Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Mônaco é imbatível

Felipe Simões/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

O charmoso distrito de Monte Carlo ainda reverencia Ayrton Senna, chamado de rei


Dérek Bittencourt

12/11/2015 | 07:00


Enquanto São Paulo oferece aos visitantes fãs de automobilismo programação mais restrita à vida noturna, desde restaurantes, bares e as famosas baladas, existe uma localidade que mistura – como um harmonioso blend de vinho – a velocidade e o turismo: Mônaco. O distrito de Monte Carlo, que integra o principado francês, recebe uma das três mais prestigiadas corridas do automobilismo, caso do Grande Prêmio de Fórmula 1, que por 73 vezes já desafiou as estreitas, mas charmosas ruas do local. As outras duas provas que formam a tríplice coroa são as 500 Milhas de Indianápolis e as 24 horas de Le Mans (esta, também em solo francês).

O lendário piloto Ayrton Senna é, mesmo após 21 anos de sua morte, o maior vencedor em Monte Carlo. Com seis triunfos, recebeu o apelido de Rei de Mônaco. O brasileiro, inclusive, residiu no principado e ganhou por intermédio de sua irmã, Viviane, em 2007, uma placa do príncipe Albert II, que foi fixada na antiga curva Loews (atualmente, denominada Grand Hotel), uma das mais conhecidas do automobilismo mundial – inclusive pelo seu formato em ‘U’.

E com tanta ligação com o Brasil, o interesse tupiniquim no destino é inevitável. Tanto que a agência gaúcha Biarritz, que tem setor especializado em turismo esportivo, comercializa ida ao luxuoso principado. Para o GP deste ano, grupo de 12 pessoas fechou pacotes que partiam de 1.750 euros (sem os ingressos inclusos), com hospedagem em Nice, distante 20 quilômetros. Para os mais afortunados, havia opção de assistir à corrida do terraço do edifício Albatros, localizado próximo à reta de largada. Com direito a todo luxo e conforto, os visitantes ainda tiveram a surpreendente visita do príncipe Albert.

Situada ao Sul do país, a cidade-estado soberano de Mônaco está próxima à Provença-Alpes-Costa Azul (ou Côte d’Azur), uma das 26 regiões administrativas francesas, que têm Marselha como capital e faz limite com a Itália. Abundantes em belezas naturais e ricas em história, essas localizações têm várias opções de lazer.

Mônaco, em si, tem mais do que velocidade e dispõe de lojas luxuosas e cassinos, que reúnem as pessoas mais ricas da Europa. Além disso, conta com bela praia banhada pelo Mar Mediterrâneo, marina para imponentes iates e o estádio do AS Monaco. Integrante da Costa Azul, conhecida como Riviera Francesa. Tem ainda outros passeios como visita a galeria de arte e fábricas de perfume, como a Fragonard, ida às famosas cidade de Saint-Tropez (onde residiu a ex-atriz e ativista Brigitte Bardot) e Cannes (do famoso festival de cinema).

Provença, por sua vez, é conhecida como a “terra das lavandas” e conta com diversos campos da flor, que têm os Alpes como paisagem de fundo. Além disso, tem vilarejos construídos no topo das colinas de encher os olhos, a chance de fazer passeios de barco pelo Mediterrâneo e conhecer vilarejos e castelo medievais. Nas proximidades, ainda é possível visitar monumentos romanos (como aqueduto e teatro), vinhedos e o local onde nasceu Nostradamus.

Inesquecíveis Ímola, Monza e Spa
A arquitetura de museus, igrejas, praças e outras construções na Itália atrai turistas do mundo todo anualmente. Inclusive à região de Bolonha, onde fica Ímola, que tinha tudo para ser como qualquer outra localidade da Velha Bota, reconhecida pela culinária e belas paisagens. Mas tudo mudou em 30 de abril e 1º de maio de 1994. Naqueles dias, o austríaco Roland Ratzenberger e o ídolo brasileiro Ayrton Senna morreram. O primeiro, em acidente nos treinos para o Grande Prêmio de Fórmula 1, enquanto o segundo durante a corrida, no dia seguinte.

