Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Pery articula sair como candidato a deputado mesmo sem apoio do Paço

André Henriques/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Presidente da Câmara de São Bernardo recebe sondagens e pode deixar PSDB por empreitada


Humberto Domiciano

12/03/2018 | 07:00


O presidente da Câmara de São Bernardo, Pery Cartola (PSDB), articula nos bastidores lançar candidatura a deputado federal, mesmo que não seja indicado pelo governo do prefeito Orlando Morando (PSDB). Neste momento, a tendência é que seja patrocinada pela gestão tucana uma dobrada composta pela primeira-dama e gestora do Fundo Social de Solidariedade, Carla Morando (PSDB), que sairia para estadual, e pelo vice-prefeito Marcelo Lima (SD), que tentaria uma cadeira na Câmara Federal. Essa informação, entretanto, não é confirmada pelo governo.

Informações de bastidores dão conta que Pery estaria analisando a possibilidade de ingressar no DEM ou no PP. O risco seria o de ter a cadeira requisitada pelo PSDB e, caso não seja eleito deputado, ficaria sem mandato. Procurado pelo Diário, o presidente do Legislativo afirmou que ainda aguarda posicionamento oficial do governo Morando sobre as candidaturas que terão apoio do Paço.

“Estou em um partido que ainda não definiu seus candidatos e não há movimento de minha parte (para sair da sigla). Aguardo a movimentação para entender quem pretende disputar as eleições. Eu tenho vontade de ser candidato, mas a gente faz parte de um grupo. Nós temos que aguardar e discutir projetos”, ponderou. Pery foi o vereador da cidade mais votado em 2016, quando recebeu 7.540 adesões. Uma possível candidatura a deputado começou a ser especulada após aquele pleito, embora a escolha dele para presidir a Casa tenha arrefecido o potencial de uma empreitada eleitoral neste ano.

Nos bastidores é comentado que o receio em torno do grupo político de Pery é uma redução do tamanho político dele no município, já que outros vereadores costuram candidaturas a deputado e podem, no jargão político, subir de patamar eleitoral. Estão com pré-campanhas colocadas os parlamentares Julinho Fuzari (PPS), Gordo da Adega (PCdoB), Eliezer Mendes (Podemos) e Rafael Demarchi (PRB). Os vereadores licenciados e hoje secretários Hiroyuki Minami (PSDB, Desenvolvimento Econômico) e Alex Mognon (PSDB, Esportes) também têm nomes especulados para a corrida de outubro.

Em 2014, Marcelo Lima, então vereador, adotou estratégia de lançar candidatura a deputado estadual e se cacifou politicamente após bom desempenho eleitoral – obteve 35.061 votos, sendo 26.348 em São Bernardo. Ele chegou a lançar candidatura a prefeito, mas foi convidado por Morando a compor a chapa e aceitou ser vice do tucano, em parceria vitoriosa em 2016.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pery articula sair como candidato a deputado mesmo sem apoio do Paço

Presidente da Câmara de São Bernardo recebe sondagens e pode deixar PSDB por empreitada

Humberto Domiciano

12/03/2018 | 07:00


O presidente da Câmara de São Bernardo, Pery Cartola (PSDB), articula nos bastidores lançar candidatura a deputado federal, mesmo que não seja indicado pelo governo do prefeito Orlando Morando (PSDB). Neste momento, a tendência é que seja patrocinada pela gestão tucana uma dobrada composta pela primeira-dama e gestora do Fundo Social de Solidariedade, Carla Morando (PSDB), que sairia para estadual, e pelo vice-prefeito Marcelo Lima (SD), que tentaria uma cadeira na Câmara Federal. Essa informação, entretanto, não é confirmada pelo governo.

Informações de bastidores dão conta que Pery estaria analisando a possibilidade de ingressar no DEM ou no PP. O risco seria o de ter a cadeira requisitada pelo PSDB e, caso não seja eleito deputado, ficaria sem mandato. Procurado pelo Diário, o presidente do Legislativo afirmou que ainda aguarda posicionamento oficial do governo Morando sobre as candidaturas que terão apoio do Paço.

“Estou em um partido que ainda não definiu seus candidatos e não há movimento de minha parte (para sair da sigla). Aguardo a movimentação para entender quem pretende disputar as eleições. Eu tenho vontade de ser candidato, mas a gente faz parte de um grupo. Nós temos que aguardar e discutir projetos”, ponderou. Pery foi o vereador da cidade mais votado em 2016, quando recebeu 7.540 adesões. Uma possível candidatura a deputado começou a ser especulada após aquele pleito, embora a escolha dele para presidir a Casa tenha arrefecido o potencial de uma empreitada eleitoral neste ano.

Nos bastidores é comentado que o receio em torno do grupo político de Pery é uma redução do tamanho político dele no município, já que outros vereadores costuram candidaturas a deputado e podem, no jargão político, subir de patamar eleitoral. Estão com pré-campanhas colocadas os parlamentares Julinho Fuzari (PPS), Gordo da Adega (PCdoB), Eliezer Mendes (Podemos) e Rafael Demarchi (PRB). Os vereadores licenciados e hoje secretários Hiroyuki Minami (PSDB, Desenvolvimento Econômico) e Alex Mognon (PSDB, Esportes) também têm nomes especulados para a corrida de outubro.

Em 2014, Marcelo Lima, então vereador, adotou estratégia de lançar candidatura a deputado estadual e se cacifou politicamente após bom desempenho eleitoral – obteve 35.061 votos, sendo 26.348 em São Bernardo. Ele chegou a lançar candidatura a prefeito, mas foi convidado por Morando a compor a chapa e aceitou ser vice do tucano, em parceria vitoriosa em 2016.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;