Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 23 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Dia de Finados movimenta o mercado das flores na região

Marina Brandão/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Floriculturas esperam alta nas vendas de até 10%, já que feriado neste ano não tem emenda


Paula Oliveira
Especial para o Diário

02/11/2016 | 07:03


Momentos de recordações e saudade marcam o Dia de Finados, comemorado hoje. Segundo o calendário cristão, esta é a data para rezar pelos entes queridos que já ‘se foram’ e visitar seus túmulos nos cemitérios. É quando as floriculturas situadas no entorno deles costumam preparam estoque de flores a fim de elevar as vendas. Para este ano, a expectativa é comercializar até 10% em relação a 2015, já que o feriado não tem emenda neste ano.

Segundo pesquisa realizada pelo Sindiflores (Sindicato do Comércio Varejista de Flores e Plantas Ornamentais do Estado de São Paulo), cerca de 44% das empresas varejistas de flores e plantas ornamentais entrevistadas acreditam que venderão menos em relação ao ano passado, devido à crise econômica, que persiste, 39% esperam estabilidade e 17% apostam em aumento de vendas, em média, de 10%.

Na loja Ilza Flores, situada próximo ao cemitério da Vila Pires, em Santo André, as vendas para a data, considerada a terceira melhor para as floriculturas (atrás do Dia das Mães e do Dia dos Namorados) já começaram a surpreender pela procura na tarde de ontem. “Achávamos que não seria tão bom, mas as vendas estão além da expectativa. Porém, só dá para fazer balanço depois de amanhã (hoje), que é o pico. Por enquanto esperamos estabilidade nas vendas ou aumento de 10% em relação ao ano passado”, explica o sócio Alberto Muruzaki, ao afirmar que o fato de o feriado não ter tido emenda pode ajudar numa maior movimentação.

“A data ainda é importante para o comércio, as pessoas de idade ainda se importam bastante e isso é repassado para os jovens. O Dia de Finados é bastante comovente, e as pessoas continuam sensíveis a ela”, explica Muruzaki. No local o vaso de Crisântemo – a flor mais vendida para da data – é oferecido em duas versões, na maior, por R$ 12, e na menor, por R$ 7. Também costumam ter saída os vasos de violeta, por R$ 5.

O Walmart também espera alta de pelo menos 10% nas vendas de flores para a data ante 2015. Segundo a rede supermercadista, entre os tipos mais procurados para a data estão crisântemos, kalanchoes, calandivas e violetas. Há vasos a partir de R$ 2,98.

A Coop (Cooperativa de Consumo) afirma que a expectativa para as vendas no Dia de Finados é alta, com projeção de incremento entre 8% e 10% na comercialização de flores frente em relação ao ano passado.

De acordo com a pesquisa do Sindiflores, o valor médio de gastos para a data será de R$ 27,83, acréscimo de 47,24% em relação ao ano passado. A quantia praticamente restabelece a desembolsada dois anos atrás, quando o montante girava em torno de R$ 25,12.

RECEIO - Por outro lado, porém, alguns comércios da região não se sentem tão otimistas com a data. “Esperamos melhora no mercado de flores para os próximos anos, mas especificamente neste, por observar um desempenho aquém em outras datas importantes para as floriculturas, como o Dia das Mães e Dia dos Namorados, acreditamos que deva haver queda de até 20% nas vendas”, explica Veronica Gomes da Silva, sócia da floricultura Cecília Flores, que fica próxima ao cemitério da Saudade, em São Caetano. Na loja, a flor mais procurada para o Dia de Finados é o vaso de crisântemo, que custa R$ 12.

SURPRESA - A equipe do Diário entrou em contato com mais oito floriculturas da região, e em todas foi dito que a movimentação no local tinha aumentado muito, surpreendentemente, na tarde de ontem e que, por isso, não conseguiriam parar para informar detalhes da expectativa para a data. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dia de Finados movimenta o mercado das flores na região

Floriculturas esperam alta nas vendas de até 10%, já que feriado neste ano não tem emenda

Paula Oliveira
Especial para o Diário

02/11/2016 | 07:03


Momentos de recordações e saudade marcam o Dia de Finados, comemorado hoje. Segundo o calendário cristão, esta é a data para rezar pelos entes queridos que já ‘se foram’ e visitar seus túmulos nos cemitérios. É quando as floriculturas situadas no entorno deles costumam preparam estoque de flores a fim de elevar as vendas. Para este ano, a expectativa é comercializar até 10% em relação a 2015, já que o feriado não tem emenda neste ano.

Segundo pesquisa realizada pelo Sindiflores (Sindicato do Comércio Varejista de Flores e Plantas Ornamentais do Estado de São Paulo), cerca de 44% das empresas varejistas de flores e plantas ornamentais entrevistadas acreditam que venderão menos em relação ao ano passado, devido à crise econômica, que persiste, 39% esperam estabilidade e 17% apostam em aumento de vendas, em média, de 10%.

Na loja Ilza Flores, situada próximo ao cemitério da Vila Pires, em Santo André, as vendas para a data, considerada a terceira melhor para as floriculturas (atrás do Dia das Mães e do Dia dos Namorados) já começaram a surpreender pela procura na tarde de ontem. “Achávamos que não seria tão bom, mas as vendas estão além da expectativa. Porém, só dá para fazer balanço depois de amanhã (hoje), que é o pico. Por enquanto esperamos estabilidade nas vendas ou aumento de 10% em relação ao ano passado”, explica o sócio Alberto Muruzaki, ao afirmar que o fato de o feriado não ter tido emenda pode ajudar numa maior movimentação.

“A data ainda é importante para o comércio, as pessoas de idade ainda se importam bastante e isso é repassado para os jovens. O Dia de Finados é bastante comovente, e as pessoas continuam sensíveis a ela”, explica Muruzaki. No local o vaso de Crisântemo – a flor mais vendida para da data – é oferecido em duas versões, na maior, por R$ 12, e na menor, por R$ 7. Também costumam ter saída os vasos de violeta, por R$ 5.

O Walmart também espera alta de pelo menos 10% nas vendas de flores para a data ante 2015. Segundo a rede supermercadista, entre os tipos mais procurados para a data estão crisântemos, kalanchoes, calandivas e violetas. Há vasos a partir de R$ 2,98.

A Coop (Cooperativa de Consumo) afirma que a expectativa para as vendas no Dia de Finados é alta, com projeção de incremento entre 8% e 10% na comercialização de flores frente em relação ao ano passado.

De acordo com a pesquisa do Sindiflores, o valor médio de gastos para a data será de R$ 27,83, acréscimo de 47,24% em relação ao ano passado. A quantia praticamente restabelece a desembolsada dois anos atrás, quando o montante girava em torno de R$ 25,12.

RECEIO - Por outro lado, porém, alguns comércios da região não se sentem tão otimistas com a data. “Esperamos melhora no mercado de flores para os próximos anos, mas especificamente neste, por observar um desempenho aquém em outras datas importantes para as floriculturas, como o Dia das Mães e Dia dos Namorados, acreditamos que deva haver queda de até 20% nas vendas”, explica Veronica Gomes da Silva, sócia da floricultura Cecília Flores, que fica próxima ao cemitério da Saudade, em São Caetano. Na loja, a flor mais procurada para o Dia de Finados é o vaso de crisântemo, que custa R$ 12.

SURPRESA - A equipe do Diário entrou em contato com mais oito floriculturas da região, e em todas foi dito que a movimentação no local tinha aumentado muito, surpreendentemente, na tarde de ontem e que, por isso, não conseguiriam parar para informar detalhes da expectativa para a data. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;