Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Vasco enfrenta o Joinville e tenta iniciar uma reação contra o rebaixamento



09/08/2015 | 07:10


Contra o Joinville, às 11 horas deste domingo, no estádio do Maracanã, no Rio, pela 17.ª rodada, o Vasco tenta iniciar uma reação que tire o clube da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro. É a primeira de uma série de quatro partidas contra adversários que também tentam fugir da degola. Depois do clube catarinense, enfrentará Santos, Coritiba e Goiás.

A situação do Vasco é dramática: estacionado com 12 pontos há duas rodadas, o clube carioca iniciou a rodada na 19.ª e penúltima posição da tabela de classificação, empatado com o Coritiba (20.º) e o próprio Joinville (18.º).

Apesar da má campanha, o público promete prestigiar o time: até a última sexta-feira, os vascaínos já haviam comprado 21 mil ingressos, lotando o setor sul do Maracanã. Por isso, o setor norte, inicialmente reservado à torcida catarinense, passou a ser vendida aos vascaínos. O último jogo no Rio, contra o Palmeiras, reuniu 14.875 torcedores, recorde de público para jogos do Vasco em São Januário neste campeonato, mas o resultado foi vergonhoso: 4 a 1 para o clube paulista.

Recém-apresentado, o atacante Nenê ainda não vai estrear. Após falhar em dois gols na penúltima partida, contra o Palmeiras, e não ser sequer relacionado para a partida contra o Corinthians, o goleiro uruguaio Martín Silva deve continuar fora.

O técnico Celso Roth tem um problema de última hora: vítima de uma fisgada na coxa durante o treino da última quinta-feira, o zagueiro Luan está praticamente fora da partida. Se realmente não tiver condições de jogo, o mais provável é que o treinador recue o volante Anderson Salles para a zaga e escale outro meia. Mas também tem a opção de mandar a campo Jomar ou Rafael Vaz, que ainda não disputaram nenhuma partida neste ano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vasco enfrenta o Joinville e tenta iniciar uma reação contra o rebaixamento


09/08/2015 | 07:10


Contra o Joinville, às 11 horas deste domingo, no estádio do Maracanã, no Rio, pela 17.ª rodada, o Vasco tenta iniciar uma reação que tire o clube da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro. É a primeira de uma série de quatro partidas contra adversários que também tentam fugir da degola. Depois do clube catarinense, enfrentará Santos, Coritiba e Goiás.

A situação do Vasco é dramática: estacionado com 12 pontos há duas rodadas, o clube carioca iniciou a rodada na 19.ª e penúltima posição da tabela de classificação, empatado com o Coritiba (20.º) e o próprio Joinville (18.º).

Apesar da má campanha, o público promete prestigiar o time: até a última sexta-feira, os vascaínos já haviam comprado 21 mil ingressos, lotando o setor sul do Maracanã. Por isso, o setor norte, inicialmente reservado à torcida catarinense, passou a ser vendida aos vascaínos. O último jogo no Rio, contra o Palmeiras, reuniu 14.875 torcedores, recorde de público para jogos do Vasco em São Januário neste campeonato, mas o resultado foi vergonhoso: 4 a 1 para o clube paulista.

Recém-apresentado, o atacante Nenê ainda não vai estrear. Após falhar em dois gols na penúltima partida, contra o Palmeiras, e não ser sequer relacionado para a partida contra o Corinthians, o goleiro uruguaio Martín Silva deve continuar fora.

O técnico Celso Roth tem um problema de última hora: vítima de uma fisgada na coxa durante o treino da última quinta-feira, o zagueiro Luan está praticamente fora da partida. Se realmente não tiver condições de jogo, o mais provável é que o treinador recue o volante Anderson Salles para a zaga e escale outro meia. Mas também tem a opção de mandar a campo Jomar ou Rafael Vaz, que ainda não disputaram nenhuma partida neste ano.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;