Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

A tradição musical da Vila de São Bernardo


Ademir Medici

21/10/2016 | 07:00


Em 21 de outubro de 1906 – há exatos 110 anos – uma das primeiras bandas de música do Grande ABC, a Sociedade Musical União Beneficente, de São Bernardo, se organizou para esta foto, publicada pelo maestro Gonzalo Luis Labrada em seu livro Memória Musical de São Bernardo, de 1986, dentro da série Cadernos Históricos da Prefeitura.

Labrada conseguiu identificar a maioria dos componentes da banda, os instrumentos que tocavam e a profissão que exerciam, conforme a listagem que se segue:

Pinchiari, clarinete, pedreiro.

Leone Angeli, o ‘Leone Venessia’, trombone, extração de carvão.

Gaschler, bombo.

Flaminio de Oliveira, trombone, farmacêutico.

Francisco Bassani, comerciante.

Francisco Perigo, trabalhava na fábrica de charutos da Vila de São Bernardo.

Alexandre Negri, pistão, agricultor.

Arduino Gerbello, tuba, comerciante.

Germano Prugner.

Elizario Filho, filho de Benedito Elizario, clarinetista, contador.

Armandinho, pistão.

José Zaia, sax horn (ou: saxotrompa, sax-trompa), agricultor.

Raimundo Aguiar, pistão, sapateiro.

José Campi, harmonia, comerciante.

José Coleone, fiscal da Prefeitura.

Paulo Pessotti, trombone, agricultor.

José Farina, clarinete, fábrica de charutos e fábrica de seda.

Giacomo Boff, harmonia, agricultor.

Primo Modolin, clarinete, construtor.

Mariano Rocco, trombone, agricultor.

Adelelmo Setti, bombardino.

Guido Canali, bombardino, ferreiro de cavalos.

MUSICALIDADE

Gonzalo Luís Labrada cita outras duas bandas, anteriores à União Beneficente: a Catapreta e Os Dois Pretinhos. Em 1912 nasce a Banda Musical Progresso, do maestro e alfaiate Vitório Fantinatti.

As quatro bandas não tiveram vida longa. Foram ficando pelo caminho. Vários dos primeiros músicos que as compunham se reuniram para formar, em 1924, a Corporação Musical Carlos Gomes, que caminha para o seu primeiro centenário em 2024, mas que não tem um roteiro regular de apresentações, diferentemente da Lira de Santo André, que no próximo ano chegará ao seu centenário em plena e regular atividade.

Notas

Do livro do Labrada

O maestro da Sociedade Musical União Beneficente se chamava Benedito Firmo de Lima. Era secretário da Prefeitura de São Bernardo.

Gashler saia pelas ruas, durante a madrugada, acordando todos os músicos para os eventos religiosos.

Armandinho, excelente pistonista de São Paulo. Vinha para reforçar a banda.

Adelelmo Setti foi precursor do transporte coletivo na região, com uma frota de tilboris.

Diário há 30 anos

Terça-feira, 21 de outubro de 1986 – ano 29, edição 6269

Manchete – Governo não vai taxar 13º salário

Religiosidade – Milhares de pessoas participaram domingo da festa de reinauguração do Santuário Nacional de Umbanda, no Parque do Pedroso, em Santo André.

Em 21 de outubro de...

1812 – Criada a Freguesia de Nossa Senhora da Conceição, em São Bernardo, que abrangia todo o Grande ABC.

1916 – O juiz federal julga procedente a ação ordinária proposta por Joaquim Branco, ex-coletor federal em São Bernardo, contra a Fazenda Nacional, anulando o ato do ministro da Fazenda que o demitiu daquele cargo.

A guerra. Do noticiário do Correio Paulistano: a Alemanha está desgostosa com a Noruega, por causa da decisão deste país sobre os submarinos.

2011 – Abertos os festejos do bicentenário da Paróquia da Boa Viagem, a Matriz de São Bernardo; realizada a solenidade de dedicação do altar e da igreja, em ato presidido por dom Nelson Westrupp, bispo diocesano.

Nota – O pároco da Boa Viagem, padre Giuseppe Bortolato, em suas pesquisas, descobriu que a Matriz da Boa Viagem ainda não havia sido dedicada ao Senhor, formal e solenemente, cumprindo antiquíssimo costume.

Hoje

Dia do Contato Publicitário

Dia Nacional da Valorização da Família

Santos do Dia

Ursula (Inglaterra 362 – Alemanha 383). Suas damas de companhia foram assassinadas por bárbaros e pagãos. Ela, por Átila, rei dos hunos, que a queria como mulher e ela jurou fidelidade a Jesus Cristo.

Celina

Dásio

Municípios Brasileiros

Celebram seus aniversários em 21 de outubro:

Na Paraíba, Alagoa Grande.

No Maranhão, Amarante do Maranhão e São Benedito do Rio Preto.

Em Goiás, Caldas Novas e São Luís de Montes Belos.

No Ceará, Cedro e Tarrafas.

No Rio Grande do Norte, Rafael Fernandes.

Em Sergipe, São Domingos.

