Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 28 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Políticos criticam mudança de lado de Alex

PMSBC/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Deputado pediu investigação contra Morando, hoje apoia tucano, fato que gerou questionamentos


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

06/08/2020 | 00:10


Políticos de São Bernardo questionaram a postura do deputado federal Alex Manente (Cidadania), que há um ano e meio pedia para que o então ministro da Justiça, Sergio Moro, encaminhasse à PF (Polícia Federal) lista de possíveis irregularidades envolvendo o prefeito Orlando Morando (PSDB) e agora está bem perto de anunciar publicamente apoio à tentativa de reeleição do tucano.

O Diário mostrou ontem que, em janeiro de 2019, Alex enviou a Moro ofício solicitando que fosse aprofundada investigação em cima de contratos da merenda escolar e da alimentação do sistema de saúde municipal com empresas de parentes do advogado Carlos Maciel, então presidente da FUABC (Fundação do ABC) e secretário de Assuntos Governamentais de Morando. À época, o parlamentar lembrou que a Operação Prato Feito, deflagrada em maio de 2018, já havia trazido luz a algumas questões suspeitas da relação.

Ex-prefeito de São Bernardo e pré-candidato do PT na eleição deste ano, Luiz Marinho disse que “Alex precisaria se explicar à população”. “Por que uma mudança tão radical? Uma hora pede investigação à PF, outra hora está amiguinho. O que motivou essa mudança? Qual interesse? Seguramente tem um interesse.”

Marinho criticou Alex pelo fato de o deputado, em resposta ao Diário, afirmar que o pedido de apuração a Moro envolvia contratos da gestão petista. “É uma mentira. Ele conversou com vocês (Diário) por telefone, então não dá para saber se ficou vermelho quando disse isso. Talvez tenha ficado. Afinal de contas, não fui denunciado no processo. Ele tenta tangenciar o verdadeiro debate, que é a mudança radical de postura. Foram inimigos a vida toda, com histórico de disputa, muitas vezes agressiva. Agora vira amigo, de uma hora para a outra, em um piscar de olhos. É de se estranhar.”

Também pré-candidato a prefeito neste ano, o médico Leandro Altrão (PSB) foi outro a criticar a postura de Alex. “Quando o deputado levou ao então ministro Sergio Moro aquele ofício para investigar o atual prefeito de São Bernardo, naquele momento fez o papel que todo representante do povo deveria fazer, que é pedir investigação onde existe suspeita de irregularidade. No entanto, estranhamente houve ruptura abrupta de postura, deixando evidente que se comporta conforme a ocasião. Seria deputado camaleão, muda de cor conforme o ambiente.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Políticos criticam mudança de lado de Alex

Deputado pediu investigação contra Morando, hoje apoia tucano, fato que gerou questionamentos

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

06/08/2020 | 00:10


Políticos de São Bernardo questionaram a postura do deputado federal Alex Manente (Cidadania), que há um ano e meio pedia para que o então ministro da Justiça, Sergio Moro, encaminhasse à PF (Polícia Federal) lista de possíveis irregularidades envolvendo o prefeito Orlando Morando (PSDB) e agora está bem perto de anunciar publicamente apoio à tentativa de reeleição do tucano.

O Diário mostrou ontem que, em janeiro de 2019, Alex enviou a Moro ofício solicitando que fosse aprofundada investigação em cima de contratos da merenda escolar e da alimentação do sistema de saúde municipal com empresas de parentes do advogado Carlos Maciel, então presidente da FUABC (Fundação do ABC) e secretário de Assuntos Governamentais de Morando. À época, o parlamentar lembrou que a Operação Prato Feito, deflagrada em maio de 2018, já havia trazido luz a algumas questões suspeitas da relação.

Ex-prefeito de São Bernardo e pré-candidato do PT na eleição deste ano, Luiz Marinho disse que “Alex precisaria se explicar à população”. “Por que uma mudança tão radical? Uma hora pede investigação à PF, outra hora está amiguinho. O que motivou essa mudança? Qual interesse? Seguramente tem um interesse.”

Marinho criticou Alex pelo fato de o deputado, em resposta ao Diário, afirmar que o pedido de apuração a Moro envolvia contratos da gestão petista. “É uma mentira. Ele conversou com vocês (Diário) por telefone, então não dá para saber se ficou vermelho quando disse isso. Talvez tenha ficado. Afinal de contas, não fui denunciado no processo. Ele tenta tangenciar o verdadeiro debate, que é a mudança radical de postura. Foram inimigos a vida toda, com histórico de disputa, muitas vezes agressiva. Agora vira amigo, de uma hora para a outra, em um piscar de olhos. É de se estranhar.”

Também pré-candidato a prefeito neste ano, o médico Leandro Altrão (PSB) foi outro a criticar a postura de Alex. “Quando o deputado levou ao então ministro Sergio Moro aquele ofício para investigar o atual prefeito de São Bernardo, naquele momento fez o papel que todo representante do povo deveria fazer, que é pedir investigação onde existe suspeita de irregularidade. No entanto, estranhamente houve ruptura abrupta de postura, deixando evidente que se comporta conforme a ocasião. Seria deputado camaleão, muda de cor conforme o ambiente.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;