Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Choque de trens deixa três mortos e 34 feridos em Tóquio


Do Diário do Grande ABC

08/03/2000 | 11:27


Dois trens do metrô de Tóquio, que levavam mais de 1.500 passageiros na hora do rush, chocaram-se depois que houve o descarrilamento de uma das composiçoes, deixando três mortos e cerca de 34 feridos. Os mortos seriam uma mulher de 20 anos e dois homens de 37 e 50 anos aproximadamente.

Um trem com 240 passageiros descarrilou parcialmente ao chegar perto da estaçao, depois de sair do túnel. O último vagao, fora dos trilhos, percorreu ainda cerca de cem metros e bateu de frente num vagao que levava 1.300 pessoas e ia em sentido contrário. O choque rompeu a lataria e despregou os assentos do vagao. Outros dois vagoes do trem que chegava a estaçao sofreram danos consideráveis.

A área do acidente ficou tomada por um cenário com acentos soltos e ferro retorcido. Dois dos feridos foram levados para o hospital em estado crítico depois do acidente, por volta das 9h30 da manha ( hora local ), segundo o porta-voz do Corpo de Bombeiros de Tóquio, Fukuo Isozaki.

Um passageiro de cerca de 20 anos disse que ``foi como se todo um lado do trem tivesse rompido''.

``Ouvi um tremendo rangido metálico e entao todo o trem sacudiu terrivelmente'', disse o empresário Toshio Murata, 56 anos.

O chefe da Teito Rapid Transit Authority, Kiyohsi Terashima, que administra as principais linhas de metrô de Tóquio, pediu desculpas às vítimas da tragédia.

``Apresento às vítimas minhas desculpas do fundo do coraçao. Nossa companhia e o ministério dos Transportes farao tudo o que puderem para esclarecer as causas do acidente''. Terashima garantiu que a companhia estava ``disposta a tomar medidas sinceras em favor das vítimas'', mas nao deu mais detalhes.

O primeiro ministro Keizo Obuchi disse que, ao contrário das informaçoes iniciais das equipes de salvamento, o acidente nao foi provocado por uma explosao. Ele ordenou uma investigaçao profunda para esclarecer as causas do acidente. A polícia informou que o trem que descarrilou foi inspecionado em janeiro e parecia em perfeitas condiçoes.

O acidente aconteceu em uma das linhas mais utilizadas da capital, a Hibiya, que passa por os ministérios do bairro de Kasumigaseki. Transporta uma média de 1,15 milhoes de passageiros por dia. Os trens circulam a cada dez minutos, e a cada 30 segundos nas horas de pico.

Este é o mais grave acidente ferroviário no Japao desde que 42 pessoas morreram na regiao de Shiga (oeste) em maio de 1991. A rede de metrô de Tóquio, que reúne linhas públicas e privadas, tem excelente reputaçao pela pontualidade, limpeza e segurança.

O metrô de Tóquio, que é considerado um dos mais seguros do mundo e é o principal meio de transporte de milhoes de habitantes dos subúrbios, que nao podem usar carros porque a capital nao tem espaço físico para armazenar uma quantidade muito grande de veículos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;