Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Dono da Suzantur recua e diz ser gestor da Expresso Guarará

André Henriques/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Brogliato diz ter procuração para responder
pela operadora de transporte de Santo André


Raphael Rocha
Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

12/11/2015 | 07:00


Um dia depois de afirmar que apenas prestava serviço de assessoria à Expresso Guarará, uma das operadoras do transporte coletivo de Santo André, Claudinei Brogliato recuou e confirmou ter procuração para ser gestor da empresa de ônibus. Brogliato é sócio-administrador da Suzantur, firma que gerencia as linhas de Mauá.

Na segunda-feira, Brogliato declarou ao Diário que não tinha poder de gerência na Expresso Guarará, mas foi desmentido pelo secretário de Governo de Santo André, Arlindo José de Lima (PT), que revelou que o empresário foi à sede da Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos para se apresentar como responsável pela empresa. Ontem, em nova conversa com a equipe do Diário, Brogliato admitiu a relação mais diretiva com a companhia.

“Estou como gestor provisório da Guarará, por meio de uma procuração emitida dos proprietários a mim, na semana passada, com o objetivo de gerir. O prazo no documento é de 60 dias. Depois caberá aos proprietários decidirem como vão prosseguir. Porém, não tenho pretensão de ficar na Guarará”, argumentou.

Como procurador da Expresso Guarará, o sócio-administrador da Suzantur já intermediou negociação para reaver 14 ônibus apreendidos pela Caruana Financeira, instituição com tradição em financiamento de coletivos. “Minha função agora é por focar em ações para resolver os problemas da empresa. Acho que confiam na minha experiência. A Caruana apreendeu 14 carros por falta de pagamento. Uma das ações foi renegociar e os carros já foram devolvidos a Guarará”, confirmou ele, ressaltando os entraves financeiros e jurídicos da Guarará. “Os problemas noticiados pelo jornal são de conhecimento da empresa, que já vem buscando planos para solucionar. A Prefeitura enviou carta para a Guarará há uns 30 dias para falar desses problemas.”

Ontem, o Diário mostrou que Brogliato chegou à Expresso Guarará com coleção de problemas no transporte coletivo de Mauá. Como responsável pela Suzantur, ele protagonizou polêmico processo de ingresso no sistema municipal – a empresa foi contratada emergencialmente depois que as operadoras Leblon e Viação Cidade de Mauá tiveram contratos cancelados pela Prefeitura por invasão no sistema de bilhetagem eletrônica.

Na Junta Comercial, Brogliato aparece como sócio de Angelo Roque Garcia. Ele garantiu que não há mais a sociedade desde 2011, porém, nenhum registro oficial da movimentação interna foi registrado na Junta Comercial.

Desrespeito à lei persiste em terminais

Ônibus da Expresso Guarará continuam estacionados em cima de ciclovia ao lado do Terminal Vila Luzita, mesmo um dia depois de o Diário mostrar o desrespeito às normas de trânsito. Coletivos da Suzantur, por sua vez, foram flagrados parados em faixa amarela ao lado do Terminal Mauá, no Centro.

A Prefeitura de Santo André confirmou existência de acordo com a Expresso Guarará, que gerencia o Terminal Vila Luzita, para que os coletivos possam ficar parados na área exclusiva aos ciclistas. A empresa, de acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos, se comprometeu a encontrar galpão para estacionamento dos veículos.

O prazo para retirada dos coletivos é 20 dias. “Vale ressaltar ainda que a ciclovia não está ativa, com previsão de inauguração para o fim do mês de novembro”, adicionou a Pasta administrada por Carlos Sanches, o Carlão (PT).
Ontem, o Diário relatou que o duelo de ciclistas com ônibus é constante no Terminal da Vila Luzita, especialmente pela manhã e à tarde. Embora não esteja oficialmente inaugurada, a ciclovia é utilizada pela população para se deslocar pela Avenida Capitão Mário Toledo de Camargo.

O secretário Carlos Sanches, o responsável pela SATrans, coronel Fábio de Jesus Leite, e Epeus Pinto Monteiro, diretor de Trânsito de Santo André, não retornaram aos diversos contatos da equipe do Diário para comentar o assunto.

Em Mauá, a Suzantur também desrespeita legislação de trânsito brasileira. Pela manhã, a equipe do Diário avistou seis coletivos estacionados em faixa amarela contínua. Eles ignoram placa de proibido parar e estacionar colocada em poste à frente. Conforme o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), a infração é grave, com multa aplicada e remoção do veículo.

