Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

S.Bernardo notifica Neomater e Karmann por dívida e abandono

Montagem/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Terrenos de antiga maternidade e fábrica de autopeças podem ser arrendados pela Prefeitura


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

12/11/2018 | 07:00


O governo do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), notificou os proprietários do antigo Hospital e Maternidade Neomater, no Rudge Ramos, e da fábrica de autopeças falida Karmann Ghia, no Assunção, dentro do programa de arrendamento de terrenos ociosos e com dívidas com o município. Os dois devem R$ 8,2 milhões à Prefeitura e as estruturas estão abandonadas.

O enquadramento das duas áreas no programa foi publicado na sexta-feira no Diário Oficial municipal. Segundo o Paço, “foi constatado que o imóvel se encontra em situação de abandono, não há indícios de que a posse esteja sendo exercida pelo proprietário ou por outrem de forma legítima e possui dívida tributária”.

Referência em maternidade nos anos 1980, 1990 e 2000, o Hospital Neomater fechou as portas em 2010. Parte de sua estrutura foi comprada pela Unimed ABC, mas o prédio onde funcionava a maternidade, na Avenida Winston Churchill, segue fechado e está abandonado. Nas contas do governo, as dívidas atingem R$ 927.228,97 e remontam os exercícios de 1999, 2003, 2004, 2005 e entre 2008 e 2018.

Uma das maiores fornecedoras de autopeças à cadeia automotiva nacional, a Karmann Ghia teve falência decretada pela Justiça no fim de 2016 após acumular passivo geral de R$ 300 milhões. Sua fábrica ficava na Avenida Álvaro Guimarães, no Assunção, e, conforme o decreto do Paço, contabiliza dívida de R$ 7.292.631,14 com a municipalidade, em impostos sem serem recolhidos dos anos de 2009, 2010, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018.

Conforme a Lei número 6.691, de 28 de junho de 2018, os proprietários acionados dispõem de 30 dias para apresentar impugnação às acusações feitas pela Prefeitura. Caso não façam, o imóvel passa provisioramente para a administração municipal, que poderá realizar melhorias em sua estrutura ou até transformar o espaço em unidade pública. E, se em três anos o dono da área não pagar a dívida com o Paço, o Executivo passa a ter titularidade definitiva do imóvel.

Até sexta-feira, a Prefeitura de São Bernardo havia aberto 25 processos de arrendamento de áreas ociosas e endividadas com o município. Somadas as pendências de todos os acionados, o passivo atinge a quantia de R$ 33,4 milhões. O maior devedor, por enquanto, é o dono de uma área na Avenida Aldino Pinotti, na região central do município: R$ 8 milhões em deficit.

Diário não localizou os proprietários dos prédios da antiga Neomater nem da Karmann Ghia até o fechamento desta edição. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

S.Bernardo notifica Neomater e Karmann por dívida e abandono

Terrenos de antiga maternidade e fábrica de autopeças podem ser arrendados pela Prefeitura

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

12/11/2018 | 07:00


O governo do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), notificou os proprietários do antigo Hospital e Maternidade Neomater, no Rudge Ramos, e da fábrica de autopeças falida Karmann Ghia, no Assunção, dentro do programa de arrendamento de terrenos ociosos e com dívidas com o município. Os dois devem R$ 8,2 milhões à Prefeitura e as estruturas estão abandonadas.

O enquadramento das duas áreas no programa foi publicado na sexta-feira no Diário Oficial municipal. Segundo o Paço, “foi constatado que o imóvel se encontra em situação de abandono, não há indícios de que a posse esteja sendo exercida pelo proprietário ou por outrem de forma legítima e possui dívida tributária”.

Referência em maternidade nos anos 1980, 1990 e 2000, o Hospital Neomater fechou as portas em 2010. Parte de sua estrutura foi comprada pela Unimed ABC, mas o prédio onde funcionava a maternidade, na Avenida Winston Churchill, segue fechado e está abandonado. Nas contas do governo, as dívidas atingem R$ 927.228,97 e remontam os exercícios de 1999, 2003, 2004, 2005 e entre 2008 e 2018.

Uma das maiores fornecedoras de autopeças à cadeia automotiva nacional, a Karmann Ghia teve falência decretada pela Justiça no fim de 2016 após acumular passivo geral de R$ 300 milhões. Sua fábrica ficava na Avenida Álvaro Guimarães, no Assunção, e, conforme o decreto do Paço, contabiliza dívida de R$ 7.292.631,14 com a municipalidade, em impostos sem serem recolhidos dos anos de 2009, 2010, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018.

Conforme a Lei número 6.691, de 28 de junho de 2018, os proprietários acionados dispõem de 30 dias para apresentar impugnação às acusações feitas pela Prefeitura. Caso não façam, o imóvel passa provisioramente para a administração municipal, que poderá realizar melhorias em sua estrutura ou até transformar o espaço em unidade pública. E, se em três anos o dono da área não pagar a dívida com o Paço, o Executivo passa a ter titularidade definitiva do imóvel.

Até sexta-feira, a Prefeitura de São Bernardo havia aberto 25 processos de arrendamento de áreas ociosas e endividadas com o município. Somadas as pendências de todos os acionados, o passivo atinge a quantia de R$ 33,4 milhões. O maior devedor, por enquanto, é o dono de uma área na Avenida Aldino Pinotti, na região central do município: R$ 8 milhões em deficit.

Diário não localizou os proprietários dos prédios da antiga Neomater nem da Karmann Ghia até o fechamento desta edição. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;