Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Caetano quer ampliar sistema de drenagem urbana

Andréa Iseki/17.09.2013/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cidade conta com 95 quilômetros de rede para escoar água da chuva


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

02/11/2013 | 07:00


São Caetano precisa ampliar o sistema de drenagem urbana para enfrentar o período das cheias sem os tradicionais transtornos à população causados pelos alagamentos. Segundo o diretor do DAE (Departamento de Água e Esgoto), Welington Kalil, o município conta atualmente com 95 quilômetros de rede de drenagem, no entanto, seria necessário dobrar este número e alcançar pelo menos 200 quilômetros de rede.

A drenagem urbana consiste no escoamento da água da chuva. A viabilização das obras ainda depende de projeto e planejamento, explica Kalil. “É um sistema extremamente caro e, com certeza, com recurso próprio não conseguimos. Estamos preparando projetos para pleitear verbas federais para a área.”

Por se tratar de obra complexa e que gera impactos à população, como na mobilidade urbana, por exemplo, o diretor do DAE acredita que os trabalhos devam ser executados a longo prazo. “Acredito que serão oito anos de obras, porque demanda planejamento e coordenação com as demais secretarias.”

CONSCIENTIZAÇÃO

Enquanto não tem verba para executar a ampliação da rede de drenagem municipal, a Prefeitura investe em campanha voltada à conscientização dos moradores para evitar o descarte de resíduos nas bocas de lobo.

Denominada Arte Deságua nas Ruas, a ação prevê que 25 bocas de lobo de 15 bairros sejam grafitadas com desenhos que chamem atenção para problema identificado pelo DAE (Departamento de Água e Esgoto): 90% das causas de alagamentos pontuais na cidade ocorrem devido ao entupimento das bocas de lobo, como o Diário anunciou na edição de ontem.

Pela manhã, o prefeito Paulo Pinheiro (PMDB) acompanhou os trabalhos dos grafiteiros da Comjuv (Coordenadoria Municipal de Cultura). Bem-humorado, ele aproveitou para dar seu toque na arte desenvolvida pela dupla Yuri Sapucaia e William Raffa em uma boca de lobo localizada na Avenida Goiás, altura do número 600. “É a nossa parcela de contribuição para ajudar a população”, destaca. A ação integra segunda fase da campanha Boca de Lobo Não Come Lixo, iniciada no dia 25 e que segue até o dia 18.

PISCINÃO

Outra ação considerada necessária para evitar os constantes alagamentos é a limpeza do piscinão da cidade, localizado na Avenida Guido Aliberti. Segundo Kalil, o DAE tem cobrado diariamente o Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica), responsável pelo serviço. “Eles estão com processo licitatório, mas ainda não há previsão de início. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano quer ampliar sistema de drenagem urbana

Cidade conta com 95 quilômetros de rede para escoar água da chuva

Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

02/11/2013 | 07:00


São Caetano precisa ampliar o sistema de drenagem urbana para enfrentar o período das cheias sem os tradicionais transtornos à população causados pelos alagamentos. Segundo o diretor do DAE (Departamento de Água e Esgoto), Welington Kalil, o município conta atualmente com 95 quilômetros de rede de drenagem, no entanto, seria necessário dobrar este número e alcançar pelo menos 200 quilômetros de rede.

A drenagem urbana consiste no escoamento da água da chuva. A viabilização das obras ainda depende de projeto e planejamento, explica Kalil. “É um sistema extremamente caro e, com certeza, com recurso próprio não conseguimos. Estamos preparando projetos para pleitear verbas federais para a área.”

Por se tratar de obra complexa e que gera impactos à população, como na mobilidade urbana, por exemplo, o diretor do DAE acredita que os trabalhos devam ser executados a longo prazo. “Acredito que serão oito anos de obras, porque demanda planejamento e coordenação com as demais secretarias.”

CONSCIENTIZAÇÃO

Enquanto não tem verba para executar a ampliação da rede de drenagem municipal, a Prefeitura investe em campanha voltada à conscientização dos moradores para evitar o descarte de resíduos nas bocas de lobo.

Denominada Arte Deságua nas Ruas, a ação prevê que 25 bocas de lobo de 15 bairros sejam grafitadas com desenhos que chamem atenção para problema identificado pelo DAE (Departamento de Água e Esgoto): 90% das causas de alagamentos pontuais na cidade ocorrem devido ao entupimento das bocas de lobo, como o Diário anunciou na edição de ontem.

Pela manhã, o prefeito Paulo Pinheiro (PMDB) acompanhou os trabalhos dos grafiteiros da Comjuv (Coordenadoria Municipal de Cultura). Bem-humorado, ele aproveitou para dar seu toque na arte desenvolvida pela dupla Yuri Sapucaia e William Raffa em uma boca de lobo localizada na Avenida Goiás, altura do número 600. “É a nossa parcela de contribuição para ajudar a população”, destaca. A ação integra segunda fase da campanha Boca de Lobo Não Come Lixo, iniciada no dia 25 e que segue até o dia 18.

PISCINÃO

Outra ação considerada necessária para evitar os constantes alagamentos é a limpeza do piscinão da cidade, localizado na Avenida Guido Aliberti. Segundo Kalil, o DAE tem cobrado diariamente o Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica), responsável pelo serviço. “Eles estão com processo licitatório, mas ainda não há previsão de início. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;