Cultura & Lazer

Cineasta japonês Seijun Suzuki ganha homenagem na Capital


Referência para nomes como Jim Jarmusch e Quentin Tarantino e trabalho marcado por sua estética surrealista e tom humorístico, o cineasta japonês Seijun Suzuki (1923-2017) ganha homenagem em São Paulo por meio de retrospectiva realizada pelo Instituto Moreira Salles (Avenida Paulista, 2.424).

A mostra começa amanhã, a partir das 19h, e segue até dia 9 de fevereiro. Serão exibidos ao longo do período 17 filmes. Não há cobrança de ingresso, mas é necessário pegar senha uma hora antes da exibição de cada obra.

E quem abre a programação é Portal da Carne (1964), seguido por Mire na Viatura (1960), com exibição marcada para 21h15. Quarta é a vez de Fera Adormecida e Tudo Vai Mal, ambos de 1960. A seleção traz ainda os dois últimos filmes de Suzuki, Pistol Ópera (2001) e Princesa Guaxinim (2005). A programação completa pode ser conferida no site www.ims.com.br.

Comentários


Veja Também


Voltar