Fechar
Publicidade

Sábado, 12 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Abatido, Tigre é dominado pela Lusa e cai na semifinal

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

São Bernardo FC perde por 3 a 0, no Canindé, em noite de homenagens a Marcelo Veiga


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

16/12/2020 | 22:54


O São Bernardo FC teve na noite desta quarta-feira, 16, sua primeira derrota na Copa Paulista. Justamente no momento em que não podia, acabou dominado e superado pela Portuguesa, por 3 a 0, e se despede do torneio a um passo da final. O abatimento pela morte do técnico Marcelo Veiga, na antevéspera, vítima da Covid-19, foi nítido. O intuito era honrar o espírito guerreiro do treinador e, só por entrar em campo ainda de luto e batalhar até o fim por pelo menos um gol, o time são-bernardense obteve êxito. Entretanto, com o resultado, fica para o próximo ano a tentativa de recuperar espaço no cenário nacional. Pela segunda vez no ano, o Tigre cai numa semifinal – assim como na Série A-2 –, após realizar grande campanha. Já a Lusa vai enfrentar o Marília na decisão, com o primeiro jogo no Interior e a grande final na Capital.

Antes de a bola rolar, série de homenagens para Marcelo Veiga. No vestiário do São Bernardo FC, um altar com uma foto do comandante. O Tigre optou por utilizar seu terceiro fardamento, todo preto, e os jogadores levaram às costas o nome do treinador. Além disso, em companhia da filha do técnico, Thamires, foram a campo carregando faixa com a inscrição “Para Sempre Veiga”.

Entretanto, quando parecia tudo pronto para a bola rolar, uma das torres de iluminação do Canindé não acendeu e a partida atrasou 48 minutos para ser iniciada. Quando a situação foi devidamente resolvida, os times se alinharam, um minuto de silêncio foi respeitado antes de a bola rolar e, quanto soou o apito, a Portuguesa partiu para cima, quando ocorreu outro apagão, desta vez no time são-bernardense. Logo aos dois minutos, Diego Jussani cobrou falta e obrigou Gabriel Gasparotto a importante desvio. Aos três, Maykinho infiltrou pela esquerda, cruzou rasteiro, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro do Tigre.

A Lusa queria mais e, aos seis, Geovani fez grande jogada individual, dando trabalho a Gabriel Gasparotto. Aos dez, novamente Geovani carregou e chutou; o goleiro do São Bernardo FC deu rebote e Adilson Bahia apareceu para mandar às redes: 2 a 0. Daí em diante a equipe da casa administrou, enquanto para o Tigre faltava sempre um toque final para a bola entrar.

Na etapa final, Sérgio Ricardo colocou o São Bernardo FC para frente, mas nada de a redonda encontrar as redes. Aos três, Pará cobrou falta e quase diminuiu. O time teve ainda outras cinco chances claras. Do outro lado, porém, Geovani fez mais uma grande jogada, abriu espaço e mandou no canto de Gasparotto: 3 a 0. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;