Secretário de Mobilidade Urbana de Mauá, Azor Albuquerque afirmou que irá “verificar a situação” e que a “orientação da secretaria não é essa”. “Além de conversar com o dono da Suzantur, verificarei também o fato na administração, porque se eles (Suzantur) erraram, foram autuados”, declarou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dono da Suzantur recua e diz ser gestor da Expresso Guarará

Brogliato diz ter procuração para responder
pela operadora de transporte de Santo André

Raphael Rocha
Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

12/11/2015 | 07:00


Um dia depois de afirmar que apenas prestava serviço de assessoria à Expresso Guarará, uma das operadoras do transporte coletivo de Santo André, Claudinei Brogliato recuou e confirmou ter procuração para ser gestor da empresa de ônibus. Brogliato é sócio-administrador da Suzantur, firma que gerencia as linhas de Mauá.

Na segunda-feira, Brogliato declarou ao Diário que não tinha poder de gerência na Expresso Guarará, mas foi desmentido pelo secretário de Governo de Santo André, Arlindo José de Lima (PT), que revelou que o empresário foi à sede da Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos para se apresentar como responsável pela empresa. Ontem, em nova conversa com a equipe do Diário, Brogliato admitiu a relação mais diretiva com a companhia.

“Estou como gestor provisório da Guarará, por meio de uma procuração emitida dos proprietários a mim, na semana passada, com o objetivo de gerir. O prazo no documento é de 60 dias. Depois caberá aos proprietários decidirem como vão prosseguir. Porém, não tenho pretensão de ficar na Guarará”, argumentou.

Como procurador da Expresso Guarará, o sócio-administrador da Suzantur já intermediou negociação para reaver 14 ônibus apreendidos pela Caruana Financeira, instituição com tradição em financiamento de coletivos. “Minha função agora é por focar em ações para resolver os problemas da empresa. Acho que confiam na minha experiência. A Caruana apreendeu 14 carros por falta de pagamento. Uma das ações foi renegociar e os carros já foram devolvidos a Guarará”, confirmou ele, ressaltando os entraves financeiros e jurídicos da Guarará. “Os problemas noticiados pelo jornal são de conhecimento da empresa, que já vem buscando planos para solucionar. A Prefeitura enviou carta para a Guarará há uns 30 dias para falar desses problemas.”

Ontem, o Diário mostrou que Brogliato chegou à Expresso Guarará com coleção de problemas no transporte coletivo de Mauá. Como responsável pela Suzantur, ele protagonizou polêmico processo de ingresso no sistema municipal – a empresa foi contratada emergencialmente depois que as operadoras Leblon e Viação Cidade de Mauá tiveram contratos cancelados pela Prefeitura por invasão no sistema de bilhetagem eletrônica.

Na Junta Comercial, Brogliato aparece como sócio de Angelo Roque Garcia. Ele garantiu que não há mais a sociedade desde 2011, porém, nenhum registro oficial da movimentação interna foi registrado na Junta Comercial.

Desrespeito à lei persiste em terminais

Ônibus da Expresso Guarará continuam estacionados em cima de ciclovia ao lado do Terminal Vila Luzita, mesmo um dia depois de o Diário mostrar o desrespeito às normas de trânsito. Coletivos da Suzantur, por sua vez, foram flagrados parados em faixa amarela ao lado do Terminal Mauá, no Centro.

A Prefeitura de Santo André confirmou existência de acordo com a Expresso Guarará, que gerencia o Terminal Vila Luzita, para que os coletivos possam ficar parados na área exclusiva aos ciclistas. A empresa, de acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos, se comprometeu a encontrar galpão para estacionamento dos veículos.

O prazo para retirada dos coletivos é 20 dias. “Vale ressaltar ainda que a ciclovia não está ativa, com previsão de inauguração para o fim do mês de novembro”, adicionou a Pasta administrada por Carlos Sanches, o Carlão (PT).
Ontem, o Diário relatou que o duelo de ciclistas com ônibus é constante no Terminal da Vila Luzita, especialmente pela manhã e à tarde. Embora não esteja oficialmente inaugurada, a ciclovia é utilizada pela população para se deslocar pela Avenida Capitão Mário Toledo de Camargo.

O secretário Carlos Sanches, o responsável pela SATrans, coronel Fábio de Jesus Leite, e Epeus Pinto Monteiro, diretor de Trânsito de Santo André, não retornaram aos diversos contatos da equipe do Diário para comentar o assunto.

Em Mauá, a Suzantur também desrespeita legislação de trânsito brasileira. Pela manhã, a equipe do Diário avistou seis coletivos estacionados em faixa amarela contínua. Eles ignoram placa de proibido parar e estacionar colocada em poste à frente. Conforme o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), a infração é grave, com multa aplicada e remoção do veículo.

Secretário de Mobilidade Urbana de Mauá, Azor Albuquerque afirmou que irá “verificar a situação” e que a “orientação da secretaria não é essa”. “Além de conversar com o dono da Suzantur, verificarei também o fato na administração, porque se eles (Suzantur) erraram, foram autuados”, declarou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;