Hoje em dia, o monumento construído em homenagem a Senna logo atrás da curva Tamburello, que vitimou o piloto, recebe milhares de visitas. Como o GP saiu do calendário da Fórmula 1 em 2007, a estátua do brasileiro é o grande atrativo de Ímola.

Outro local na Itália tradicional no automobilismo é Monza, na região da Lombardia. Palco da primeiro título brasileiro na F-1 (Emerson Fittipaldi, em 1972). Desde o início da disputa do mundial da categoria, ficou de fora do calendário apenas em uma oportunidade: em 1980.

SPA-FRANCORCHAMPS
Na cidade belga de Spa, com menos de 40 quilômetros quadrados, pouco mais de 10 mil habitantes, dona de paisagens belíssimas e conhecida por suas termas – consideradas medicinais –, encontra-se o circuito de Spa-Francorchamps, um dos mais tradicionais do automobilismo europeu. Com subidas, descidas e curvas desafiadoras em meio a florestas que embelezam o cenário, recebe não só a Fórmula 1 como outras categorias de turismo. Nestas oportunidades o único som que se ouve a quilômetros é o dos motores.

Anota aí
EMPRESAS QUE REALIZAM VIAGENS VOLTADAS AO ESPORTE

GRUPO P2COM
Local: São Paulo (SP)
Rua Alcides Lourenço da Rocha, 167, 10º andar, Brooklin
Site: www.grupop2.com
Contato: joao.bastos@grupop2.com
Telefone: (11) 5180-8181
Destino: 100ª edição das 500 Milhas de Indianápolis

BIARRITZ TURISMO
Local: Porto Alegre (RS)
Avenida Cristóvão Colombo, 2.144, Floresta.
Site: www.biarritz.com.br
Contato: flavio@biarritz.com.br
Telefone: (51) 3026-2233
Destino: Grande Prêmio de Mônaco
e demais localidades francesas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mônaco é imbatível

O charmoso distrito de Monte Carlo ainda reverencia Ayrton Senna, chamado de rei

Dérek Bittencourt

12/11/2015 | 07:00


Enquanto São Paulo oferece aos visitantes fãs de automobilismo programação mais restrita à vida noturna, desde restaurantes, bares e as famosas baladas, existe uma localidade que mistura – como um harmonioso blend de vinho – a velocidade e o turismo: Mônaco. O distrito de Monte Carlo, que integra o principado francês, recebe uma das três mais prestigiadas corridas do automobilismo, caso do Grande Prêmio de Fórmula 1, que por 73 vezes já desafiou as estreitas, mas charmosas ruas do local. As outras duas provas que formam a tríplice coroa são as 500 Milhas de Indianápolis e as 24 horas de Le Mans (esta, também em solo francês).

O lendário piloto Ayrton Senna é, mesmo após 21 anos de sua morte, o maior vencedor em Monte Carlo. Com seis triunfos, recebeu o apelido de Rei de Mônaco. O brasileiro, inclusive, residiu no principado e ganhou por intermédio de sua irmã, Viviane, em 2007, uma placa do príncipe Albert II, que foi fixada na antiga curva Loews (atualmente, denominada Grand Hotel), uma das mais conhecidas do automobilismo mundial – inclusive pelo seu formato em ‘U’.

E com tanta ligação com o Brasil, o interesse tupiniquim no destino é inevitável. Tanto que a agência gaúcha Biarritz, que tem setor especializado em turismo esportivo, comercializa ida ao luxuoso principado. Para o GP deste ano, grupo de 12 pessoas fechou pacotes que partiam de 1.750 euros (sem os ingressos inclusos), com hospedagem em Nice, distante 20 quilômetros. Para os mais afortunados, havia opção de assistir à corrida do terraço do edifício Albatros, localizado próximo à reta de largada. Com direito a todo luxo e conforto, os visitantes ainda tiveram a surpreendente visita do príncipe Albert.

