Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Mais ‘escolado’, Tigre rejeita substituto a Edson Boaro

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em coletiva para despedida e homenagem
a Abobrão, presidente descarta supervisor


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

12/06/2015 | 07:00


Quando Edson Boaro chegou ao São Bernardo, em fevereiro de 2009, Luiz Fernando Teixeira acabara de assumir a presidência. A vinda não foi à toa e ontem, na coletiva de despedida de Abobrão – que se dedicará apenas à carreira de treinador –, o mandatário explicou o motivo de ter trazido o diretor das categorias de base e supervisor técnico: experiência.

“Um cara que não só serviu à Seleção Brasileira como disputou Copa do Mundo. E, por acaso, era meu cunhado. Veio para cá não por isso, mas porque tinha perspectiva. Então, não veio para ser técnico ou diretor da base, mas meus braços e pernas direita e esquerda. Era em quem confiava”, disse. “Tentei dissuadi-lo (de sair), mas entende que é momento importante na vida dele. Estamos virando página, encerrando ciclo. O Edson, para nós, foi vital. Quero agradecer por tudo o que fez. Se hoje estamos numa posição, é grande responsável por isso. Todos os meus times tiveram participação dele. Técnico é processo cíclico e quem sabe volta como treinador.”

Para o lugar de Boaro, o mandatário não deve trazer ninguém. “Estamos mais escolados. A rigor, deveria. Mas tenho problema financeiro. Esses managers são bons, mas custam caro”, concluiu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mais ‘escolado’, Tigre rejeita substituto a Edson Boaro

Em coletiva para despedida e homenagem
a Abobrão, presidente descarta supervisor

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

12/06/2015 | 07:00


Quando Edson Boaro chegou ao São Bernardo, em fevereiro de 2009, Luiz Fernando Teixeira acabara de assumir a presidência. A vinda não foi à toa e ontem, na coletiva de despedida de Abobrão – que se dedicará apenas à carreira de treinador –, o mandatário explicou o motivo de ter trazido o diretor das categorias de base e supervisor técnico: experiência.

“Um cara que não só serviu à Seleção Brasileira como disputou Copa do Mundo. E, por acaso, era meu cunhado. Veio para cá não por isso, mas porque tinha perspectiva. Então, não veio para ser técnico ou diretor da base, mas meus braços e pernas direita e esquerda. Era em quem confiava”, disse. “Tentei dissuadi-lo (de sair), mas entende que é momento importante na vida dele. Estamos virando página, encerrando ciclo. O Edson, para nós, foi vital. Quero agradecer por tudo o que fez. Se hoje estamos numa posição, é grande responsável por isso. Todos os meus times tiveram participação dele. Técnico é processo cíclico e quem sabe volta como treinador.”

Para o lugar de Boaro, o mandatário não deve trazer ninguém. “Estamos mais escolados. A rigor, deveria. Mas tenho problema financeiro. Esses managers são bons, mas custam caro”, concluiu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;