Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 2 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Presidente pede aprovação do novo mínimo de R$ 260


Do Diário OnLine
Com Agências

20/05/2004 | 17:44


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reuniu-se na manhã desta quinta-feira com os líderes da base aliada na Câmara dos Deputados e pediu empenho na aprovação da MP (medida provisória) que fixou o salário mínimo em R$ 260.

Os líderes pediram a Lula que liberasse um reajuste maior do piso — o aumento concedido pelo governo foi de R$ 20 —, mas o presidente argumentou que não há recursos disponíveis no Orçamento para tanto.

Segundo relato de deputados que participaram do encontro, o presidente reclamou daqueles que cobram o compromisso assumido durante a campanha eleitoral de dobrar o valor do salário mínimo. Lula lembrou que se comprometeu a fazê-lo até o final do mandato, e não em um ano e quatro meses de gestão.

"Ele (Lula) disse que ninguém mais do que ele deseja dar um salário maior. Ele tem uma promessa de dobrar e disse que isso vai se cumprir. É evidente que esse valor de R$ 260 foi o máximo possível que o governo podia dar, por conta das conseqüências", relatou o líder do PTB na Câmara, José Múcio Monteiro (PE).

Os deputados confirmaram que houve consenso entre a base aliada pela aprovação no Congresso do salário mínimo de R$ 260. A expectativa é de que a MP seja votada em 15 dias, após o retorno de Lula da viagem oficial à China e à Europa.

"O presidente vai viajar e estava querendo ter uma conversa com os líderes da base aliada. A viagem do presidente é longa e penso que é bom buscar entendimentos com os partidos, deixar as coisas acertadas", afirmou o deputado Renildo Calheiros (PCdoB).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;