Cultura & Lazer

Cineasta de Diadema é premiado no Exterior e em Minas Gerais


Cineasta de Diadema, Marcelo Felipe Sampaio dá outro salto na carreira. Ele faturou duas premiações, uma nacional e outra no Exterior.

Com o documentário La Plata Yvyguy – Enterros e Guardados, obra cuja direção é assinada junto de Paulo Alvarenga, ganhou prêmios por melhor filme e melhor montagem de documentário no festival Offcine 2019, realizado em Varginha, Minas Gerais.

Outro filme de Sampaio que se deu bem é Eldorado – Mengele Vivo ou Morto?. O longa coloca no currículo prêmio de melhor documentário, adquirido no Hollywood Sun Awards, em Los Angeles, Estados Unidos. “A gente pensa em apenas ser classificado. E quando vem o prêmio ficamos surpresos, porque concorremos com gente do mundo inteiro”, diz o cineasta. A obra, que levou 14 anos para ficar pronta, conta da passagem do nazista Josef Mengele (1911-1979) por Diadema.

“Essas premiações são de importância grande, não só para mim, mas para toda equipe que participou de ambas as obras. São prêmios não só para Diadema, mas para o cinema do Grande ABC. O que eu quero é que sirva de referência para inspirar novos cineastas da nossa região”, diz o diretor. 

Comentários


Veja Também


Cineasta de Diadema é premiado no Exterior e em Minas Gerais

Cineasta de Diadema, Marcelo Felipe Sampaio dá outro salto na carreira. Ele faturou duas premiações, uma nacional e outra no Exterior.

Com o documentário La Plata Yvyguy – Enterros e Guardados, obra cuja direção é assinada junto de Paulo Alvarenga, ganhou prêmios por melhor filme e melhor...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar