Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Banco do Japão poderá rever previsão de inflação, diz Kuroda



21/10/2016 | 05:14


O presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, disse nesta sexta-feira que o BC japonês poderá repensar sua otimista projeção de inflação para o próximo ano, evidenciando suas dificuldades de encerrar um longo ciclo de preços baixos.

"Já estamos na metade do ano fiscal, mas a taxa de aumento de preços está em território negativo", comentou Kuroda no Parlamento sobre a inflação ao consumidor. Segundo ele, é possível que o BoJ reveja a previsão de que a inflação chegará a 2% no ano fiscal de 2017.

O próximo ano fiscal japonês começará em abril de 2017 e se estenderá até março de 2018.

Kuroda sugeriu ainda estar satisfeito com os efeitos vistos até o momento de uma nova estrutura de política adotada pelo BoJ no mês passado, que estabelece meta de juro zero para os bônus do governo japonês (JGBs) de 10 anos. Desde fevereiro, o BoJ vem impondo também uma taxa de -0,1% sobre alguns depósitos mantidos por bancos comerciais na autoridade monetária.

"Não houve grandes mudanças nas condições econômicas ou de preços desde a decisão de setembro, então acho improvável" que o formato da curva de juros mudará no curto prazo, disse Kuroda.

Os comentários de Kuroda reforçam a percepção de que o BoJ efetivamente abandonou a abordagem anterior de tentar gerar inflação de 2% o mais rapidamente possível.

Nas últimas semanas, analistas de mercados vêm prevendo que o BoJ não deverá adotar novas medidas em sua próxima reunião de política monetária, marcada para 31 de outubro e 1º de novembro. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Banco do Japão poderá rever previsão de inflação, diz Kuroda


21/10/2016 | 05:14


O presidente do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), Haruhiko Kuroda, disse nesta sexta-feira que o BC japonês poderá repensar sua otimista projeção de inflação para o próximo ano, evidenciando suas dificuldades de encerrar um longo ciclo de preços baixos.

"Já estamos na metade do ano fiscal, mas a taxa de aumento de preços está em território negativo", comentou Kuroda no Parlamento sobre a inflação ao consumidor. Segundo ele, é possível que o BoJ reveja a previsão de que a inflação chegará a 2% no ano fiscal de 2017.

O próximo ano fiscal japonês começará em abril de 2017 e se estenderá até março de 2018.

Kuroda sugeriu ainda estar satisfeito com os efeitos vistos até o momento de uma nova estrutura de política adotada pelo BoJ no mês passado, que estabelece meta de juro zero para os bônus do governo japonês (JGBs) de 10 anos. Desde fevereiro, o BoJ vem impondo também uma taxa de -0,1% sobre alguns depósitos mantidos por bancos comerciais na autoridade monetária.

"Não houve grandes mudanças nas condições econômicas ou de preços desde a decisão de setembro, então acho improvável" que o formato da curva de juros mudará no curto prazo, disse Kuroda.

Os comentários de Kuroda reforçam a percepção de que o BoJ efetivamente abandonou a abordagem anterior de tentar gerar inflação de 2% o mais rapidamente possível.

Nas últimas semanas, analistas de mercados vêm prevendo que o BoJ não deverá adotar novas medidas em sua próxima reunião de política monetária, marcada para 31 de outubro e 1º de novembro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;