Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 11 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

José Augusto e Filippi têm reforços no fim da campanha


Karen Camacho
e Juliana Finardi
Da Redaçao

27/10/2000 | 00:44


No último dia permitido pela Justiça Eleitoral para realizaçao de comícios, os candidatos de Diadema, José de Filippi Jr. (PT) e José Augusto da Silva Ramos (PPS) comandaram eventos quinta à noite. Cada um recorreu aos reforços de nomes de seus partidos na regiao e também de representaçao nacional.

Filippi levou ao seu comício o presidente de honra do PT, Luiz Inácio da Silva, o prefeito de Santo André, Celso Daniel, o prefeito em exercício de Mauá, Márcio Chaves, os deputados federais Jair Meneguelli, Luiz Carlos da Silva, o Luizinho, e Arlindo Chinaglia. O deputado estadual Paulo Frateschi, presidente estadual do PT, o vereador reeleito José Eduardo Cardozo, que teve a maior votaçao em Sao Paulo com mais de 200 mil votos, Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho, que disputou a Prefeitura de Sao Bernardo, além do deputado estadual César Callegari (PSB) e vereadores eleitos de Diadema de vários partidos. Segundo os organizadores, o comício, no bairro Taboao, reuniu cerca de 20 mil pessoas e foi animado pelo grupo de pagode Sensaçao.

Vicentinho pediu para que os eleitores nao se iludissem com "palavras fáceis de quem tenta enganar". "Eu, como nordestino, nao aceito o que o Zé Preá (José Augusto) disse no debate na televisao, de que ele é rude porque é nordestino. Rude é ignorante e nordestino é solidário e guerreiro. Ignorante é ele."

Lula pediu para que os eleitores registrem o número 13 no dia da eleiçao. "Se o PT nao ganhar, a perspectiva de uma boa vida vai ficar difícil." Filippi garantiu que, se eleito, vai fazer "uma cidade melhor". "Diadema vai voltar a brilhar", disse.

Adversário - O candidato do PPS, José Augusto, realizou nesta quinta os últimos três comícios da campanha. No primeiro, que aconteceu no Jardim das Naçoes, José Augusto recebeu o prefeito reeleito de Sao Bernardo, Maurício Soares (PPS), além de vereadores do PSB. Os outros dois comícios aconteceram no Jardim Casa Grande e no bairro Eldorado.

"Estamos às vésperas das eleiçoes e o povo é responsável em escolher o melhor. Muitas vezes a gente vota mal. Já elegemos o Collor e o Pitta. Foram ocasioes em que o povo errou e agora precisa votar bem", disse Maurício.

Para Maurício, um "bom prefeito tem de ter experiência, honestidade e a capacidade e o amor ao trabalho no comando da máquina administrativa".

Maurício aproveitou o discurso e falou, mais uma vez, sobre a personalidade de José Augusto. "Muita gente diz que o Zé nao dá risada. Se as pessoas querem um prefeito que dê risada, vamos eleger um risadinha."

José Augusto disse que o segundo turno lhe trouxe amadurecimento. "A política nao deve se fazer com ódio, mas com amor." O candidato, porém, nao perdeu a oportunidade de criticar o adversário petista. "Eu nunca tinha visto uma campanha tao rica quanto a do adversário. Quando eu assumir, nao terei de pagar nenhuma dívida de campanha", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

José Augusto e Filippi têm reforços no fim da campanha

Karen Camacho
e Juliana Finardi
Da Redaçao

27/10/2000 | 00:44


No último dia permitido pela Justiça Eleitoral para realizaçao de comícios, os candidatos de Diadema, José de Filippi Jr. (PT) e José Augusto da Silva Ramos (PPS) comandaram eventos quinta à noite. Cada um recorreu aos reforços de nomes de seus partidos na regiao e também de representaçao nacional.

Filippi levou ao seu comício o presidente de honra do PT, Luiz Inácio da Silva, o prefeito de Santo André, Celso Daniel, o prefeito em exercício de Mauá, Márcio Chaves, os deputados federais Jair Meneguelli, Luiz Carlos da Silva, o Luizinho, e Arlindo Chinaglia. O deputado estadual Paulo Frateschi, presidente estadual do PT, o vereador reeleito José Eduardo Cardozo, que teve a maior votaçao em Sao Paulo com mais de 200 mil votos, Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho, que disputou a Prefeitura de Sao Bernardo, além do deputado estadual César Callegari (PSB) e vereadores eleitos de Diadema de vários partidos. Segundo os organizadores, o comício, no bairro Taboao, reuniu cerca de 20 mil pessoas e foi animado pelo grupo de pagode Sensaçao.

Vicentinho pediu para que os eleitores nao se iludissem com "palavras fáceis de quem tenta enganar". "Eu, como nordestino, nao aceito o que o Zé Preá (José Augusto) disse no debate na televisao, de que ele é rude porque é nordestino. Rude é ignorante e nordestino é solidário e guerreiro. Ignorante é ele."

Lula pediu para que os eleitores registrem o número 13 no dia da eleiçao. "Se o PT nao ganhar, a perspectiva de uma boa vida vai ficar difícil." Filippi garantiu que, se eleito, vai fazer "uma cidade melhor". "Diadema vai voltar a brilhar", disse.

Adversário - O candidato do PPS, José Augusto, realizou nesta quinta os últimos três comícios da campanha. No primeiro, que aconteceu no Jardim das Naçoes, José Augusto recebeu o prefeito reeleito de Sao Bernardo, Maurício Soares (PPS), além de vereadores do PSB. Os outros dois comícios aconteceram no Jardim Casa Grande e no bairro Eldorado.

"Estamos às vésperas das eleiçoes e o povo é responsável em escolher o melhor. Muitas vezes a gente vota mal. Já elegemos o Collor e o Pitta. Foram ocasioes em que o povo errou e agora precisa votar bem", disse Maurício.

Para Maurício, um "bom prefeito tem de ter experiência, honestidade e a capacidade e o amor ao trabalho no comando da máquina administrativa".

Maurício aproveitou o discurso e falou, mais uma vez, sobre a personalidade de José Augusto. "Muita gente diz que o Zé nao dá risada. Se as pessoas querem um prefeito que dê risada, vamos eleger um risadinha."

José Augusto disse que o segundo turno lhe trouxe amadurecimento. "A política nao deve se fazer com ódio, mas com amor." O candidato, porém, nao perdeu a oportunidade de criticar o adversário petista. "Eu nunca tinha visto uma campanha tao rica quanto a do adversário. Quando eu assumir, nao terei de pagar nenhuma dívida de campanha", disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;