Fechar
Publicidade

Sábado, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Morre o diretor e produtor Del Rangel aos 64 anos

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Na Globo, teve seu nome ligado a novelas e séries, entre elas Cambalacho (1986), O Outro (1987), Bebê a Bordo (1987) e, um de seus trabalhos mais marcantes, Os Maias



17/07/2020 | 09:06


Morreu, na noite de quinta-feira, 16, o diretor e produtor Del Rangel, aos 64 anos, segundo comunicado divulgado pela Fundação Padre Anchieta. Del Rangel assumiu a direção de programação da TV Cultura em 2019. Ainda não há informação sobre velório e enterro, nem a causa da morte.

Antônio Rangel, ou como ficou conhecido, Del Rangel, nasceu em Fortaleza, 1955, e trabalhou nas principais emissoras de TV, com algumas obras no cinema.

Na Globo, teve seu nome ligado a novelas e séries, a partir dos Anos 1980. Entre as tramas que dirigiu, constam Cambalacho (1986), O Outro (1987), Bebê a Bordo (1987) e, um de seus trabalhos mais marcantes, Os Maias (2001).

O diretor também passou pelo SBT, nos Anos 1990 e 2000, quando comandou as novelas Éramos Seis (1994), As Pupilas do Senhor Reitor (1994), Sangue do Meu Sangue (1995), Razão de Viver (1996), Cristal (2006), Uma Rosa com Amor (2010), entre outros trabalhos.

Del Rangel foi casado com a atriz Regina Duarte, de 1983 a 1995, e teve a oportunidade de dirigi-la em Joana (1984), seriado exibido no SBT e na extinta Manchete, além do seriado Retrato de Mulher (1993), na Globo.

Realizou trabalhos também no cinema, onde dirigiu os filmes O Trapalhão na Arca de Noé (1983), Uma Escola Atrapalhada (1990) e Contos de Lygia (1998).

No teatro, em 1999, dirigiu Harmonia em Negro, comédia com Ana Paula Arósio e Cássio Scapin.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Morre o diretor e produtor Del Rangel aos 64 anos

Na Globo, teve seu nome ligado a novelas e séries, entre elas Cambalacho (1986), O Outro (1987), Bebê a Bordo (1987) e, um de seus trabalhos mais marcantes, Os Maias


17/07/2020 | 09:06


Morreu, na noite de quinta-feira, 16, o diretor e produtor Del Rangel, aos 64 anos, segundo comunicado divulgado pela Fundação Padre Anchieta. Del Rangel assumiu a direção de programação da TV Cultura em 2019. Ainda não há informação sobre velório e enterro, nem a causa da morte.

Antônio Rangel, ou como ficou conhecido, Del Rangel, nasceu em Fortaleza, 1955, e trabalhou nas principais emissoras de TV, com algumas obras no cinema.

Na Globo, teve seu nome ligado a novelas e séries, a partir dos Anos 1980. Entre as tramas que dirigiu, constam Cambalacho (1986), O Outro (1987), Bebê a Bordo (1987) e, um de seus trabalhos mais marcantes, Os Maias (2001).

O diretor também passou pelo SBT, nos Anos 1990 e 2000, quando comandou as novelas Éramos Seis (1994), As Pupilas do Senhor Reitor (1994), Sangue do Meu Sangue (1995), Razão de Viver (1996), Cristal (2006), Uma Rosa com Amor (2010), entre outros trabalhos.

Del Rangel foi casado com a atriz Regina Duarte, de 1983 a 1995, e teve a oportunidade de dirigi-la em Joana (1984), seriado exibido no SBT e na extinta Manchete, além do seriado Retrato de Mulher (1993), na Globo.

Realizou trabalhos também no cinema, onde dirigiu os filmes O Trapalhão na Arca de Noé (1983), Uma Escola Atrapalhada (1990) e Contos de Lygia (1998).

No teatro, em 1999, dirigiu Harmonia em Negro, comédia com Ana Paula Arósio e Cássio Scapin.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;