estiveram nesses serviços (cerca de 32,4% do público-alvo), com vacina aplicada em 129,3 mil (65,3% no total).

“Pedimos que os pais e responsáveis aproveitem essa prorrogação para levar as crianças aos postos. É de extrema importância aumentar a cobertura vacinal contra poliomielite, além de atualizar a carteira de vacina de nossas crianças, contribuindo para eliminarmos os riscos da circulação dessas doenças no Estado de São Paulo”, afirma o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn.

"Ao comparecer em um dos postos de vacinação, as famílias são orientadas em relação a todos os tipos de vacinas disponíveis atualmente no SUS”, explica a coordenadora do Programa Estadual de Vacinação, Helena Sato. “Campanhas como essa são altamente eficazes na erradicação de doenças e na eliminação do risco de reintrodução dessas enfermidades em nosso território. No geral, são indicadas coberturas vacinais de 90% e 95% para proteção efetiva da população, e a ampliação da adesão é fundamental para que esses índices sejam alcançados”, completa.

MULTIVACINAÇÃO

Pais e responsáveis devem levar as crianças a um dos 5.000 postos de saúde localizados nos municípios do Estado com a carteira de vacinação em mãos para que um profissional avalie quais doses precisarão ser aplicadas, tanto para eventual situação de atraso, falta ou necessidade de reforço. A medida contribui para melhorar as coberturas vacinais, que têm oscilado nos últimos anos.

No total, serão oferecidas 14 tipos de vacinas que protegem contra cerca de 20 doença. Somando todos os tipos, são mais de 5,2 milhões distribuídas nos postos do estado para aplicação na população-alvo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estado prorroga campanha de vacinação contra a poliomielite

Crianças podem ser vacinadas até 13 de novembro; cobertura está em apenas 39,6%

Da Redação

29/10/2020 | 17:14


A secretaria de Saúde estadual prorrogou até o dia 13 de novembro a campanha de vacinação contra poliomielite e multivacinação em todo o Estado. Objetivo é aumentar a cobertura vacinal, que chegou apenas a 39,6% contra a pólio.Ainda é preciso vacinar mais de 1,3 milhão de crianças entre 1 ano e 4 anos e 11 meses. Meta é vacinar 95% das 2,2 milhões de crianças paulistas contra a doença até o fim da campanha.

A adesão à campanha de multivacinação também precisa aumentar. A finalidade é que pessoas de 5 a 14 anos recebam doses de vacinas importantes e que podem estar pendentes, garantindo assim a devida proteção contra vírus que circulam no território. Até dia 22, aproximadamente 427,3 mil crianças e adolescentes comparecerem nos pontos para atualização da carteira vacinal e destes, 188,2 mil tiveram vacinas aplicadas, representando 44,1%. O índice de comparecimento nesta faixa etária está em 6,8%.
Na faixa de crianças menores de 1ano, 198,1 mil estiveram nesses serviços (cerca de 32,4% do público-alvo), com vacina aplicada em 129,3 mil (65,3% no total).

“Pedimos que os pais e responsáveis aproveitem essa prorrogação para levar as crianças aos postos. É de extrema importância aumentar a cobertura vacinal contra poliomielite, além de atualizar a carteira de vacina de nossas crianças, contribuindo para eliminarmos os riscos da circulação dessas doenças no Estado de São Paulo”, afirma o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn.

"Ao comparecer em um dos postos de vacinação, as famílias são orientadas em relação a todos os tipos de vacinas disponíveis atualmente no SUS”, explica a coordenadora do Programa Estadual de Vacinação, Helena Sato. “Campanhas como essa são altamente eficazes na erradicação de doenças e na eliminação do risco de reintrodução dessas enfermidades em nosso território. No geral, são indicadas coberturas vacinais de 90% e 95% para proteção efetiva da população, e a ampliação da adesão é fundamental para que esses índices sejam alcançados”, completa.

MULTIVACINAÇÃO

Pais e responsáveis devem levar as crianças a um dos 5.000 postos de saúde localizados nos municípios do Estado com a carteira de vacinação em mãos para que um profissional avalie quais doses precisarão ser aplicadas, tanto para eventual situação de atraso, falta ou necessidade de reforço. A medida contribui para melhorar as coberturas vacinais, que têm oscilado nos últimos anos.

No total, serão oferecidas 14 tipos de vacinas que protegem contra cerca de 20 doença. Somando todos os tipos, são mais de 5,2 milhões distribuídas nos postos do estado para aplicação na população-alvo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;