Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 30 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

6 dicas para contratar crédito consignado online sem cair numa cilada

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

06/07/2020 | 14:48


Em meio ao distanciamento social, a saída para muitos têm sido o crédito consignado online. De acordo com a Prestho, fintech especializada em crédito consignado para a terceira idade, na última quinzena de março, os pedidos de empréstimo online cresceram 28%. Além disso, o levantamento mostra um aumento de 21,55% nas solicitações de crédito realizadas por pessoas acima dos 65 anos. Considerados como grupo de alto risco na pandemia, os idosos são os mais vulneráveis a golpes na internet.

Com processos práticos e rápidos, o idoso, aposentado e até mesmo o servidor federal consegue realizar o pedido de crédito consignado diretamente do computador, tablet ou celular. Pensando nisso, o especialista Diego Andrade, fundador da Prestho, dá dicas de segurança na hora de solicitar um empréstimo online, evitando fraudes.

Leia mais:
5 canais no YouTube para aprender sobre finanças e investimentos
Alerta: idosos são mais suscetíveis a cair em golpes online durante pandemia
Conheça 5 aplicativos para controlar suas finanças

1. Verifique a veracidade do site

Verifique se as informações são protegidas. Basta conferir se no endereço do site, no topo do navegador, contém a sigla “https” em vez de “http”. Essa única letra indica que a página é segura. Outra dica é olhar se tem o símbolo de um cadeado fechado, o que indica uma conexão protegida e criptografada.

2. Pesquise a reputação da empresa

Procure o nome da empresa em sites de confiança, como o Reclame Aqui. Nele, é possível ver depoimentos de pessoas que passaram por situações negativas com a companhia, evitando que você caia no mesmo problema. Outra forma é pesquisar se a marca de fato existe, procurando nas redes sociais, por exemplo.

3. Não faça pagamentos adiantados

Desconfie se pedirem para depositar algum valor adiantado para liberar o empréstimo. Isso é ilegal e é bem provável que seja um golpe. Também fique esperto se te apressarem para fechar o negócio logo. O crédito é algo pensado, que requer pesquisa e tempo de decisão. Na dúvida, não feche.

4. Não passe senhas e acesso à conta bancária

Ao contratar o empréstimo consignado não é necessário informar nenhuma senha de uso pessoal. O banco, correspondente ou fintech, geralmente pede documentos básicos como RG, CPF, comprovante de endereço e comprovante de renda.

5. Preste atenção ao tirar dúvidas na internet

Ao tirar dúvidas nas redes sociais das empresas de empréstimos, muitos golpistas aproveitam para atrair pessoas com falsas soluções de crédito. Então, fique atento aos comentários ou mensagens em seu perfil com possibilidades de empréstimos por terceiros. Procure tirar dúvidas nos canais oficiais: site, chat do aplicativo ou nos telefones de contato.

6. Não colocar dados pessoais em comentários nas redes sociais

Não deixe dados pessoais expostos como endereço, CPF, RG e telefone em comentários abertos de redes sociais. Fraudadores podem usar as informações e até mesmo ligarem se passando pela empresa. As análises de crédito são feitas por meio de sites oficiais e aplicativos.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Já que o assunto é finanças, veja a evolução dos meios de pagamento:



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

6 dicas para contratar crédito consignado online sem cair numa cilada

Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

06/07/2020 | 14:48


Em meio ao distanciamento social, a saída para muitos têm sido o crédito consignado online. De acordo com a Prestho, fintech especializada em crédito consignado para a terceira idade, na última quinzena de março, os pedidos de empréstimo online cresceram 28%. Além disso, o levantamento mostra um aumento de 21,55% nas solicitações de crédito realizadas por pessoas acima dos 65 anos. Considerados como grupo de alto risco na pandemia, os idosos são os mais vulneráveis a golpes na internet.

Com processos práticos e rápidos, o idoso, aposentado e até mesmo o servidor federal consegue realizar o pedido de crédito consignado diretamente do computador, tablet ou celular. Pensando nisso, o especialista Diego Andrade, fundador da Prestho, dá dicas de segurança na hora de solicitar um empréstimo online, evitando fraudes.

Leia mais:
5 canais no YouTube para aprender sobre finanças e investimentos
Alerta: idosos são mais suscetíveis a cair em golpes online durante pandemia
Conheça 5 aplicativos para controlar suas finanças

1. Verifique a veracidade do site

Verifique se as informações são protegidas. Basta conferir se no endereço do site, no topo do navegador, contém a sigla “https” em vez de “http”. Essa única letra indica que a página é segura. Outra dica é olhar se tem o símbolo de um cadeado fechado, o que indica uma conexão protegida e criptografada.

2. Pesquise a reputação da empresa

Procure o nome da empresa em sites de confiança, como o Reclame Aqui. Nele, é possível ver depoimentos de pessoas que passaram por situações negativas com a companhia, evitando que você caia no mesmo problema. Outra forma é pesquisar se a marca de fato existe, procurando nas redes sociais, por exemplo.

3. Não faça pagamentos adiantados

Desconfie se pedirem para depositar algum valor adiantado para liberar o empréstimo. Isso é ilegal e é bem provável que seja um golpe. Também fique esperto se te apressarem para fechar o negócio logo. O crédito é algo pensado, que requer pesquisa e tempo de decisão. Na dúvida, não feche.

4. Não passe senhas e acesso à conta bancária

Ao contratar o empréstimo consignado não é necessário informar nenhuma senha de uso pessoal. O banco, correspondente ou fintech, geralmente pede documentos básicos como RG, CPF, comprovante de endereço e comprovante de renda.

5. Preste atenção ao tirar dúvidas na internet

Ao tirar dúvidas nas redes sociais das empresas de empréstimos, muitos golpistas aproveitam para atrair pessoas com falsas soluções de crédito. Então, fique atento aos comentários ou mensagens em seu perfil com possibilidades de empréstimos por terceiros. Procure tirar dúvidas nos canais oficiais: site, chat do aplicativo ou nos telefones de contato.

6. Não colocar dados pessoais em comentários nas redes sociais

Não deixe dados pessoais expostos como endereço, CPF, RG e telefone em comentários abertos de redes sociais. Fraudadores podem usar as informações e até mesmo ligarem se passando pela empresa. As análises de crédito são feitas por meio de sites oficiais e aplicativos.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Já que o assunto é finanças, veja a evolução dos meios de pagamento:

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;