Fechar
Publicidade

Domingo, 12 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ramalhão traz mais dois do Paraná

Maringá FC/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Zagueiro Ícaro e volante Fabrício atuaram no Maringá com técnico Fernando Marchiori


Dérek Bittencourt

29/11/2018 | 07:00


O Esporte Clube Santo André vai ter um sotaque sulista na temporada 2019. Isso porque mais dois ex-jogadores do futebol paranaense foram anunciados como reforços do time para o Campeonato Paulista da Série A-2. Também por indicação do técnico Fernando Marchiori, chegaram o zagueiro Ícaro Cosmo e o volante Fabrício Rodrigues. Ambos trabalharam com o treinador no Maringá. Ou seja, agora são sete os atletas oriundos da Zebra maringaense – antes, chegaram o goleiro Matheus Nogueira, os laterais Denis Neves, Adriano e Rhuan e o atacante Victor Sapo (entretanto, nem todos atuaram simultaneamente).

Mas na visão do comandante ramalhino, existem argumentos que justificam este método adotado pelo clube nas contratações. “Estamos começando (a pré-temporada) mais tarde do que muitas equipes (inicia no sábado), então no que isso ajuda: encurta o tempo de entrosamento. Os atletas conhecem nossa filosofia, nossa metodologia. É nisso que pensamos: minimizar nossa margem de erro ao máximo”, explicou Marchiori. “Jogadores que são bons, muitos que de repente não tiveram oportunidade no Estado de São Paulo, mas todos são qualificados, têm boas passagens em nível nacional, em grandes clubes, o que ajuda bastante. Então, estamos lutando para minimizar o tempo de iniciar a pré-temporada um pouco mais tarde e dentro das nossas possibilidades orçamentárias fazer as coisas acontecerem”, emendou o treinador.

Outro fator que vem influenciando nas buscas andreenses no mercado é o financeiro. “Não adianta dar passo maior do que a perna. A grande realidade é termos a condição e o entendimento de que hoje são essas as nossas condições e, dentro delas – sem demérito algum –, possamos montar nossa equipe.”

Dos reforços anunciados ontem, Ícaro Cosmo tem 25 anos e, além do Maringá, soma passagens por Londrina e Coritiba. Já Fabrício Rodrigues estava no Crac-GO, mas antes defendeu Uberaba-MG, 7 de Setembro-MS, Cuiabá, Audax Rio, Atlético-BA, União Rondonópolis-MT, Taubaté, Paulista, Marília e passou quatro temporadas no futebol sul-africano (onde vestiu as camisas do Bidvest Wits e do Vasco da Gama). Ele iniciou a carreira na base do São Paulo.

O Santo André estreia na Série A-2 do Paulista no dia 20 de janeiro, contra o Rio Claro, no Interior. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ramalhão traz mais dois do Paraná

Zagueiro Ícaro e volante Fabrício atuaram no Maringá com técnico Fernando Marchiori

Dérek Bittencourt

29/11/2018 | 07:00


O Esporte Clube Santo André vai ter um sotaque sulista na temporada 2019. Isso porque mais dois ex-jogadores do futebol paranaense foram anunciados como reforços do time para o Campeonato Paulista da Série A-2. Também por indicação do técnico Fernando Marchiori, chegaram o zagueiro Ícaro Cosmo e o volante Fabrício Rodrigues. Ambos trabalharam com o treinador no Maringá. Ou seja, agora são sete os atletas oriundos da Zebra maringaense – antes, chegaram o goleiro Matheus Nogueira, os laterais Denis Neves, Adriano e Rhuan e o atacante Victor Sapo (entretanto, nem todos atuaram simultaneamente).

Mas na visão do comandante ramalhino, existem argumentos que justificam este método adotado pelo clube nas contratações. “Estamos começando (a pré-temporada) mais tarde do que muitas equipes (inicia no sábado), então no que isso ajuda: encurta o tempo de entrosamento. Os atletas conhecem nossa filosofia, nossa metodologia. É nisso que pensamos: minimizar nossa margem de erro ao máximo”, explicou Marchiori. “Jogadores que são bons, muitos que de repente não tiveram oportunidade no Estado de São Paulo, mas todos são qualificados, têm boas passagens em nível nacional, em grandes clubes, o que ajuda bastante. Então, estamos lutando para minimizar o tempo de iniciar a pré-temporada um pouco mais tarde e dentro das nossas possibilidades orçamentárias fazer as coisas acontecerem”, emendou o treinador.

Outro fator que vem influenciando nas buscas andreenses no mercado é o financeiro. “Não adianta dar passo maior do que a perna. A grande realidade é termos a condição e o entendimento de que hoje são essas as nossas condições e, dentro delas – sem demérito algum –, possamos montar nossa equipe.”

Dos reforços anunciados ontem, Ícaro Cosmo tem 25 anos e, além do Maringá, soma passagens por Londrina e Coritiba. Já Fabrício Rodrigues estava no Crac-GO, mas antes defendeu Uberaba-MG, 7 de Setembro-MS, Cuiabá, Audax Rio, Atlético-BA, União Rondonópolis-MT, Taubaté, Paulista, Marília e passou quatro temporadas no futebol sul-africano (onde vestiu as camisas do Bidvest Wits e do Vasco da Gama). Ele iniciou a carreira na base do São Paulo.

O Santo André estreia na Série A-2 do Paulista no dia 20 de janeiro, contra o Rio Claro, no Interior. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;