Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Timão confia em Ronaldo no Pacaembu para ir à final

Equipe pega Vasco atrás da decisão da Copa do Brasil; empate sem gols basta para classificar Corinthians


André Battistini
Especial para o Diário

03/06/2009 | 07:00


O Corinthians enfrenta o Vasco hoje (globo e Bandeirantes), às 21h50, no Pacaembu, em busca da segunda final seguida e a quinta na história da Copa do Brasil.

Após o empate em 1 a 1 no Maracanã, o Timão depende de empate sem gols para chegar à decisão e aposta na volta de Ronaldo e na força da torcida, que na manhã de ontem já havia esgotado os 35 mil ingressos colocados à venda.

O técnico Mano Menezes perdeu ontem um jogador para a partida. O meia Morais, que sentiu o joelho direito no fim do clássico contra o Santos, realizou ressonância magnética, que detectou lesão no ligamento colateral medial. Assim, o atleta ficará de fora de três a quatro semanas e talvez não vista mais a camisa do clube, já que seu empréstimo termina no dia 30 e o Corinthians não definiu a compra. A diretoria do Vasco pede US$ 3 milhões (cerca de R$ 6 mi) para liberá-lo.

A equipe também não poderá contar com o lateral-esquerdo André Santos, que está com a seleção, e o atacante Jorge Henrique, que sofreu fisgada na coxa direita na primeira partida semifinal, é dúvida.

Mano não definiu o substituto de André Santos, mas Wellington Saci treinou entre os titulares e sai na frente na disputa com os garotos Bruno Bertucci e Diego.

A volta de Ronaldo é o grande destaque da partida. O atacante, que não jogou nas últimas três partidas e não marca há quase um mês, reconheceu que não está totalmente recuperado fisicamente. "Não estou 100%, como estava antes da lesão. Mas estou bem e com muita saudade de fazer gols", afirmou o Fenômeno.

No Vasco, o técnico Dorival Júnior não fez mistérios. O time será o mesmo dos últimos jogos, com Léo Lima, que era dúvida, iniciando como titular.

"O Corinthians é uma das três melhores equipes do Brasil. É um time quase completo. Vamos precisar de um poder de superação muito grande", declarou Dorival, jogando todo favoritismo para o lado corintiano.

(Supervisão Angelo Verotti)

(com Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Timão confia em Ronaldo no Pacaembu para ir à final

Equipe pega Vasco atrás da decisão da Copa do Brasil; empate sem gols basta para classificar Corinthians

André Battistini
Especial para o Diário

03/06/2009 | 07:00


O Corinthians enfrenta o Vasco hoje (globo e Bandeirantes), às 21h50, no Pacaembu, em busca da segunda final seguida e a quinta na história da Copa do Brasil.

Após o empate em 1 a 1 no Maracanã, o Timão depende de empate sem gols para chegar à decisão e aposta na volta de Ronaldo e na força da torcida, que na manhã de ontem já havia esgotado os 35 mil ingressos colocados à venda.

O técnico Mano Menezes perdeu ontem um jogador para a partida. O meia Morais, que sentiu o joelho direito no fim do clássico contra o Santos, realizou ressonância magnética, que detectou lesão no ligamento colateral medial. Assim, o atleta ficará de fora de três a quatro semanas e talvez não vista mais a camisa do clube, já que seu empréstimo termina no dia 30 e o Corinthians não definiu a compra. A diretoria do Vasco pede US$ 3 milhões (cerca de R$ 6 mi) para liberá-lo.

A equipe também não poderá contar com o lateral-esquerdo André Santos, que está com a seleção, e o atacante Jorge Henrique, que sofreu fisgada na coxa direita na primeira partida semifinal, é dúvida.

Mano não definiu o substituto de André Santos, mas Wellington Saci treinou entre os titulares e sai na frente na disputa com os garotos Bruno Bertucci e Diego.

A volta de Ronaldo é o grande destaque da partida. O atacante, que não jogou nas últimas três partidas e não marca há quase um mês, reconheceu que não está totalmente recuperado fisicamente. "Não estou 100%, como estava antes da lesão. Mas estou bem e com muita saudade de fazer gols", afirmou o Fenômeno.

No Vasco, o técnico Dorival Júnior não fez mistérios. O time será o mesmo dos últimos jogos, com Léo Lima, que era dúvida, iniciando como titular.

"O Corinthians é uma das três melhores equipes do Brasil. É um time quase completo. Vamos precisar de um poder de superação muito grande", declarou Dorival, jogando todo favoritismo para o lado corintiano.

(Supervisão Angelo Verotti)

(com Agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;