Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Que saudade!

Em política, definitivamente, poder e influência não duram para sempre


Do Diário do Grande ABC

03/06/2009 | 00:00


Em política, definitivamente, poder e influência não duram para sempre. Os vereadores de Mauá Átila Jacomussi (PV), Silvar Silva Silveira (PV), Alberto Betão Pereira Justino (PSB) e Manoel Lopes (DEM), que há bem pouco tempo faziam parte da tropa de choque do ex-prefeito Leonel Damo (que se desfiliou do PV), não devem esquecer do tempo em que tinham, inclusive, o comando de secretarias. Passados cinco meses da administração do prefeito Oswaldo Dias (PT), os quatro não têm conseguido emplacar suas propostas nem ao menos fazer valer suas opiniões.

O último revés do quarteto - hoje oposição ao governo petista - foi em relação ao mandado de segurança, impetrado na semana passada, para tentar anular votações do projeto para a doação de área para a Cooperma (Cooperativa de Trabalho dos Profissionais de Reciclagem de Materiais de Mauá). A alegação era de que o processo foi feito de maneira irregular, por não ter sido aprovado pela Comissão de Cultura. Mas o juiz Olavo Zampol Júnior indeferiu o pedido, sob o argumento de que a questão caberia exclusivamente à Câmara. Como a fase não anda boa, os vereadores certamente devem lembrar com saudade do tempo em que navegavam a céu de brigadeiro no meio político.

Bastidores

Fronteira
Reclamações contra a administração de São Bernardo têm ultrapassado a barreira do município. Ontem, um munícipe queixou-se, em uma rádio da Capital, da falta de atuação do poder público no bairro Jardim Orlandina. Se a moda pegar, é melhor preparar o ouvido dos prefeitos da região para as listas das críticas, a começar pelo petista de São Bernardo Luiz Marinho.

Milhagem
Chefes do Executivo do Grande ABC não desistem de fazer com que o Congresso Nacional aprecie logo a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que regulamenta o pagamento dos precatórios e evita os temidos sequestros de receitas para pagamento das dívidas judiciais. Hoje deverão ir a Brasília Aidan Ravin (PTB-Santo André), Oswaldo Dias (PT-Mauá) e Mário Reali (PT-Diadema), além do chefe do Executivo da Capital, Gilberto Kassab (DEM). Resta saber se as milhagens trarão algum benefício concreto para os municípios.

Novo horário
Durante a sessão da Câmara de Ribeirão Pires, realizada ontem, pela primeira vez às 19h, foram aprovados quatro projetos de lei, todos por unanimidade. O primeiro, de autoria do Executivo, diz respeito a ações para controle e prevenção de Zoonoses. Os outros três projetos aprovados foram votados em regime de urgência. Um deles garante o repasse anual de verba para as APMs das escolas, O outro instituiu a criação do "Calendário Ambiental do Município". E por último, um projeto que autorizou a venda de ações da Prefeitura.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Que saudade!

Em política, definitivamente, poder e influência não duram para sempre

Do Diário do Grande ABC

03/06/2009 | 00:00


Em política, definitivamente, poder e influência não duram para sempre. Os vereadores de Mauá Átila Jacomussi (PV), Silvar Silva Silveira (PV), Alberto Betão Pereira Justino (PSB) e Manoel Lopes (DEM), que há bem pouco tempo faziam parte da tropa de choque do ex-prefeito Leonel Damo (que se desfiliou do PV), não devem esquecer do tempo em que tinham, inclusive, o comando de secretarias. Passados cinco meses da administração do prefeito Oswaldo Dias (PT), os quatro não têm conseguido emplacar suas propostas nem ao menos fazer valer suas opiniões.

O último revés do quarteto - hoje oposição ao governo petista - foi em relação ao mandado de segurança, impetrado na semana passada, para tentar anular votações do projeto para a doação de área para a Cooperma (Cooperativa de Trabalho dos Profissionais de Reciclagem de Materiais de Mauá). A alegação era de que o processo foi feito de maneira irregular, por não ter sido aprovado pela Comissão de Cultura. Mas o juiz Olavo Zampol Júnior indeferiu o pedido, sob o argumento de que a questão caberia exclusivamente à Câmara. Como a fase não anda boa, os vereadores certamente devem lembrar com saudade do tempo em que navegavam a céu de brigadeiro no meio político.

Bastidores

Fronteira
Reclamações contra a administração de São Bernardo têm ultrapassado a barreira do município. Ontem, um munícipe queixou-se, em uma rádio da Capital, da falta de atuação do poder público no bairro Jardim Orlandina. Se a moda pegar, é melhor preparar o ouvido dos prefeitos da região para as listas das críticas, a começar pelo petista de São Bernardo Luiz Marinho.

Milhagem
Chefes do Executivo do Grande ABC não desistem de fazer com que o Congresso Nacional aprecie logo a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que regulamenta o pagamento dos precatórios e evita os temidos sequestros de receitas para pagamento das dívidas judiciais. Hoje deverão ir a Brasília Aidan Ravin (PTB-Santo André), Oswaldo Dias (PT-Mauá) e Mário Reali (PT-Diadema), além do chefe do Executivo da Capital, Gilberto Kassab (DEM). Resta saber se as milhagens trarão algum benefício concreto para os municípios.

Novo horário
Durante a sessão da Câmara de Ribeirão Pires, realizada ontem, pela primeira vez às 19h, foram aprovados quatro projetos de lei, todos por unanimidade. O primeiro, de autoria do Executivo, diz respeito a ações para controle e prevenção de Zoonoses. Os outros três projetos aprovados foram votados em regime de urgência. Um deles garante o repasse anual de verba para as APMs das escolas, O outro instituiu a criação do "Calendário Ambiental do Município". E por último, um projeto que autorizou a venda de ações da Prefeitura.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;