Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 15 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Nas últimas 24h, houve 9 vezes mais casos de coronavírus fora da China, diz OMS



02/03/2020 | 13:41


A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que, nas últimas 24 horas, a China registrou 206 diagnósticos de coronavírus, menor número de novos casos desde 22 de janeiro, dos quais apenas oito foram fora da província de Hubei. "Número de casos de coronavírus na China continua a cair", revelou o diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva em Genebra, na Suíça.

Segundo a Organização, desde o domingo, 1º de março, houve nove vezes mais registros da doença no resto do mundo do que em território chinês.

Até agora, além da China, 61 países tiveram 8.738 casos - metade das quais na Coreia do Sul -, com 127 mortes .

"As epidemias na Coreia do Sul, Itália, Irã e Japão são nossas maiores preocupações", disse Tredos.

Mesmo assim, no geral, entre as 88.913 pessoas infectadas com o vírus, 90% estão no país asiático. Além disso, mais de 130 nações não registraram a enfermidade.

Por isso, a OMS ainda não classificou o surto como uma pandemia.

"Não hesitaremos em chamar o coronavírus de pandemia se as evidências apontarem para isso", garantiu o diretor-geral, acrescentando que a contenção é possível em todos os países.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nas últimas 24h, houve 9 vezes mais casos de coronavírus fora da China, diz OMS


02/03/2020 | 13:41


A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que, nas últimas 24 horas, a China registrou 206 diagnósticos de coronavírus, menor número de novos casos desde 22 de janeiro, dos quais apenas oito foram fora da província de Hubei. "Número de casos de coronavírus na China continua a cair", revelou o diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva em Genebra, na Suíça.

Segundo a Organização, desde o domingo, 1º de março, houve nove vezes mais registros da doença no resto do mundo do que em território chinês.

Até agora, além da China, 61 países tiveram 8.738 casos - metade das quais na Coreia do Sul -, com 127 mortes .

"As epidemias na Coreia do Sul, Itália, Irã e Japão são nossas maiores preocupações", disse Tredos.

Mesmo assim, no geral, entre as 88.913 pessoas infectadas com o vírus, 90% estão no país asiático. Além disso, mais de 130 nações não registraram a enfermidade.

Por isso, a OMS ainda não classificou o surto como uma pandemia.

"Não hesitaremos em chamar o coronavírus de pandemia se as evidências apontarem para isso", garantiu o diretor-geral, acrescentando que a contenção é possível em todos os países.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;