No Paraná, São José da Boa Vista.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

A tradição musical da Vila de São Bernardo

Ademir Medici

21/10/2016 | 07:00


Em 21 de outubro de 1906 – há exatos 110 anos – uma das primeiras bandas de música do Grande ABC, a Sociedade Musical União Beneficente, de São Bernardo, se organizou para esta foto, publicada pelo maestro Gonzalo Luis Labrada em seu livro Memória Musical de São Bernardo, de 1986, dentro da série Cadernos Históricos da Prefeitura.

Labrada conseguiu identificar a maioria dos componentes da banda, os instrumentos que tocavam e a profissão que exerciam, conforme a listagem que se segue:

Pinchiari, clarinete, pedreiro.

Leone Angeli, o ‘Leone Venessia’, trombone, extração de carvão.

Gaschler, bombo.

Flaminio de Oliveira, trombone, farmacêutico.

Francisco Bassani, comerciante.

Francisco Perigo, trabalhava na fábrica de charutos da Vila de São Bernardo.

Alexandre Negri, pistão, agricultor.

Arduino Gerbello, tuba, comerciante.

Germano Prugner.

Elizario Filho, filho de Benedito Elizario, clarinetista, contador.

Armandinho, pistão.

José Zaia, sax horn (ou: saxotrompa, sax-trompa), agricultor.

Raimundo Aguiar, pistão, sapateiro.

José Campi, harmonia, comerciante.

José Coleone, fiscal da Prefeitura.

Paulo Pessotti, trombone, agricultor.

José Farina, clarinete, fábrica de charutos e fábrica de seda.

Giacomo Boff, harmonia, agricultor.

Primo Modolin, clarinete, construtor.

Mariano Rocco, trombone, agricultor.

Adelelmo Setti, bombardino.

Guido Canali, bombardino, ferreiro de cavalos.

MUSICALIDADE

Gonzalo Luís Labrada cita outras duas bandas, anteriores à União Beneficente: a Catapreta e Os Dois Pretinhos. Em 1912 nasce a Banda Musical Progresso, do maestro e alfaiate Vitório Fantinatti.

As quatro bandas não tiveram vida longa. Foram ficando pelo caminho. Vários dos primeiros músicos que as compunham se reuniram para formar, em 1924, a Corporação Musical Carlos Gomes, que caminha para o seu primeiro centenário em 2024, mas que não tem um roteiro regular de apresentações, diferentemente da Lira de Santo André, que no próximo ano chegará ao seu centenário em plena e regular atividade.

Notas

Do livro do Labrada

O maestro da Sociedade Musical União Beneficente se chamava Benedito Firmo de Lima. Era secretário da Prefeitura de São Bernardo.

Gashler saia pelas ruas, durante a madrugada, acordando todos os músicos para os eventos religiosos.

Armandinho, excelente pistonista de São Paulo. Vinha para reforçar a banda.

Adelelmo Setti foi precursor do transporte coletivo na região, com uma frota de tilboris.

Diário há 30 anos

Terça-feira, 21 de outubro de 1986 – ano 29, edição 6269

Manchete – Governo não vai taxar 13º salário

Religiosidade – Milhares de pessoas participaram domingo da festa de reinauguração do Santuário Nacional de Umbanda, no Parque do Pedroso, em Santo André.

Em 21 de outubro de...

1812 – Criada a Freguesia de Nossa Senhora da Conceição, em São Bernardo, que abrangia todo o Grande ABC.

1916 – O juiz federal julga procedente a ação ordinária proposta por Joaquim Branco, ex-coletor federal em São Bernardo, contra a Fazenda Nacional, anulando o ato do ministro da Fazenda que o demitiu daquele cargo.

A guerra. Do noticiário do Correio Paulistano: a Alemanha está desgostosa com a Noruega, por causa da decisão deste país sobre os submarinos.

2011 – Abertos os festejos do bicentenário da Paróquia da Boa Viagem, a Matriz de São Bernardo; realizada a solenidade de dedicação do altar e da igreja, em ato presidido por dom Nelson Westrupp, bispo diocesano.

Nota – O pároco da Boa Viagem, padre Giuseppe Bortolato, em suas pesquisas, descobriu que a Matriz da Boa Viagem ainda não havia sido dedicada ao Senhor, formal e solenemente, cumprindo antiquíssimo costume.

Hoje

Dia do Contato Publicitário

Dia Nacional da Valorização da Família

Santos do Dia

Ursula (Inglaterra 362 – Alemanha 383). Suas damas de companhia foram assassinadas por bárbaros e pagãos. Ela, por Átila, rei dos hunos, que a queria como mulher e ela jurou fidelidade a Jesus Cristo.

Celina

Dásio

Municípios Brasileiros

Celebram seus aniversários em 21 de outubro:

Na Paraíba, Alagoa Grande.

No Maranhão, Amarante do Maranhão e São Benedito do Rio Preto.

Em Goiás, Caldas Novas e São Luís de Montes Belos.

No Ceará, Cedro e Tarrafas.

No Rio Grande do Norte, Rafael Fernandes.

Em Sergipe, São Domingos.

No Paraná, São José da Boa Vista.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;