Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Prédio comercial de luxo pode ser interditado em SP


Do Diário OnLine

21/10/2006 | 14:05


A Prefeitura de São Paulo cassou nesta sexta-feira o Habite-se, certificado que atesta que as obras foram concluídas de modo legal, do Plaza Iguatemi, edifício comercial de luxo no Jardim Paulistano, Zona Oeste de São Paulo.


Segundo o processo, o prédio foi construído com 7.000 m2 a mais do que mostrava o projeto original. Tem 42 mil m2 de área construída, quando o correto seria 35 mil m2.

O Plaza Iguatemi foi inaugurado em 2002 e é um dos mais luxuosos edifícios da Avenida Faria Lima. O local foi avaliado em R$ 320 milhões.

No prédio, funcionam importantes empresas como a agência de publicidade Africa, de Nizan Guanaes, e o banco Opportunity, do banqueiro Daniel Dantas.

A prefeitura pretende interditar e cassar as licenças de funcionamento dos estabelecimentos que operam no prédio. Para não ser interditado, o edifício terá que derrubar parte da construção ou comprar um imóvel localizado nos fundos para aumentar a área total.

DEFESA A IGW Trust, empresa responsável pelo edifício, afirma ter notificado a prefeitura das mudanças no projeto original.  Em dezembro de 2004, a empresa pediu a regularização do prédio com base em uma lei de anistia de obras irregulares, mas o pedido foi negado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Prédio comercial de luxo pode ser interditado em SP

Do Diário OnLine

21/10/2006 | 14:05


A Prefeitura de São Paulo cassou nesta sexta-feira o Habite-se, certificado que atesta que as obras foram concluídas de modo legal, do Plaza Iguatemi, edifício comercial de luxo no Jardim Paulistano, Zona Oeste de São Paulo.


Segundo o processo, o prédio foi construído com 7.000 m2 a mais do que mostrava o projeto original. Tem 42 mil m2 de área construída, quando o correto seria 35 mil m2.

O Plaza Iguatemi foi inaugurado em 2002 e é um dos mais luxuosos edifícios da Avenida Faria Lima. O local foi avaliado em R$ 320 milhões.

No prédio, funcionam importantes empresas como a agência de publicidade Africa, de Nizan Guanaes, e o banco Opportunity, do banqueiro Daniel Dantas.

A prefeitura pretende interditar e cassar as licenças de funcionamento dos estabelecimentos que operam no prédio. Para não ser interditado, o edifício terá que derrubar parte da construção ou comprar um imóvel localizado nos fundos para aumentar a área total.

DEFESA A IGW Trust, empresa responsável pelo edifício, afirma ter notificado a prefeitura das mudanças no projeto original.  Em dezembro de 2004, a empresa pediu a regularização do prédio com base em uma lei de anistia de obras irregulares, mas o pedido foi negado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;