Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 13 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Depende de todos


Bruna Gonçalves
Juliana Ravelli

03/06/2012 | 07:00


O futuro da Terra e da humanidade está nas suas mãos, nas de seus amigos e de todas as crianças do mundo. As decisões que forem tomadas na Rio+20 vão afetar diretamente sua vida. Por isso, é legal começar a debater em casa e na escola o que todos podem fazer para ajudar.

Economizar energia e água e separar o lixo fazem parte da rotina de Beatriz Ribeiro Leme, 11 anos. Na opinião da menina, tem de preservar o meio ambiente hoje, caso contrário, não terá mais jeito amanhã. "Muitos pensam que certas coisas, como fazer bolinha com a folha do caderno, não têm problema. Não se preocupam com as futuras gerações."

Luiz Henrique dos Santos da Silva, 11, acredita ser importante compartilhar o que sabe sobre o meio ambiente com os adultos. "Falo para meu padrinho deixar a torneira desligada quando está lavando louça."

Na casa de Pedro Naum de Lima, 10, tudo é reaproveitado. O resto de comida transforma-se em adubo para as plantas. A água que é trocada do aquário da tartaruga serve para regá-las. "Deu certo. Algumas até cresceram mais. Aproveitamos em vez de jogar fora."

Saiba mais

Quem mora perto da escola pode optar por ir a pé ou de bicicleta (caso seja seguro). Também dá para combinar esquema de carona com os colegas que vivem próximos à sua casa; os pais se revezam para levar e buscar a turma. Assim, terá menos carros na rua e poluição.

Separe o lixo em casa. Tenha um recipiente para colocar as embalagens recicláveis (papel, metal, plástico e vidro) e outro para os resíduos orgânicos.

Veja com um adulto se é possível plantar uma árvore no jardim de casa, na escola ou em algum terreno próximo de onde mora. Todos os seres dependem dela. É lar e fonte de alimento de muitos animais. Também ajuda a evitar enchentes.

Evite usar saquinhos plásticos. Tenha o hábito de utilizar as sacolinhas ecológicas na hora de comprar ou transportar alguma coisa.Calcula-se que cerca de 70% da poluição marinha seja formada por plástico.

Não arremesse lixo no chão. Quando estiver na rua e não encontrar lixeira, guarde a embalagem no bolso ou na mochila para jogá-la em casa.

Antes de comprar material escolar ou jogar alguma coisa fora verifique se pode ser reaproveitado, como cadernos com folhas livres, lápis, canetinhas e estojo.

Tire eletrodomésticos e eletrônicos da tomada enquanto não são utilizados. Mesmo desligados, consomem energia.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Depende de todos

Bruna Gonçalves
Juliana Ravelli

03/06/2012 | 07:00


O futuro da Terra e da humanidade está nas suas mãos, nas de seus amigos e de todas as crianças do mundo. As decisões que forem tomadas na Rio+20 vão afetar diretamente sua vida. Por isso, é legal começar a debater em casa e na escola o que todos podem fazer para ajudar.

Economizar energia e água e separar o lixo fazem parte da rotina de Beatriz Ribeiro Leme, 11 anos. Na opinião da menina, tem de preservar o meio ambiente hoje, caso contrário, não terá mais jeito amanhã. "Muitos pensam que certas coisas, como fazer bolinha com a folha do caderno, não têm problema. Não se preocupam com as futuras gerações."

Luiz Henrique dos Santos da Silva, 11, acredita ser importante compartilhar o que sabe sobre o meio ambiente com os adultos. "Falo para meu padrinho deixar a torneira desligada quando está lavando louça."

Na casa de Pedro Naum de Lima, 10, tudo é reaproveitado. O resto de comida transforma-se em adubo para as plantas. A água que é trocada do aquário da tartaruga serve para regá-las. "Deu certo. Algumas até cresceram mais. Aproveitamos em vez de jogar fora."

Saiba mais

Quem mora perto da escola pode optar por ir a pé ou de bicicleta (caso seja seguro). Também dá para combinar esquema de carona com os colegas que vivem próximos à sua casa; os pais se revezam para levar e buscar a turma. Assim, terá menos carros na rua e poluição.

Separe o lixo em casa. Tenha um recipiente para colocar as embalagens recicláveis (papel, metal, plástico e vidro) e outro para os resíduos orgânicos.

Veja com um adulto se é possível plantar uma árvore no jardim de casa, na escola ou em algum terreno próximo de onde mora. Todos os seres dependem dela. É lar e fonte de alimento de muitos animais. Também ajuda a evitar enchentes.

Evite usar saquinhos plásticos. Tenha o hábito de utilizar as sacolinhas ecológicas na hora de comprar ou transportar alguma coisa.Calcula-se que cerca de 70% da poluição marinha seja formada por plástico.

Não arremesse lixo no chão. Quando estiver na rua e não encontrar lixeira, guarde a embalagem no bolso ou na mochila para jogá-la em casa.

Antes de comprar material escolar ou jogar alguma coisa fora verifique se pode ser reaproveitado, como cadernos com folhas livres, lápis, canetinhas e estojo.

Tire eletrodomésticos e eletrônicos da tomada enquanto não são utilizados. Mesmo desligados, consomem energia.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;