Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Escudero vira ídolo no Corinthians

Assunto entre torcedores corintianos é sobre um possível reforço para 2009: o argentino Sérgio Escudero



24/10/2008 | 07:07


O Corinthians está próximo de voltar à Série A - a comemoração já pode ocorrer no sábado, contra o Ceará, no Pacaembu -, mas o assunto de quinta-feira entre os torcedores corintianos foi sobre um possível reforço para 2009: o argentino Sérgio Escudero. Ele foi o autor do gol da vitória do Argentinos Juniors sobre o Palmeiras, pela Copa Sul-Americana, e já virou ídolo, antes mesmo de qualquer acerto para chegar ao Parque São Jorge.

É verdade que a idolatria precoce do zagueiro não foi apenas pelo gol. Ele comemorou subindo no trator do patrocinador do Palmeiras, provocou Léo Lima, acertou um soco Diego Souza e prometeu "acabar com a carreira" de Denílson no jogo da volta, que será disputado na Argentina, no dia 5 de novembro. "Acho que a torcida gostou, não é?", disse, sorrindo, ao ser perguntado sobre o assunto.

Curiosamente, Escudero vinha sendo pretendido pelo Corinthians para jogar como zagueiro, mas se destacou pelo Argentinos Juniors na quarta-feira atuando na ala esquerda, no esquema 3-4-1-2. Com 25 anos e 1,93 metro, ele admite estar negociando com o Timão e diz que as chances de a transferência ser concretizada são de 50%. "Para mim, seria um grande salto na carreira, porque sei do tamanho e da importância do Corinthians no Brasil", discursou o jogador.

 O zagueiro ficou feliz ao receber das mãos de um repórter de tevê uma amisa do Corinthians - a amarela, usada pelo goleiro Felipe, que estava na bolsa de um colecionador que pretendia trocá-la pelo uniforme do Argentinos Juniors no Palestra Itália. "Tomara que eu possa usá-la em breve", disse Escudero. Sobre a briga com os palmeirenses, ele garantiu ter sido provocado e não ter feito "nada de anormal" em campo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Escudero vira ídolo no Corinthians

Assunto entre torcedores corintianos é sobre um possível reforço para 2009: o argentino Sérgio Escudero


24/10/2008 | 07:07


O Corinthians está próximo de voltar à Série A - a comemoração já pode ocorrer no sábado, contra o Ceará, no Pacaembu -, mas o assunto de quinta-feira entre os torcedores corintianos foi sobre um possível reforço para 2009: o argentino Sérgio Escudero. Ele foi o autor do gol da vitória do Argentinos Juniors sobre o Palmeiras, pela Copa Sul-Americana, e já virou ídolo, antes mesmo de qualquer acerto para chegar ao Parque São Jorge.

É verdade que a idolatria precoce do zagueiro não foi apenas pelo gol. Ele comemorou subindo no trator do patrocinador do Palmeiras, provocou Léo Lima, acertou um soco Diego Souza e prometeu "acabar com a carreira" de Denílson no jogo da volta, que será disputado na Argentina, no dia 5 de novembro. "Acho que a torcida gostou, não é?", disse, sorrindo, ao ser perguntado sobre o assunto.

Curiosamente, Escudero vinha sendo pretendido pelo Corinthians para jogar como zagueiro, mas se destacou pelo Argentinos Juniors na quarta-feira atuando na ala esquerda, no esquema 3-4-1-2. Com 25 anos e 1,93 metro, ele admite estar negociando com o Timão e diz que as chances de a transferência ser concretizada são de 50%. "Para mim, seria um grande salto na carreira, porque sei do tamanho e da importância do Corinthians no Brasil", discursou o jogador.

 O zagueiro ficou feliz ao receber das mãos de um repórter de tevê uma amisa do Corinthians - a amarela, usada pelo goleiro Felipe, que estava na bolsa de um colecionador que pretendia trocá-la pelo uniforme do Argentinos Juniors no Palestra Itália. "Tomara que eu possa usá-la em breve", disse Escudero. Sobre a briga com os palmeirenses, ele garantiu ter sido provocado e não ter feito "nada de anormal" em campo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;