Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

A guerra, por um fio


Ademir Medici

28/01/2018 | 07:00


 Memória inicia uma trilogia que nos leva à juventude do Grande ABC de 1918. De ‘A’ a ‘Z’ os nomes de jovens relacionados para um sorteio perturbador: os que poderiam ser enviados à Europa para os combates da Primeira Guerra Mundial.

O Brasil acabara de declarar guerra à Alemanha. Estava ao lado dos aliados. Tinha embarcações detonadas. Apreendeu vapores alemães, mudando-lhes os nomes. Agora, a preparação para os combates.

AS TERRÍVEIS LISTAS

Os jornais publicavam as listas dos jovens nascidos num ano referencial: 1896. Apareciam nomes da Capital e demais municípios, entre eles os do município de São Bernardo, com abrangência à época sobre o espaço das atuais sete cidades, de São Caetano a Paranapiacaba, incluindo a sede da Vila de São Bernardo (que abrangia o atual município de Diadema), Santo André, Pilar (Mauá), Ribeirão Pires, Rio Grande (da Serra).

São quase 220 jovens locais previamente convocados. Sobrenomes conhecidos. Muitos de descendência italiana, como Mariano Demarchi.

Ai está um Hurtado Cano de Paranapiacaba.

Vários descendentes de antigos brasileiros da Borda do Campo, de antigos portugueses, como os Alves, Bento e Bueno.

Depois, amadurecidos, vividos, alguns seguiriam carreira política, como Antonio Flaquer, que chegou a prefeito de Santo André e a deputado estadual.

Mantivemos as grafias. Por exemplo: Bochetti – não seria Boschetti?

Nomes, de fato, muito conhecidos. Nesta primeira matéria, conseguimos as fotos, tiradas anos depois, de três relacionados que já foram temas aqui em Memória.

A guerra acabou em 1918 mesmo, livrando a todos de uma viagem que poderia ser sem volta.

EXERCÍCIO

Convidamos as novas gerações a identificar antepassados seus da lista. Pessoalmente, encontramos o nome de um tio-avô materno, Caetano Angeli (Caetano Braço Forte Angeli), que em 1935 seria eleito e empossado presidente do Palestra de São Bernardo e hoje está sepultado no Cemitério-Museu de Vila Euclides.

A listagem nos leva a uma viagem centenária. Este subúrbio chamado Grande ABC tem personagens quase todos anônimos que há 100 anos saíram no Estadão, no Diário Popular, no Correio Paulistano, em A Fanfulla e outros jornais. A maioria permaneceu anônima. Compete às novas gerações conhecê-los. E sentirem um drama familiar um século depois.

AMANHÃ

Os jovens de ‘G’ a ‘O’

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 28 de janeiro de 1988 – ano 30, edição 6661

Manchete – Bancos vão voltar a abrir às 10h

Preços – Produtos sobem até 45% ao mês nos supermercados. Vendas caem. Reportagem: Ivanilde Sitta.

Movimento Sindical – Metalúrgicos da Capital ganham 20% de aumento e fecham acordo com a Fiesp.

Grande ABC – Previsto colapso no abastecimento de água.

Memória – Foto de um baile realizado no Cine Lourdes, em Ribeirão Pires, em 1935. No momento da foto, o baile parou por alguns instantes e o povo, muito sério, se deixou fotografar. Acervo: Iole Zampol Bernardes.

Polícia – Vândalos violam túmulos para roubar no Cemitério São Sebastião, em Rio Grande da

Serra.

Em 28 de janeiro de...

1808 – Carta Régia assinada pelo príncipe-regente Dom João abre os portos do Brasil ao comércio direto com as nações amigas.

1918 – Companhia Paulista de Lanifício Kowarick, com fábrica em Santo André, apresenta balanço fechado em 31 de dezembro de 1917: o lucro líquido do ano foi de 1.754$015$100.

A Kowarick tinha à frente C. P. Vianna, presidente; Leon Bergman, diretor-gerente; Frederico Kowarick, diretor-técnico; e Eduardo Gomes da Silva, guarda-livros.

A guerra. Do noticiário do Estadão: as Canárias bloqueadas pelos submarinos.

1973 – Prefeito Aldino Pinotti inaugura o Estádio Presidente Arthur da Costa e Silva, na Vila Euclides, hoje Estádio 1º de Maio.

1978 – Termina o 1º Congresso da Mulher Metalúrgica, organizado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo e Diadema. Participantes votam contra o trabalho noturno.

Hoje

Dia do Comércio Exterior

Dia do Portuário – lembra a abertura dos portos em 1808 por ocasião da chegada da Família Real Portuguesa ao Brasil.

Dia Nacional de Combate ao Trabalho escravo

Dia do Auditor Fiscal do Trabalho

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 28 de janeiro:

No Paraná, Apucarana e Pitanga

No Pará, Castanhal

No Rio Grande do Sul, Giruá e Santo Cristo

Na Bahia, Iramaia

Na Paraíba, Puxinanã

No Mato Grosso, Rondolândia e Santo Antonio do Leste

Fonte: IBGE

Santos do Dia

Tomás de Aquino

Leônidas

Gonçalo do Amarante



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;