Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 11 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Hospital de Ribeirão aguarda verba estadual

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeitura diz que recurso extra é necessário para retomada das obras, paradas desde 2013


Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

25/03/2018 | 07:00


Ribeirão Pires chegou ao 64º aniversário, no dia 19, sem avanços quanto à retomada da obra do Complexo Hospitalar da cidade. Em junho, serão completados dez anos que a construção foi iniciada, sendo paralisada a partir de 2013, por falta de verba.

Para dar sequência ao empreendimento é esperado o investimento de R$ 7,5 milhões do Estado de São Paulo e, apesar de o assunto ser tratado pela alta cúpula estadual como prioridade entre os projetos de Saúde do Grande ABC, conforme noticiou o Diário em agosto do ano passado, não houve novidades sobre a questão desde então. Naquela época, a Secretaria de Estado da Saúde informou que o plano de obras atualizado do projeto solicitado à Prefeitura estava em análise técnica.

Sete meses depois, a situação permanece. “A Secretaria da Saúde já repassou mais de R$ 16 milhões ao município de Ribeirão Pires para as obras do complexo hospitalar, que estão sob responsabilidade da Prefeitura. O pedido de recurso suplementar está em análise técnica, mas o município tem autonomia para investir na construção de seu próprio hospital”, declara a Pasta, em nota.

Segundo a secretária de Saúde e Higiene do município, Patrícia Aparecida de Freitas, o que dependia da Prefeitura para que a liberação do recurso seja aprovada já foi feito. “Da nossa parte está tudo regularizado. Agora aguardamos a entrada do recurso. Estive recentemente com o secretário estadual de Saúde, David Uip, e tratamos sobre o assunto. Sempre tem a promessa de que vamos ter esse investimento, mas estamos no aguardo”, conta ela.

Em ano eleitoral, quando repasses são vedados a partir de julho até a data do pleito, em outubro, Patrícia anseia receber, o quanto antes, posicionamento do Executivo estadual. “Espero que a gente consiga retorno até o meio do ano, porque depois entra período de eleição e, aí, tem mais dificuldade”, diz. “É prioridade da Prefeitura terminar essa obra”, completa.

A estimativa é que o complexo hospitalar tenha capacidade para 123 leitos para atender não só pacientes de Ribeirão Pires, mas também de Mauá e Rio Grande da Serra.

A previsão é a de que, quando a construção for retomada, os trabalhos sejam focados no pavimento térreo – espaço que receberá o centro obstétrico – e na conservação do equipamento. Na segunda etapa, é esperada a conclusão de dois pavimentos, onde serão instalados o centro clínico e a maternidade. Por fim, a terceira e última fase será voltada à aquisição de mobiliários e implantação de infraestrutura, como câmeras e sistema de ar-condicionado, entre outros. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Hospital de Ribeirão aguarda verba estadual

Prefeitura diz que recurso extra é necessário para retomada das obras, paradas desde 2013

Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

25/03/2018 | 07:00


Ribeirão Pires chegou ao 64º aniversário, no dia 19, sem avanços quanto à retomada da obra do Complexo Hospitalar da cidade. Em junho, serão completados dez anos que a construção foi iniciada, sendo paralisada a partir de 2013, por falta de verba.

Para dar sequência ao empreendimento é esperado o investimento de R$ 7,5 milhões do Estado de São Paulo e, apesar de o assunto ser tratado pela alta cúpula estadual como prioridade entre os projetos de Saúde do Grande ABC, conforme noticiou o Diário em agosto do ano passado, não houve novidades sobre a questão desde então. Naquela época, a Secretaria de Estado da Saúde informou que o plano de obras atualizado do projeto solicitado à Prefeitura estava em análise técnica.

Sete meses depois, a situação permanece. “A Secretaria da Saúde já repassou mais de R$ 16 milhões ao município de Ribeirão Pires para as obras do complexo hospitalar, que estão sob responsabilidade da Prefeitura. O pedido de recurso suplementar está em análise técnica, mas o município tem autonomia para investir na construção de seu próprio hospital”, declara a Pasta, em nota.

Segundo a secretária de Saúde e Higiene do município, Patrícia Aparecida de Freitas, o que dependia da Prefeitura para que a liberação do recurso seja aprovada já foi feito. “Da nossa parte está tudo regularizado. Agora aguardamos a entrada do recurso. Estive recentemente com o secretário estadual de Saúde, David Uip, e tratamos sobre o assunto. Sempre tem a promessa de que vamos ter esse investimento, mas estamos no aguardo”, conta ela.

Em ano eleitoral, quando repasses são vedados a partir de julho até a data do pleito, em outubro, Patrícia anseia receber, o quanto antes, posicionamento do Executivo estadual. “Espero que a gente consiga retorno até o meio do ano, porque depois entra período de eleição e, aí, tem mais dificuldade”, diz. “É prioridade da Prefeitura terminar essa obra”, completa.

A estimativa é que o complexo hospitalar tenha capacidade para 123 leitos para atender não só pacientes de Ribeirão Pires, mas também de Mauá e Rio Grande da Serra.

A previsão é a de que, quando a construção for retomada, os trabalhos sejam focados no pavimento térreo – espaço que receberá o centro obstétrico – e na conservação do equipamento. Na segunda etapa, é esperada a conclusão de dois pavimentos, onde serão instalados o centro clínico e a maternidade. Por fim, a terceira e última fase será voltada à aquisição de mobiliários e implantação de infraestrutura, como câmeras e sistema de ar-condicionado, entre outros. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;