Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Com saída de Cicote, presidente da FUABC nomeia aliada na Central

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Patricia Veronesi assume como interina e permanece até nova indicação


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

26/03/2021 | 05:43


Diante da saída do vereador licenciado Almir Cicote (Avante), de Santo André, da direção-geral da Central de Convênios, principal braço da FUABC (Fundação do ABC), a presidente da entidade, Adriana Berringer Stephan, nomeou a aliada Patricia Veronesi, então adjunta, para o comando da unidade. A situação ficou definida na reunião de ontem do conselho de curadores. Ela assume a função, a princípio, interinamente no setor e irá permanecer até que haja nova indicação para o posto, que pode acontecer dentro do acordo entre as cidades mantenedoras, e outra votação do grupo interno.

Há informação que Adriana, indicada pelo ex-prefeito de São Caetano José Auricchio Júnior (PSDB), tentou emplacar a aliada na condição de titular na função, mas não registrou apoio do conselho, o que a forçou deixá-la como provisória, embora sem prazo de término do mandato. A representação na Central tende a continuar sob a batuta do governo de Santo André, chefiado por Paulo Serra (PSDB). Dentro do rodízio regional, o Paço são-caetanense mantém a presidência até o fim deste ano e São Bernardo, o posto de número dois, com Luiz Mário Pereira Gomes – a gestão andreense tem a secretaria-geral.

Cicote entregou carta de demissão na quarta-feira, depois de apenas 15 dias à frente do setor. Alegou que o fator determinante para a saída foi convite do prefeito para integrar a administração, em especial neste período delicado da pandemia de Covid-19, no entanto, admitiu que o posicionamento adotado de medidas de austeridade fiscal causou incômodo na cúpula da entidade. “Tentamos fazer mudanças, principalmente no setor de compras. Houve gritaria desproporcional”, disse, no dia da decisão de se desligar da unidade. A missão dada a ela era cortar gastos para enxugar a máquina, tendo em vista a retirada de São Bernardo, que irá criar área independente.

Adriana sai fortalecida do episódio, só que deve enfrentar questionamentos sobre contratos firmados nos municípios, a exemplo do que já aconteceu no conselho e na Câmara de Mauá, devendo se estender a novos vínculos. Outro ponto destacado na assembleia, por sua vez, é a cobrança pela extensão do acordo para que a direção da Central siga com cronograma de formalizar no prazo de 60 dias plano de reestruturação da unidade, com organograma atualizado já dentro do novo prisma financeiro. Esse ajuste ficou acertado no último encontro extraordinário do conselho.

Outra relato advindo do encontro é que o MP (Ministério Público) se manifestou sobre o posto ser ocupado por pessoa com notório conhecimento na área de saúde. A situação, contudo, foi contestada por conselheiros. “Tem limite para ingerência para indicação (à direção). Não cabe interferência direta, e mesmo assim ele tem experiência de superintendente do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e presidência da Câmara”, ponderou Edgard Brandão. O caso sequer foi apreciado pelo conselho perante à perda do objeto, com a solicitação de Cicote. A FUABC sustentou que, após votação e aprovação de Cicote pelo conselho, “não houve nenhuma outra consulta da FUABC ao MP a esse respeito.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;