Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Procurador-geral diz que MP de S.Paulo irá cortar supersalários



27/03/2006 | 07:58


Rodrigo César Rebello Pinho, reeleito procurador-geral de Justiça de São Paulo, afirmou que vai acatar imediatamente decisão do Conselho Nacional do Ministério Público acerca da fixação do teto de vencimentos dos promotores e procuradores. Recente julgamento do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu que é de R$ 22,1 mil o maior holerite do funcionalismo nos Estados. Pinho ganha R$ 22.115 de salário, mais R$ 1,2 mil de verba de representação, somando R$ 23,3 mil. Terá de dar o exemplo e iniciar os cortes a partir do seu contracheque. Vários de seus colegas ganham muito acima do teto.

Os vencimentos extraordinários são uma tradição no Judiciário e no MP. Holerites privilegiados foram construídos ao longo dos anos, com base em leis sob encomenda e decisões judiciais. Os promotores ganham bem abaixo do teto, mas parte dos procuradores estaduais – topo da carreira – fica muito acima do limite que o STF aplicou. Pelo menos dois procuradores paulistas recebem R$ 45 mil cada. Nunca o MP se insurgiu contra os supersalários da casa.

Rodrigo Pinho alcançou vitória histórica nas eleições do MP, com a mais expressiva votação já conferida a um candidato a procurador-geral desde 1988, quando a classe começou a escolher seu chefe. A recondução de Pinho ao posto de mandatário máximo do MP ainda depende do aval do governador Geraldo Alckmin.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;