Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Confiança na zona do euro diminui em meio a temores comerciais



27/03/2018 | 06:26


O índice de sentimento econômico da zona do euro, que mede a confiança de setores corporativos e dos consumidores, caiu de 114,2 em fevereiro para 112,6 em março, segundo dados publicados hoje pela Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia. O resultado ficou significativamente abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam recuo do indicador a 113,4.

A pesquisa foi feita quando os EUA ameaçaram impor tarifas a importações de aço e alumínio da UE. As preocupações, no entanto, diminuíram desde então porque Washington suspendeu o plano enquanto negocia uma possível isenção para siderúrgicas europeias.

Apenas a confiança do consumidor ficou estável neste mês, em +0,1, como previam analistas, mas a da indústria recuou de +8 em fevereiro para +6,4 em março, vindo abaixo do consenso do mercado de queda a +6,9, enquanto a do segmento de serviços caiu de +17,6 para +16,3.

Já o índice de clima das empresas do bloco europeu recuou de +1,48 em fevereiro para +1,34 em março. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Confiança na zona do euro diminui em meio a temores comerciais


27/03/2018 | 06:26


O índice de sentimento econômico da zona do euro, que mede a confiança de setores corporativos e dos consumidores, caiu de 114,2 em fevereiro para 112,6 em março, segundo dados publicados hoje pela Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia. O resultado ficou significativamente abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam recuo do indicador a 113,4.

A pesquisa foi feita quando os EUA ameaçaram impor tarifas a importações de aço e alumínio da UE. As preocupações, no entanto, diminuíram desde então porque Washington suspendeu o plano enquanto negocia uma possível isenção para siderúrgicas europeias.

Apenas a confiança do consumidor ficou estável neste mês, em +0,1, como previam analistas, mas a da indústria recuou de +8 em fevereiro para +6,4 em março, vindo abaixo do consenso do mercado de queda a +6,9, enquanto a do segmento de serviços caiu de +17,6 para +16,3.

Já o índice de clima das empresas do bloco europeu recuou de +1,48 em fevereiro para +1,34 em março. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;