Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras perde para o Vasco no Rio


Fernando Cappelli
Do Diário do Grande ABC

12/08/2011 | 00:25


O Vasco jogou para o gasto. O Palmeiras, nem isso. E o resultado do confronto morno que marcou a estreia dos times na Copa Sul-Americana, ontem à noite, no Estádio São Januário, no Rio de Janeiro, acabou em 2 a 0 para os cariocas.

Apesar de o Vasco não mostrar futebol expressivo, o resultado dá aos cruzmaltinos a vantagem de perder por um gol de diferença na partida de volta, em São Paulo. O Verdão precisa vencer por pelo menos três gols de diferença para liquidar a fatura diretamente.

Bem definidas desde os momentos iniciais, as táticas de dos times colocaram em confronto as tentativas constantes de jogadas de profundidade vascaínas contra as de velocidade palmeirenses.

A postura pouco incisiva do Palmeiras, porém, atraía cada vez mais os anfitriões para o campo de ataque. Com o aumento gradativo do volume de jogo, os vascaínos ameaçaram primeiro aos 20 minutos: Henrique vacilou, Elton roubou bola pela direita e disparou de pé direito. A bola passou rente à trave de Marcos.

Sem criatividade, o jogo perdeu em emoção e praticamente não teve mais lances de perigo até os 42. Após escanteio pela direita, a bola foi desviada para o centro da área, bateu no rosto de Diego Souza e enganou o goleiro palmeirense: Vasco 1 a 0.

"Gol de sorte, mas também vale. Levamos mais um de cabeça. Isso não pode acontecer mais", lamentou Marcos na saída para o intervalo.EM

Na segunda etapa, as equipes saíram mais para o jogo franco desde o começo, e o Palmeiras cresceu. Com passes rápidos entre Kleber e Maikon Leite, começou a desenhar boas jogadas pelo meio. Assim, aos 22, Dinei recebeu na entrada da área e arriscou chute colocado. Fernando Prass conseguiu a defesa.

Satisfeitos com a vantagem mínima, os cariocas esperavam quase unicamente pelos contragolpes. Após duas boas oportunidades desperdiçadas por Juninho e Leandro em sequência, a equipe cruzmaltina ampliou aos 35. Leandro foi até a linha de fundo e cruzou para Elton, de cabeça, enganar Marcos: Vasco 2 a 0.

O gol foi um balde de água fria para as pretensões do Palmeiras. Três minutos depois, porém, Marcos Assunção centrou com precisão para Kleber, que cabeceou para fora. Foi o último lampejo de reação do Verdão, que teve de engolir os 2 a 0 até o apito final.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;