Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

IPTU será reajustado pelo índice de inflação

Andréa Iseki/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cynthia Tavares
do Diário do Grande ABC

23/11/2011 | 07:00


Os carnês de IPTU dos moradores do Grande ABC não devem sofrer reajuste acima dos índices de inflação no ano que vem. Os boletos para efetuar o pagamento do tributo começam a ser enviados em janeiro pelas prefeituras.

Em levantamento feito pela equipe do Diário, São Caetano declarou que tem realizado estudos e ainda não sabe se irá mudar o valor. Mas corriqueiramente reajuste pelo percentual inflacionário. Somente Mauá não respondeu os questionamentos.

Com isso, a previsão é que o imposto nas sete cidades sofra reajuste em torno de 6,5% - projeção da inflação deste ano divulgada pelo Banco Central.

Durante marcha de prefeitos, na segunda-feira, o chefe do Executivo de Diadema, Mário Reali (PT), afirmou que enviará projeto de lei ao Legislativo para garantir autorização do imposto no município.

Desde que assumiu o Paço de Santo André, o prefeito Aidan Ravin (PTB) não aplicou reajuste. "O controle apurado das finanças municipais é o que nos permite manter o valor do imposto, evitando onerar os munícipes", analisou o petebista.

Grande parte da arrecadação das Prefeituras vem do pagamento do IPTU. Entre janeiro e maio deste ano, 19% da arrecadação em Santo André foi oriunda do imposto residencial. No ano passado, o IPTU representou 14% da receita. É quase o dobro do que a administração recebeu referente ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (8%).

Por conta disso, não são poucos os benefícios para quem quita sua dívida tributária numa única parcela. Santo André, no ano que vem, pretende conceder desconto de 15% em pagamentos à vista.

São Bernardo definirá o resjuste no mês que vem, mas ficará no percentual da inflação. A Prefeitura implantou programa que irá devolver 20% do valor do Imposto Sobre Serviços cobrado dos prestadores de serviço em créditos para abater até 50% no valor do IPTU. Rio Grande da Serra também reajustará o imposto sem aumento real.

Ribeirão Pires reajustará o tributo com base no IPC-Fipe/USP, índice que será definido no fim do ano. Em 2010, alterações no valor do IPTU causaram derrota do prefeito Clóvis Volpi (PV) no Legislativo. O verde encaminhou projeto que previa aumento direto de 40% no valor do metro quadrado de construção e 20% de acréscimo na Planta Genérica de Valores, ponto usado para calcular o imposto. Os parlamentares rejeitaram a matéria.

Caso fosse aprovado, esse seria o segundo aumento consecutivo na cidade. Em 2010, a PGV foi aumentada de 25% a 70%. Desde que assumiu em 2005, o reajuste no IPTU de Ribeirão Pires foi de 83,64%.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

IPTU será reajustado pelo índice de inflação

Cynthia Tavares
do Diário do Grande ABC

23/11/2011 | 07:00


Os carnês de IPTU dos moradores do Grande ABC não devem sofrer reajuste acima dos índices de inflação no ano que vem. Os boletos para efetuar o pagamento do tributo começam a ser enviados em janeiro pelas prefeituras.

Em levantamento feito pela equipe do Diário, São Caetano declarou que tem realizado estudos e ainda não sabe se irá mudar o valor. Mas corriqueiramente reajuste pelo percentual inflacionário. Somente Mauá não respondeu os questionamentos.

Com isso, a previsão é que o imposto nas sete cidades sofra reajuste em torno de 6,5% - projeção da inflação deste ano divulgada pelo Banco Central.

Durante marcha de prefeitos, na segunda-feira, o chefe do Executivo de Diadema, Mário Reali (PT), afirmou que enviará projeto de lei ao Legislativo para garantir autorização do imposto no município.

Desde que assumiu o Paço de Santo André, o prefeito Aidan Ravin (PTB) não aplicou reajuste. "O controle apurado das finanças municipais é o que nos permite manter o valor do imposto, evitando onerar os munícipes", analisou o petebista.

Grande parte da arrecadação das Prefeituras vem do pagamento do IPTU. Entre janeiro e maio deste ano, 19% da arrecadação em Santo André foi oriunda do imposto residencial. No ano passado, o IPTU representou 14% da receita. É quase o dobro do que a administração recebeu referente ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (8%).

Por conta disso, não são poucos os benefícios para quem quita sua dívida tributária numa única parcela. Santo André, no ano que vem, pretende conceder desconto de 15% em pagamentos à vista.

São Bernardo definirá o resjuste no mês que vem, mas ficará no percentual da inflação. A Prefeitura implantou programa que irá devolver 20% do valor do Imposto Sobre Serviços cobrado dos prestadores de serviço em créditos para abater até 50% no valor do IPTU. Rio Grande da Serra também reajustará o imposto sem aumento real.

Ribeirão Pires reajustará o tributo com base no IPC-Fipe/USP, índice que será definido no fim do ano. Em 2010, alterações no valor do IPTU causaram derrota do prefeito Clóvis Volpi (PV) no Legislativo. O verde encaminhou projeto que previa aumento direto de 40% no valor do metro quadrado de construção e 20% de acréscimo na Planta Genérica de Valores, ponto usado para calcular o imposto. Os parlamentares rejeitaram a matéria.

Caso fosse aprovado, esse seria o segundo aumento consecutivo na cidade. Em 2010, a PGV foi aumentada de 25% a 70%. Desde que assumiu em 2005, o reajuste no IPTU de Ribeirão Pires foi de 83,64%.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;