Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lauro pede plano de ações a secretários


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

08/01/2013 | 07:00


 

O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), organizou a primeira reunião com o secretariado e pediu plano de trabalho para cada Pasta com ações a serem desenvolvidas para os 100 dias iniciais do governo. O encontro reuniu comandantes das 15 secretarias da administração, das autarquias Fundação Florestan Fernandes, Saned (Companhia de Saneamento de Diadema) e Ipred (Instituto de Previdência do Servidor Municipal de Diadema) e assessores especiais do Paço.

Com duração de seis horas, o contato inicial entre o prefeito e os gestores das Pastas serviu também para que cada secretário indicasse as principais dificuldades de seu departamento. Na semana passada, Lauro visitou repartições públicas e já havia pedido relatório a funcionários de carreira sobre problemas em cada área.

"O Lauro pediu, além do relatório dos secretários, que cada um tenha empenho maior, que use a criatividade devido à situação da Prefeitura", afirmou Laércio Soares (PCdoB), assessor especial do prefeito. "Precisamos de ações mais enérgicas para os 100 primeiros dias e darmos a cara ao governo."

O chefe do Executivo definiu agenda semanal de encontro com o secretariado: toda terça-feira pela manhã, em seu gabinete. Durante a campanha, ele disse que iria cobrar desempenho de toda a equipe e que não se furtaria em mudar o comando das Pastas que estiverem com resultados abaixo do esperado.

 

VEREADORES

Lauro pediu aos secretários para estreitar o relacionamento com os vereadores. Na gestão de Mário Reali (PT), alguns titulares de Pastas foram criticados publicamente pela falta de diálogo com a Câmara. Os gestores do petista mais questionados foram Luiz Henrique Zanetta (Meio Ambiente) e Aparecida Linhares Pimenta (Saúde).

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;