Situada ao Sul do país, a cidade-estado soberano de Mônaco está próxima à Provença-Alpes-Costa Azul (ou Côte d’Azur), uma das 26 regiões administrativas francesas, que têm Marselha como capital e faz limite com a Itália. Abundantes em belezas naturais e ricas em história, essas localizações têm várias opções de lazer.

Mônaco, em si, tem mais do que velocidade e dispõe de lojas luxuosas e cassinos, que reúnem as pessoas mais ricas da Europa. Além disso, conta com bela praia banhada pelo Mar Mediterrâneo, marina para imponentes iates e o estádio do AS Monaco. Integrante da Costa Azul, conhecida como Riviera Francesa. Tem ainda outros passeios como visita a galeria de arte e fábricas de perfume, como a Fragonard, ida às famosas cidade de Saint-Tropez (onde residiu a ex-atriz e ativista Brigitte Bardot) e Cannes (do famoso festival de cinema).

Provença, por sua vez, é conhecida como a “terra das lavandas” e conta com diversos campos da flor, que têm os Alpes como paisagem de fundo. Além disso, tem vilarejos construídos no topo das colinas de encher os olhos, a chance de fazer passeios de barco pelo Mediterrâneo e conhecer vilarejos e castelo medievais. Nas proximidades, ainda é possível visitar monumentos romanos (como aqueduto e teatro), vinhedos e o local onde nasceu Nostradamus.

Inesquecíveis Ímola, Monza e Spa
A arquitetura de museus, igrejas, praças e outras construções na Itália atrai turistas do mundo todo anualmente. Inclusive à região de Bolonha, onde fica Ímola, que tinha tudo para ser como qualquer outra localidade da Velha Bota, reconhecida pela culinária e belas paisagens. Mas tudo mudou em 30 de abril e 1º de maio de 1994. Naqueles dias, o austríaco Roland Ratzenberger e o ídolo brasileiro Ayrton Senna morreram. O primeiro, em acidente nos treinos para o Grande Prêmio de Fórmula 1, enquanto o segundo durante a corrida, no dia seguinte.

Hoje em dia, o monumento construído em homenagem a Senna logo atrás da curva Tamburello, que vitimou o piloto, recebe milhares de visitas. Como o GP saiu do calendário da Fórmula 1 em 2007, a estátua do brasileiro é o grande atrativo de Ímola.

Outro local na Itália tradicional no automobilismo é Monza, na região da Lombardia. Palco da primeiro título brasileiro na F-1 (Emerson Fittipaldi, em 1972). Desde o início da disputa do mundial da categoria, ficou de fora do calendário apenas em uma oportunidade: em 1980.

SPA-FRANCORCHAMPS
Na cidade belga de Spa, com menos de 40 quilômetros quadrados, pouco mais de 10 mil habitantes, dona de paisagens belíssimas e conhecida por suas termas – consideradas medicinais –, encontra-se o circuito de Spa-Francorchamps, um dos mais tradicionais do automobilismo europeu. Com subidas, descidas e curvas desafiadoras em meio a florestas que embelezam o cenário, recebe não só a Fórmula 1 como outras categorias de turismo. Nestas oportunidades o único som que se ouve a quilômetros é o dos motores.

Anota aí
EMPRESAS QUE REALIZAM VIAGENS VOLTADAS AO ESPORTE

GRUPO P2COM
Local: São Paulo (SP)
Rua Alcides Lourenço da Rocha, 167, 10º andar, Brooklin
Site: www.grupop2.com
Contato: joao.bastos@grupop2.com
Telefone: (11) 5180-8181
Destino: 100ª edição das 500 Milhas de Indianápolis

BIARRITZ TURISMO
Local: Porto Alegre (RS)
Avenida Cristóvão Colombo, 2.144, Floresta.
Site: www.biarritz.com.br
Contato: flavio@biarritz.com.br
Telefone: (51) 3026-2233
Destino: Grande Prêmio de Mônaco
e demais localidades francesas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;