Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Saab vai se instalar no bairro Cooperativa em São Bernardo

Fabricante lançará pedra fundamental da SAM (Saab Aeronáutica Montagens) em 9 de maio


Soraia Abreu Pedrozo
do Diário do Grande ABC

28/04/2018 | 07:24


Passado um ano da confirmação de que São Bernardo teria, de fato, empresa de aeroestruturas da Saab, a fabricante sueca de aviões-caça irá lançar pedra fundamental no dia 9 de maio, às 14h, no bairro Cooperativa.

No fim de 2016, durante a inauguração do Centro de Desenvolvimento do Gripen NG em Gavião Peixoto, no Interior, a vinda do empreendimento chegou a ser posta em xeque pelo próprio CEO da Saab, Hakan Buskhe, ao dizer que, embora São Bernardo fosse o principal destino estudado, nada havia sido definido. Em março, o Diário teve acesso a conteúdo de reunião na CNM (Confederação Nacional dos Metalúrgicos) que confirmava unidade na região e modificava o nome da empresa, de SBTA (São Bernardo Tecnologias Aeronáuticas) para SAM (Saab Aeronáutica Montagens). Por fim, em outubro foi anunciado nome do diretor-geral da fábrica de aeroestruturas de São Bernardo, Marcelo Lima, mas a a exata localização na cidade ainda era mistério.

A Saab fabrica o Gripen NG, que irá substituirá frota de 36 aeronaves da FAB (Força Aérea Brasileira). Conforme cronograma da empresa, partes estruturais do supersônico, como fuselagens dianteira e traseira, asas, cone de cauda e freios aerodinâmicos começarão a sair da linha de produção do Grande ABC em 2019, quando o primeiro caça deverá ser entregue.

Em relação à geração de emprego, em outubro havia sido informado que a SAM iniciaria suas operações com 55 profissionais treinados na Suécia por até 24 meses. À época, a fabricante sueca disse que o processo de contratações se encontrava em curso, e que currículos de técnicos e engenheiros interessados poderiam ser enviados para o e-mail rhbrasil@saabgroup.com. A expectativa inicial é de criar 250 postos de trabalho entre três e cinco anos, conforme o negócio for crescendo.

Procurada, a Saab confirmou as informações do lançamento da SAM, mas não revelou mais detalhes. O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC já tinha a data na agenda, mas afirmou que não possuía mais dados. A Prefeitura de São Bernardo também foi questionada, mas não se manifestou até o fechamento desta edição.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Saab vai se instalar no bairro Cooperativa em São Bernardo

Fabricante lançará pedra fundamental da SAM (Saab Aeronáutica Montagens) em 9 de maio

Soraia Abreu Pedrozo
do Diário do Grande ABC

28/04/2018 | 07:24


Passado um ano da confirmação de que São Bernardo teria, de fato, empresa de aeroestruturas da Saab, a fabricante sueca de aviões-caça irá lançar pedra fundamental no dia 9 de maio, às 14h, no bairro Cooperativa.

No fim de 2016, durante a inauguração do Centro de Desenvolvimento do Gripen NG em Gavião Peixoto, no Interior, a vinda do empreendimento chegou a ser posta em xeque pelo próprio CEO da Saab, Hakan Buskhe, ao dizer que, embora São Bernardo fosse o principal destino estudado, nada havia sido definido. Em março, o Diário teve acesso a conteúdo de reunião na CNM (Confederação Nacional dos Metalúrgicos) que confirmava unidade na região e modificava o nome da empresa, de SBTA (São Bernardo Tecnologias Aeronáuticas) para SAM (Saab Aeronáutica Montagens). Por fim, em outubro foi anunciado nome do diretor-geral da fábrica de aeroestruturas de São Bernardo, Marcelo Lima, mas a a exata localização na cidade ainda era mistério.

A Saab fabrica o Gripen NG, que irá substituirá frota de 36 aeronaves da FAB (Força Aérea Brasileira). Conforme cronograma da empresa, partes estruturais do supersônico, como fuselagens dianteira e traseira, asas, cone de cauda e freios aerodinâmicos começarão a sair da linha de produção do Grande ABC em 2019, quando o primeiro caça deverá ser entregue.

Em relação à geração de emprego, em outubro havia sido informado que a SAM iniciaria suas operações com 55 profissionais treinados na Suécia por até 24 meses. À época, a fabricante sueca disse que o processo de contratações se encontrava em curso, e que currículos de técnicos e engenheiros interessados poderiam ser enviados para o e-mail rhbrasil@saabgroup.com. A expectativa inicial é de criar 250 postos de trabalho entre três e cinco anos, conforme o negócio for crescendo.

Procurada, a Saab confirmou as informações do lançamento da SAM, mas não revelou mais detalhes. O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC já tinha a data na agenda, mas afirmou que não possuía mais dados. A Prefeitura de São Bernardo também foi questionada, mas não se manifestou até o fechamento desta edição.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;