Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

México anuncia retaliação equivalente contra EUA, por tarifas de aço e alumínio



31/05/2018 | 11:44


O governo do México afirmou em comunicado hoje que pretende impor retaliações equivalentes contra os Estados Unidos, após o governo do presidente Donald Trump anunciar que levará adiante a ameaça de impor tarifas contra o aço e o alumínio do Canadá, do México e da União Europeia, a partir desta sexta-feira. "O México já indicou em reiteradas ocasiões que esse tipo de medidas sob o critério da segurança nacional não são adequadas nem justificadas", diz o governo de Enrique Peña Nieto.

Como retaliação, os mexicanos prometeram impor tarifas equivalentes a diversos produtos dos EUA, como aços planos (lâminas quente e fria, incluindo recobertos e tubos diversos), lâmpadas, pernas e paletas de porco, embutidos e preparações alimentícias, maçãs, uvas, mirtilo, diversos queijos, entre outros, até um montante equiparável ao nível afetado. "Esta medida estará em vigor até que o governo dos EUA elimine as tarifas impostas."

O governo mexicano diz que o aço e o alumínio são insumos que contribuem para a competitividade em vários setores estratégicos e altamente integrados na América do Norte, como o automotivo, o aeroespacial, o elétrico e o eletrônico, entre outros. "O México é o principal comprador de alumínio e o segundo de aço dos Estados Unidos", afirma. Segundo o país, a postura americana distorce o comércio internacional. "O México reitera sua abertura ao diálogo construtivo com os EUA, seu apoio ao sistema comercial internacional e o rechaço às medidas protecionistas unilaterais", conclui a nota oficial.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

México anuncia retaliação equivalente contra EUA, por tarifas de aço e alumínio


31/05/2018 | 11:44


O governo do México afirmou em comunicado hoje que pretende impor retaliações equivalentes contra os Estados Unidos, após o governo do presidente Donald Trump anunciar que levará adiante a ameaça de impor tarifas contra o aço e o alumínio do Canadá, do México e da União Europeia, a partir desta sexta-feira. "O México já indicou em reiteradas ocasiões que esse tipo de medidas sob o critério da segurança nacional não são adequadas nem justificadas", diz o governo de Enrique Peña Nieto.

Como retaliação, os mexicanos prometeram impor tarifas equivalentes a diversos produtos dos EUA, como aços planos (lâminas quente e fria, incluindo recobertos e tubos diversos), lâmpadas, pernas e paletas de porco, embutidos e preparações alimentícias, maçãs, uvas, mirtilo, diversos queijos, entre outros, até um montante equiparável ao nível afetado. "Esta medida estará em vigor até que o governo dos EUA elimine as tarifas impostas."

O governo mexicano diz que o aço e o alumínio são insumos que contribuem para a competitividade em vários setores estratégicos e altamente integrados na América do Norte, como o automotivo, o aeroespacial, o elétrico e o eletrônico, entre outros. "O México é o principal comprador de alumínio e o segundo de aço dos Estados Unidos", afirma. Segundo o país, a postura americana distorce o comércio internacional. "O México reitera sua abertura ao diálogo construtivo com os EUA, seu apoio ao sistema comercial internacional e o rechaço às medidas protecionistas unilaterais", conclui a nota oficial.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;