Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ralf Schumacher conquista a pole para o GP do Canadá


Flavio Gomes
De Montreal, especial para o Diário

12/06/2004 | 15:09


Ralf Schumacher surpreendeu e conseguiu neste sábado a pole position para o GP do Canadá do Mundial de Fórmula 1, que acontece neste domingo, às 13h30 (de Brasília). O alemão da Williams não largava em primeiro desde o GP da França do ano passado, em Magny-Cours. Foi a quinta pole de sua carreira. Em 2003, ele também foi o melhor no grid em Montreal. Seu irmão Michael, líder do campeonato, ficou na sexta posição, sua pior em grids neste ano – o ferrarista foi quinto em Mônaco.

Rubens Barrichello larga em sétimo, igualando suas piores colocações em largadas na temporada. É a terceira vez seguida que fica nessa posição, repetindo Monte Carlo e Nürburgring.

O tempo de Ralf, 1min12s275, foi 1s080 melhor que o da Ferrari de Schumacher e apenas 0s066 mais rápido que o de Jenson Button, da BAR, que parte ao lado dele na primeira fila. A segunda fila tem Jarno Trulli, da Renault, e o companheiro de Ralf, Juan Pablo Montoya.

“Na verdade, eu não esperava. No máximo, achava que ia ficar entre os cinco primeiros. Mas na pré-classificação o carro ficou bom de repente. E aí achei que daria para fazer alguma coisa, principalmente depois de ver o tempo do meu irmão”, declarou Ralf, muito alegre.

O GP do Canadá foi mesmo um samba do crioulo doido nos treinos. Na sexta-feira, Schumacher e Sato dividiram as atenções com os melhores tempos. Neste sábado pela manhã, também em treinos livres, a Renault virou o jogo e os tempos entraram pela primeira vez na casa de 1min12s, com Trulli e Alonso voando baixo.

Por ter andado mal na pré-classificação, Barrichello foi o décimo a ir para a pista e fez sua volta lançada em 1min13s562. Schumacher também não emocionou ninguém com uma volta em 1min13s355. Depois dele ainda faltavam as duplas da BAR, da Renault e da Williams, que nos treinos livres já haviam deixado a Ferrari para trás em algum momento.

Button cravou 1min12s341 e pulou para primeiro. Jarno Trulli também superou o hexacampeão do mundo. Takuma Sato abriu bem a volta, mas rodou na última curva. Fernando Alonso foi outro que deixou Schumacher para trás, assim como Juan Pablo Montoya e, finalmente, o mano Ralf.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ralf Schumacher conquista a pole para o GP do Canadá

Flavio Gomes
De Montreal, especial para o Diário

12/06/2004 | 15:09


Ralf Schumacher surpreendeu e conseguiu neste sábado a pole position para o GP do Canadá do Mundial de Fórmula 1, que acontece neste domingo, às 13h30 (de Brasília). O alemão da Williams não largava em primeiro desde o GP da França do ano passado, em Magny-Cours. Foi a quinta pole de sua carreira. Em 2003, ele também foi o melhor no grid em Montreal. Seu irmão Michael, líder do campeonato, ficou na sexta posição, sua pior em grids neste ano – o ferrarista foi quinto em Mônaco.

Rubens Barrichello larga em sétimo, igualando suas piores colocações em largadas na temporada. É a terceira vez seguida que fica nessa posição, repetindo Monte Carlo e Nürburgring.

O tempo de Ralf, 1min12s275, foi 1s080 melhor que o da Ferrari de Schumacher e apenas 0s066 mais rápido que o de Jenson Button, da BAR, que parte ao lado dele na primeira fila. A segunda fila tem Jarno Trulli, da Renault, e o companheiro de Ralf, Juan Pablo Montoya.

“Na verdade, eu não esperava. No máximo, achava que ia ficar entre os cinco primeiros. Mas na pré-classificação o carro ficou bom de repente. E aí achei que daria para fazer alguma coisa, principalmente depois de ver o tempo do meu irmão”, declarou Ralf, muito alegre.

O GP do Canadá foi mesmo um samba do crioulo doido nos treinos. Na sexta-feira, Schumacher e Sato dividiram as atenções com os melhores tempos. Neste sábado pela manhã, também em treinos livres, a Renault virou o jogo e os tempos entraram pela primeira vez na casa de 1min12s, com Trulli e Alonso voando baixo.

Por ter andado mal na pré-classificação, Barrichello foi o décimo a ir para a pista e fez sua volta lançada em 1min13s562. Schumacher também não emocionou ninguém com uma volta em 1min13s355. Depois dele ainda faltavam as duplas da BAR, da Renault e da Williams, que nos treinos livres já haviam deixado a Ferrari para trás em algum momento.

Button cravou 1min12s341 e pulou para primeiro. Jarno Trulli também superou o hexacampeão do mundo. Takuma Sato abriu bem a volta, mas rodou na última curva. Fernando Alonso foi outro que deixou Schumacher para trás, assim como Juan Pablo Montoya e, finalmente, o mano Ralf.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;